Paisagismo visa harmonia na relação entre as pessoas e a natureza

Inicio » Agricultura » Paisagismo visa harmonia na relação entre as pessoas e a natureza
29/07/2019 Por
Paisagismo visa harmonia na relação entre as pessoas e a natureza

Entenda qual é a importância do paisagismo e como ele é realizado

Todo mundo gosta de um espaço bonito e bem organizado, não é mesmo? Por isso, diversas pessoas recorrem às técnicas do paisagismo para decorar suas casas, praças e diversos outros ambientes. A técnica geralmente é realizada pelo paisagista, que observa todos os elementos e características da região, a fim de melhorar a estética do local.

Apesar de parecer recente, esta disciplina já existe a bastante tempo. O paisagismo surgiu a partir do hábito de decorar um espaço com o objetivo de promover a harmonia entre os diferentes ambientes e os seres humanos que interagem com o local. Atualmente ele adquiriu uma característica mais técnica e estética.

Paisagismo melhora a relação entre as pessoas e a natureza

O paisagismo é uma técnica apurada de elaboração de áreas paisagísticas que possam substituir espaços deteriorados esteticamente pelo urbanismo. A modalidade exige um prévio estudo, assim é necessário que o paisagista a botânica, ecologia e até mesmo o clima da extensão geográfica que será modificada.

Agora que você já sabe o que é o paisagismo, está na hora de se aprofundar um pouco mais no assunto. Para começar, que tal entendermos sobre onde tudo começa: o curso de paisagismo. Acompanhe com bastante atenção para ficar por dentro deste tema tão interessante!

Curso de paisagismo

Geralmente os cursos ocorrem pela internet, de forma online. Há, inclusive, quem diga que eles se assemelham ao sistema de EAD, chamando as aulas de faculdade de paisagismo. Para cursar o programa, é sugerido que o aluno possua ensino médio completo, entretanto isso não é uma exigência.

O legal é que a partir das aulas, você pode enriquecer o seu currículo, adquirindo uma maior visibilidade no mercado de trabalho. Além disso, é possível utilizar o certificado, comumente obtido ao final do curso, como porta de entrada para uma série de concursos e até mesmo outros cursos.

Geralmente, o programa possui uma carga horária total de 40 horas e os principais conceitos apresentados são:

  • os principais conceitos do paisagismo;
  • como fazer um projeto paisagístico e implementá-lo;
  • os estilos de jardins;
  • plantas ornamentais e como melhor utilizá-las.

Além desses, o aluno pode aprender diversos outros conceitos. Ainda existem projetos específicos, voltados para áreas específicas, como o paisagismo residencial, por exemplo, entre outros. Mas, agora que você já sabe o que é e como se tornar um profissional da área, deve estar se perguntando: Quanto ganha um paisagista?

Bom essa resposta pode variar bastante, uma vez que a modalidade pode ser exercida de diversas maneiras diferentes, desde uma decoração e ambientação mais simples até algo mais elaborado, específico e, consequentemente, trabalhoso.

Mas, para responder iremos falar sobre o paisagismo no Brasil. Em nosso país, o comum é que o profissional da área receba entre 2000 e 3500 reais. Entretanto, a grande maioria se localiza na média destes valores, ganhando entre 2400 e 2700 reais.

Além disso, é importante dizer que as técnicas de paisagismo não precisam necessariamente ser realizadas por alguém que realizou o curso. Atualmente ela pode ser desempenhada por engenheiros agrônomos e até mesmo arquitetos.

Paisagismo melhora a relação entre as pessoas e a natureza

Para que serve o paisagismo?

Agora iremos comentar sobre para que serve o paisagismo. É interessante dizer que esta disciplina possui o principal objetivo em estabelecer uma melhor interação e harmonização das pessoas com o ambiente e a natureza, possibilitando assim uma melhor convivência e qualidade de vida.

Logo, o seu foco é a melhora na interação entre o ser humano e o meio ambiente. Logicamente que com o tempo o paisagismo evoluiu, e atualmente são realizados projetos bem mais amplos e complexos. Entretanto, esta arte, se assim podemos dizer, nunca perdeu sua essência sempre possuindo essa estreita relação com a natureza.

Paisagismo e jardinagem

Está na hora de entrarmos em um assunto que confunde bastante as pessoas. Trata-se da relação entre paisagismo e jardinagem.

A grande verdade é que muitas pessoas confundem as das técnicas e isso precisa ser esclarecido. O primeiro ponto é que enquanto o paisagismo é um trabalho voltado, principalmente ao projeto, a jardinagem volta seu foco para o plantio e o cultivo das plantas.

Esse cuidado com as plantas é realizado pelo jardineiro, que possui amplo conhecimento sobre elas, podendo podá-las, combater as pragas que possam danificá-las e efetuar outros cuidados essenciais. Entretanto, ele não é o dono do projeto. O jardineiro apenas concretiza a obra a partir dos comandos do paisagista encarregado.

Entretanto, é fundamental dizer que o jardineiro é fundamental em todo o processo. Isso porque, para muitos, os projetos não são considerados paisagistas quando feitos com plantas artificiais. Isso abandona os princípios do paisagismo, caindo para o campo da decoração.

O legal é que você compreenda que esta disciplina busca trazer uma maior qualidade de vida para os seres humanos. Logo, ao adquirir plantas para paisagismo, é bacana que elas sejam o mais natural possível, auxiliando na purificação do ar do ambiente e aumentando a nossa concentração mental.

Paisagismo melhora a relação entre as pessoas e a natureza

Transforme o seu lixo orgânico em adubo

Além de serem bastante eficientes, os adubos naturais feitos a partir de lixo orgânico possuem um custo benefício muito bom. Muitas pessoas não tem conhecimento e acabam jogando restos cheios de nutriente no lixo. Entretanto, materiais como cascas de ovos, serragem de madeira e até mesmo folhas podem contribuir demais para o seu jardim.

Para preparar seu adubo natural, o ideal é que você junte esses materiais e coloque-os em um buraco na terra, sempre intercalando seu lixo orgânico com terra e serragem. Em seguida, cubra com a terra e deixe o material se decompor por uns 20 dias.

O processo pode ser feito também em um vaso com terra seguindo os mesmos passos. Depois de decorrido o tempo você pode misturar essa terra enriquecida com a do seu jardim ou vaso e terá plantas muito mais resistentes e bonitas.

Além de todos os benefícios citados, o jardim adubado de maneira orgânica, busca cuidar das plantas e deixá-las longe das mais diversas pragas sem a utilização de produtos químicos agressivos ao solo e ao meio ambiente. Trata-se de uma forma barata e totalmente natural de cuidar do jardim e manter o paisagismo sempre harmônico.

Compartilhe sua opinião

Agro20 | Portal Vida No Campo