Orquídeas são muito famosas e amplamente cultivadas no Brasil

Inicio » Agricultura » Orquídeas são muito famosas e amplamente cultivadas no Brasil
17/10/2019 Por
Orquídeas são muito famosas e amplamente cultivadas no Brasil

Com características variadas, as orquídeas estão entre os destaques na flora brasileira

Parte de uma das mais emblemáticas famílias de flores que existem, as orquídeas são amplamente apreciadas ao redor do Brasil, e não por acaso. Estamos falando de uma planta que, em suas múltiplas formas, pode proporcionar encanto aos olhos de quem vê. É por essa capacidade, aliás, que seu uso tem ocorrido na maioria das vezes com finalidade ornamental.

Mas como são essas orquídeas? Essa é a pergunta que você pode estar se fazendo nesse momento.

Orquídeas

O que são orquídeas?

Orquídeas são flores que pertencem à classe das Orchidaceae. Diferente do que muitos pensam, o nome orquídea não diz respeito a um único tipo de flor.

Sim, você não leu errado. Na verdade, esse é o termo usado para designar toda e qualquer planta pertencente à classe Orchidaceae.  Estas por sua vez, fazem parte da ordem das Asparagales, que conta com uma numerosa variação de espécies de flores.

De modo geral, essas plantas podem ser cultivadas em praticamente todo o mundo, exceto na Antártida. Todavia, seu cultivo é mais comum em regiões tropicais, como o Brasil. Os cuidados com orquídeas variam bastante de acordo com a espécie.

Pois bem, em breve você vai perceber que é praticamente impossível responder “o que são orquídeas” de maneira precisa. O motivo? A família da planta conta hoje com uma infinidade de espécies, algumas bem famosas, outras nem tanto. Isso inclusive se torna bastante intrigante, pois em alguns casos as mudanças são simples.

De qualquer forma, essas alterações terminam sendo suficientes para dar às orquídeas a sua própria característica. Na sequência apresentamos todos os detalhes sobre essa planta para você que não abre mão de apreciar a beleza das flores. Vamos lá!

As variações das orquídeas

O mais interessante é que essa variação não se dá apenas em relação às cores das plantas. Até mesmo o formato e tamanho das flores podem ser diferentes, sem que isso as impeça de pertencer à classe.

Um detalhe a se destacar é que nem sempre as plantas são atrativas visualmente, muito pelo contrário. Em sua grande maioria, as flores não possuem qualquer tipo de formosura e suas folhagens são pouco atraentes.

Esse cenário faz com que apenas uma pequena parcela das orquídeas seja utilizada comercialmente. É correto dizer, portanto, que são as espécies mais vistosas que sustentam o plantio e cultivo das plantas enquanto negócio.

Não por acaso, por exemplo, atualmente muitos orquidicultores hoje em dia já trabalham com híbridos desse tipo de flor. De modo geral, elas trazem características visuais marcantes e são as que possuem maior apelo comercial.

Apesar disso, existem também hoje em dia muitos colecionadores de orquídeas. Nesse caso, até mesmo as espécies menos atraentes podem ser desejadas.

Orquídeas

Os tipos de orquídeas

Considerando a imensa variedade de espécies de orquídeas existentes, seria impossível catalogar todas em um único artigo. Dito isso, portanto, decidimos trazer aqui um apanhado sobre os tipos de orquídeas mais comuns, em especial aquelas conhecidas no Brasil.

É interessante notar que boa parte delas foi criada em solo nacional, o que ressalta a força que a planta possui no mercado. Vamos aos exemplos mais comuns.

As mais comuns variedades de orquídeas

  • Orquídea Cattleya labiata – essa é uma espécie que surgiu no Brasil e está entre as mais desejadas da espécie. Não por acaso, é também conhecida como a “rainha do nordeste”;
  • Orquídea Cattleya walkeriana – para quem coleciona, essa é uma das mais cobiçadas. Ela se destaca pelo aroma que exala e a pela delicadeza de sua forma arredondada;
  • Orquídea Cattleya intermedia – também de origem nacional, essa planta tem flores de tamanho médio. Ela pode se apresentar em diferentes tons de cores, do lilás ao roxo, passando por rosa e azul;
  • Orquídea Cattleya haw yuan angel – essa é uma das plantas de cultivo mais fácil na lista. Ela pode ser cultivada em vasos pequenos, já que possui não mais que 4 centímetros;
  • Orquídea Cattleya Julio Conceição – aqui temos a flor famosa por ter sido a primeira brasileira híbrida na coloração branca;
  • Orquídea Ryncholaeliocattleya alma kee – essa é família que tem Tipmalee, uma das espécies mais famosa entre as orquídeas. É um sucesso absoluto de vendas desde que foi criada;
  • Orquídea Laelia purpurata – essa é a famosa princesa do sul, como também é chamada. Tende a se sair melhor em regiões frias, o que justifica seu apelido;
  • Orquídea Drácula vampira – aqui temos um dos exemplares mais conhecidos e apreciados por colecionadores. Ela também pode ser chamada de cara de macaco;
  • Orquídea Rodriguezia venusta – essa é uma das orquídeas brasileiras que chamam a atenção pelos cachos de flores que ostenta. Ela é comum principalmente pelo fácil cultivo, já que sua plantação demanda pouco espaço;
  • Orquídea Phalaenopsis dragon’s charme – por fim temos aqui a espécie que talvez seja a que mais se destaca no quesito beleza. Suas cores parecem pintadas manualmente, e o mais interessante é que podem ser cultivadas até mesmo em apartamentos.

Orquídeas

Como plantar orquídeas

O cultivo de orquídeas, de modo geral, segue um determinado padrão, porém, é preciso considerar a espécie pretendida e suas particularidades. Para cultivo doméstico de mudas de orquídeas, no entanto, a boa notícia é que as regras são bem simples.

Embora não seja possível descrever nesse espaço tudo o que é necessário sobre como plantar orquídeas e seus diferentes tipos, é possível listar os pontos que merecem atenção.

Para uma boa plantação de orquídeas, portanto, os seguintes pontos devem ser observados:

  • Escolha da planta – tudo parte daqui. É o tipo pretendido que vai ditar como deve ser plantada e cultivada;
  • Irrigação – como a maioria das plantas, boa parte das orquídeas exige esse cuidado;
  • Vasos – estes devem ser adequados à espécie escolhida;
  • Luminosidade – este é um ponto fundamental na maior parte das espécies de orquídeas;
  • Ventilação – este é outro ponto importante;
  • Adubação – aqui temos algo extremamente necessário e que merece destaque;
  • Além de tudo o que foi dito, existem ainda outros cuidados que devem ser observados. A lista inclui a atenção com pragas e doenças e evitar o corte do cabinho da flor.

Como cuidar de orquídeas

Como você já deve ter imaginado, saber como cuidar de orquídeas é algo que tende a variar em função da diferença de cada espécie. Isso significa que, antes de optar por uma determinada planta em especial, é fundamental saber exatamente os cuidados que ela demanda.

Para os híbridos da Phalaenopsis, que são aquelas com cores que parecem pintadas a mão, por exemplo, o sol da manhã é essencial. É fundamental, portanto, deixar essas orquídeas em local que possa receber esse sol diariamente. Isso inclui a proximidade de uma janela, por exemplo.

Compartilhe sua opinião

Agro20 | Portal Vida No Campo