Periquito amarelo é comum no Brasil, Bolívia, Paraguai e Argentina

Inicio » Meio Ambiente » Periquito amarelo é comum no Brasil, Bolívia, Paraguai e Argentina
10/11/2020 Por
Periquito amarelo é comum no Brasil, Bolívia, Paraguai e Argentina

O periquito amarelo encanta com a sua beleza. Uma das aves mais comuns para criação residencial, o periquito amarelo se destaca pela sua beleza e pelo seu canto. Dessa maneira, ter um passarinho destes é garantia de alegria e animação em qualquer ambiente.

A sua coloração predominantemente amarela o faz chamar a atenção naturalmente e a beleza do seu canto potencializa ainda mais o encanto dessa pequena ave. Certamente, um periquito amarelo é uma das opções mais indicadas para quem quer um animal de estimação.

Periquito amarelo

O que é periquito amarelo?

Periquito amarelo é uma ave psitaciforme muito pequena e animada, que possui posição de destaque no mercado nacional. O seu nome científico é Brotogeris chiriri e pode igualmente ser chamado de periquito de encontro amarelo, periquito estrela e também periquito de asa amarela.

Essa ave possui um tamanho pequeno e geralmente não passa dos 23 centímetros de comprimento, incluindo a cauda. Assim sendo, para criar esse animal não é necessário possuir um vasto espaço físico, sendo preciso apenas observar as devidas condições como limpeza e alimentação.

Existem registros de duas subespécies desse animal. Ambas podem ser encontradas em regiões diferentes do Brasil, da Bolívia e da Argentina. Além disso, a primeira subespécie pode ser encontrada também no Paraguai e a segunda nos Estados Unidos.

Essas pequenas aves possuem coloração geralmente em tons de verde e amarelo, podendo chegar até mesmo em tons de branco em caso de flavismo. A saber, o periquito de asa amarela recebe esse nome por possuir em suas asas uma faixa amarela bem específica, na parte superior delas.

O bico desses passarinhos possui grande resistência, sendo um dos pontos que chamam a atenção. Além disso, outro ponto particular dessa ave é o círculo branco que possui ao redor dos olhos. Essa delimitação é ausente de penas e destaca mais ainda a cor dos olhos.

A identificação dos sexos é difícil, visto que macho e fêmea são muito semelhantes. Em suma, os criadores costumam distinguir os sexos através da forma da cabeça do macho, que é um pouco mais quadrada, além do corpo um pouco mais alongado.

Tipos de periquito

Podem igualmente serem encontrados na natureza outros tipos de periquito. Veja abaixo alguns exemplos:

  • Periquito australiano;
  • O periquito azul;
  • Periquito rei;
  • O periquito de colar.

Além disso, há ainda outros diferentes tipos dessas aves. Existem cerca de 170 espécies diferentes de psitacídeos, incluindo papagaios e araras. A variedade destes animais em todo o mundo é enorme e surpreendente, com seus diferentes tamanhos e cores.

Periquito amarelo

Criação do periquito amarelo

Assim como os outros psitacídeos, a alimentação do periquito amarelo é basicamente composta de sementes e frutas, além de comerem também flores e néctar. O animal costuma igualmente gostar de milho e, quando em seu habitat, costuma atacar as plantações.

Na criação residencial, o mais indicado é usar as rações específicas para a alimentação de periquitos. Dessa forma, evita-se que o animal sofra qualquer dano causado pelas comidas convencionais. É indispensável consultar um médico veterinário antes de alterar a alimentação da ave.

Quando criado em gaiolas, a orientação é que as mesmas não sejam muito pequenas e que possuam diversos poleiros. Dessa maneira, o animal terá espaço para se distrair e gastar a sua energia, evitando que isso prejudique o estado emocional e cause maiores problemas.

A limpeza da gaiola ou viveiro é outro ponto importantíssimo, a fim de evitar que o animal acabe adoecendo por conta das fezes e seus micro-organismos. É também indicado que os tutores interajam regularmente e diariamente com o animal, pois isso ajudará a mantê-lo alegre.

Além disso, é necessário também que seja disponibilizado na gaiola um recipiente com água para que o passarinho possa se banhar. O banho é importante para que o animal se mantenha alegre e saudável, e a água do recipiente deve ser trocada diariamente, assim evitando contaminações.

Qualquer alteração no comportamento normal da ave deve ser observado, como dormir em excesso, perda intensa de penas ou alguma espécie de chiado na respiração. Isso pode indicar algum problema de saúde e será necessário consultar um profissional.

Escamações incomuns no bico e nos pés também podem significar alguma enfermidade. Assim sendo, se o animal demonstrar alterações em seu humor, atividade dentro da gaiola e em seu canto, não hesite em procurar um veterinário.

Periquito amarelo

Reprodução e hábitos do periquito amarelo

Normalmente a fêmea bota de 3 a 5 ovos por postura, e o tempo de choco pode durar cerca de 26 dias. Dessa forma, os filhotes eclodem os ovos ao fim deste período e somente depois das oito semanas de vida é que eles se tornam aves independentes.

Durante esse período de desenvolvimento dos filhotes, eles são alimentados pelos pais até que se tornem independentes e sejam capazes de se alimentarem por si. Na natureza, quando findam as oito semanas, os pais abandonam os ninhos.

No caso de criação residencial, é importante tomar cuidado caso haja a presença de gatos na casa. Os gatos costumam perseguir as pequenas aves, e um acidente pode acontecer caso ocorra um descuido.

Na natureza, esses passarinhos costumam fazer seus ninhos em troncos de árvores, cupinzeiros escavados em árvores e até ninhos de joão-de-barro abandonados. Quando em áreas urbanas, podem construir seus ninhos em telhas residenciais.

Em seu habitat, costumam ser presas de aves maiores como o carcará, o falcão-de-coleira e também o murucututu. Costumam viver em bandos e em locais de vegetação baixa e com o passar dos anos essas aves se acostumaram com os centros urbanos, sendo comumente vistas.

Costumam se alimentar de pequenos frutos quando em liberdade, como as frutinhas da Palmeira Jerivá. Além disso, também gostam muito de se alimentar de milho, inclusive acabam atacando plantações desse tipo com seus bandos.

Considerações finais

É importante também ressaltar que no caso de criação e reprodução desses animais para comércio, é necessário que sejam feitas as regulamentações junto ao IBAMA. Assim sendo, no caso de comprar um animal, é indicado exigir a nota fiscal a fim de evitar irregularidades.

O periquito amarelo é uma das aves mais comercializadas em território nacional, podendo ser encontrado em quase todos os estados do país. Dependendo da criação e da interação com o tutor, alguns periquitos podem desenvolver fala, assim como os papagaios e araras.

Compartilhe sua opinião

Agro20 | Portal Vida No Campo