Papoula é uma planta cujas sementes são amplamente comercializadas

Inicio » Agricultura » Papoula é uma planta cujas sementes são amplamente comercializadas
01/06/2020 Por
Papoula é uma planta cujas sementes são amplamente comercializadas

A papoula é uma das plantas mais antigas cultivadas na Europa

A história da papoula é bastante rica. Vinda da área do Mediterrâneo Oriental e da Ásia Central, foram encontradas provas de seu cultivo desde a Era Neolítica nos Alpes. A planta não é famosa apenas por suas lindas flores, mas também por seu uso na produção de uma droga altamente viciante, o ópio.

Também nos permite produzir alguns dos medicamentos mais importantes do mundo, como codeína e morfina. Provavelmente, a maior razão pela qual a papoula é tão valiosa e procurada é por seu uso como analgésico. Os produtos fabricados com a planta da papoula fizeram dela uma das flores mais famosas da história.

O que é papoula?

Papoula é uma planta da subfamília Papaveroideae, da família Papaveraceae. Seu nome é científico é Papaver somniferum L. As papoulas são plantas herbáceas e são muito cultivadas por conta de suas flores coloridas.

Aliás, as flores são muito valorizadas graças às suas cores vibrantes e pétalas delicadas. Por conta dessa beleza, o cultivo se dá em jardins. Além disso, suas sementes são muito bem aproveitadas.

papoula

Essas plantas crescem em todas as partes do mundo em climas temperados. Grande parte dos tipos de papoula se desenvolve melhor em solos úmidos com clima quente.

Existem diversos tamanhos diferentes que a papoula pode atingir. Algumas espécies são minúsculas, enquanto outras chegam a até 4,6 metros de altura. Já suas flores possuem de 4 a 6 pétalas, dependendo da espécie, em forma de taça.

Essas flores podem ser encontradas nas cores laranja, vermelha, amarelada, rosa, azulada, lilás ou até branca.

Quais papoulas cultivar?

Cultivar suas próprias papoulas é uma maneira fácil de adicionar faixas de cores impressionantes ao seu jardim. Você pode escolher entre aproximadamente 120 espécies diferentes de papoula, incluindo flores anuais, bienais e perenes.

A papoula vermelha ou papoula de campo (Papaver rhoeas) é a mais simples de cultivar e também a mais conhecida. É uma variedade anual, ideal para abelhas e para um jardim de flores silvestres.

Se você quer uma planta de longo prazo, as papoulas bienais e perenes são um complemento vívido para o seu jardim. Já as papoulas orientais têm flores maiores e alegres, enquanto as papoulas islandesas apresentam tons exclusivos como malva e dourado.

Plante as sementes de papoula diretamente em seu jardim na primavera ou no outono.

Se você está plantando no início do ano, geralmente é melhor entre março e maio, mas terá que esperar até o verão seguinte para uma floração total.

Semeie entre o final de agosto e outubro para mais flores na primeira temporada.

Como plantar semente de papoula

Escolha um local ensolarado com boa drenagem. Remova as ervas daninhas da área;.

Despeje algumas sementes de papoula na sua mão e polvilhe-as com uma fina camada de terra para criar desvios de aparência natural.

Deixe 7 a 30 dias para germinar, dependendo da variedade, condição do solo e temperaturas crescentes. Mantenha o solo úmido durante a germinação.

papoula

Quando as mudas forem grandes o suficiente para serem manuseadas, afine-as com uma distância de aproximadamente 30 cm.

Regue a área regularmente, especialmente durante períodos secos. Cuidado para não exagerar, pois isso estimula o crescimento rápido e as plantas podem apodrecer.

Benefícios para a saúde

O maior benefício das sementes de papoula é que elas ajudam a evitar doenças cardíacas. As sementes contêm ácido linoleico, um ácido graxo ômega-6 necessário para a saúde do coração. Mas lembre-se de que muitos ácidos graxos ômega-6 podem prejudicar sua saúde. É por isso que o equilíbrio é crucial.

Ademais, o ferro e o fósforo contidos na semente de papoula mantêm a saúde dos ossos. Os dois minerais são essenciais para a manutenção tanto dos ossos quanto dos músculos.

Seu sabor aromático único de nozes é devido a muitos ácidos graxos e óleos voláteis essenciais, que representam cerca de 50% do peso líquido.

As sementes são especialmente ricas em ácidos oleico e linoleico. O ácido oleico, um ácido graxo monoinsaturado, ajuda a diminuir o LDL – “colesterol ruim” – e aumentar os níveis de HDL – “colesterol bom” – no sangue.

Alguns estudos sugerem que a dieta mediterrânea, rica em ácidos graxos monoinsaturados, ajuda a prevenir doenças e derrames nas artérias coronárias, favorecendo o perfil lipídico no sangue.

A casca das sementes de papoula é uma boa fonte de fibras alimentares. Observa-se que 100 g de sementes cruas fornecem 19,5 g ou 51% dos níveis diários recomendados de fibra.

Grande parte dessa fibra tem conteúdo metabolicamente inerte. Isso ajuda a aumentar a maior parte dos alimentos, absorvendo água no trato digestivo e, assim, diminuindo o problema da constipação.

Outros benefícios para a saúde

Dentre outros benefícios para a saúde, destacam-se:

  • Melhora a fertilidade feminina;
  • Auxilia contra a insônia;
  • Aumenta a energia;
  • Melhora a saúde do cérebro;
  • Impulsiona o sistema imunológico;
  • Ajuda no tratamento de diabetes;
  • Previne o câncer.

Drogas e medicamentos

As sementes de papoula são oleaginosas e nutritivas, usadas muitas vezes como condimento na culinária. Entretanto, como se sabe, a papoula é a fonte do ópio, bem como heroína, morfina e codeína.

Em 1803, a morfina foi extraída pela primeira vez da resina de papoula. A princípio, foi aclamada como uma droga milagrosa devido à sua capacidade de entorpecer qualquer dor, não importando quão grave fosse. Em seguida foi a codeína, outro analgésico incrivelmente poderoso.

papoula

Então, em 1874, a empresa farmacêutica alemã Bayer fabricou heroína a partir da planta da papoula. Naquela época, a heroína foi um medicamento popular por um longo período antes de suas propriedades viciantes serem trazidas à luz. Hoje, ainda usamos e prescrevemos medicamentos originários da planta.

Muitos avanços médicos não seriam possíveis sem a flor de papoula. Embora as sementes em si não contenham opiáceos, elas são frequentemente contaminadas com resíduos de morfina durante a colheita.

O processamento remove grande parte desse resíduo, mas não é incomum que quantidades vestigiais permaneçam. Desse modo, dependendo de quantas sementes de papoula foram consumidas, do seu país de origem e do teste usado, o consumo de sementes de papoula pode de fato fazer com que um teste de drogas na urina registre positivo para os opiáceos.

Compartilhe sua opinião

Agro20 | Portal Vida No Campo