Petúnia é flor que dá vida aos jardins durante o verão e a primavera

Inicio » Meio Ambiente » Petúnia é flor que dá vida aos jardins durante o verão e a primavera
28/05/2019 Por
Petúnia é flor que dá vida aos jardins durante o verão e a primavera

A beleza da petúnia e suas possibilidades

A petúnia, encontrada facilmente em Holambra, no interior do Estado de São Paulo, faz parte das flores que ajudam a decorar e embelezar os ambientes. Por ser uma flor com grande variedade de cores, elas são escolhidas para dar vida ao locais e torná-los mais agradáveis.

Sendo assim, a cultura de petúnia tem crescido e chamado a atenção dos produtores. Além disso, este tipo de plantio possibilita maior rentabilidade e maiores ganhos. No entanto, antes de cultivá-la, é preciso ter alguns cuidados e seguir dicas básicas para que o investimento não seja desperdiçado.

Petúnia na sacada

O que é petúnia?

Petúnia é um dos gêneros botânicos que pertence à família Solanaceae. Na língua Tupi, seu significado é “flor vermelha”. Ela é natural dos locais tropicais e subtropicais da América do Sul. Grande parte das petúnias encontradas em jardins são de origem híbridas. Ela é uma herbácea anual e pode chegar em cerca de 15 a 30 centímetros de altura. O seu florescimento acontece na primavera e no verão.

As principais cores da flor petúnia são:

  • Azul;
  • Branca;
  • Laranja;
  • Púrpura;
  • Rosa;
  • Salmão;
  • Vermelha.

A antocianida chamada de petunidina é o seu principal pigmento. Seu nome é originário da própria palavra petúnia. Consiste em um corante presente em outras flores e, até mesmo, em algumas frutas.

Classificação das petúnias

Há uma classificação de quatro categorias para as petúnias híbridas de jardim. São elas:

  • Grandiflora: consiste em petúnias que têm as flores maiores, de até 10 centímetros de diâmetro;
  • Hedgiflora: consiste em petúnias com menor altura, ou seja, mais baixas. No entanto, elas se espalham nas laterais e essa planta pode chegar a cobrir até mais de um metro quadrado de superfície;
  • Multiflora: consiste naquelas que têm flores com até 5 centímetros de diâmetros. Sendo assim, são ótimas sugestões para vasos ou cestas suspensos;
  • Milliflora: consiste nas que possuem as flores menores, chegando somente até 3 centímetros de diâmetro. Essas são mais resistentes, sendo assim, têm maior facilidade em serem cultivadas.

Cultura de petúnia

A petúnia tem ganhado maior credibilidade e profissionalismo entre os produtores e interessados na exploração do mercado de flores. Com novas normas adotadas, esse tipo de cultura possibilita o aumento da oferta de novos materiais e equipamentos para o plantio.

Além disso, também possibilita que cresça as opções de variedade para os compradores e consiga maiores recursos e investimentos das empresas. Sendo assim, resulta-se em novos nichos em um ambiente propício.

Petúnia de duas cores

No Estado de São Paulo as petúnias são produzidas principalmente em uma região do interior, chamada de Holambra. Nesta região, predomina-se o clima ameno adequada para o seu crescimento. Dessa forma, este tipo de cultura tem as vendas destinadas para o varejo interno e para países como o Japão, Estados Unidos e alguns da Europa.

As petúnias são fáceis de serem cultivadas, isso faz com que sejam uma boa alternativa em questões de rentabilidade para quem tem pouca experiência nesse ramo e deseja fazer desta atividade uma opção para aumentar os ganhos mensais.

Apesar de serem naturais da América do Sul, as que são maiores e coloridas são mais comuns de serem encontradas atualmente. Elas derivam do cruzamento realizado por alemães e ingleses. Eles decidiram aprimorar o aspecto físico da flor menor e frágil depois que os europeus não ficaram agradados com os exemplares que lhes foram importados.

Essa espécie costuma se adaptar facilmente em:

  • Canteiros;
  • Cercas;
  • Forrações;
  • Jardineiras;
  • Vasos.

Além disso, também são ótimas opções para decorar e dar vida ao ar livre de:

  • Jardins residenciais;
  • Parques públicos;
  • Praças;
  • Escritórios;
  • Salas, entre outros.

As petúnias pertencem à mesma família do tomate, do pimentão e da berinjela. Ainda que seja uma cultura perene, ela deve ser replantada a cada primavera para que se mantenha sempre muito florida. A compra de mudas de petúnia possibilita que um plantio mais simplificado seja realizado, ainda mais por ter sua propagação feita através de sementes, sendo necessária dedicação e familiaridade no processo de semeadura.

Como plantar petúnia – Parte 1

As sementes podem ser compradas em lojas próprias de produtos agrícolas. Para que o cultivo seja mais rápido e tenha grande facilidade, o recomendado é que se opte pela compra das mudas de viveiristas reconhecidos. No entanto, antes de realizar a compra, é preciso analisar os tipos escolhidos para ver se estão de acordo com suas finalidades porque há tipos adequados para plantio em jardins e em vasos.

O bom crescimento da petúnia é favorecido pela incidência dos raios solares por completo em parte do dia. Entretanto, quando submetidas à temperaturas muito altas, a flor pode vir a murchar; próximas ou abaixo de zero podem matá-la. Por isso, é importante se certificar de que o plantio será realizado em uma região com clima ameno e sem chuvas intensas com frequência. Isso evita que as pétalas da flor não sejam danificadas.

Na primavera é quando o nível de floração é mais alto, por isso o plantio é indicado que seja feito nessa época. Essas flores têm bom desenvolvimento em solos férteis, que são ricos em matéria orgânica e muito bem drenados. Além disso, contam com adubação rica em muito ferro.

Em relação ao espaçamento, é preciso de ao menos 30 centímetros entre cada flor plantada em solo sob meia sombra. Nas áreas com sombra total, a distância varia de 22 a 25 centímetros. Já as petúnias pequenas precisam somente de 10 a 15 centímetros de distância entre elas. As que se expandem precisam de pelo menos 45 centímetros.

Petúnia em vaso

Como plantar petúnia – Parte 2

A primeira adubação deve ser aplicada após os três meses do plantio realizado, sendo ela rica em muita quantidade de ferro. O fertilizante foliar é utilizado pela manhã, com a petúnia na sombra. Para que a saúde da flor seja garantida é necessário que o processo seja repetido mensalmente. Fertilizante de liberação controlada no solo é misturado nas jardineiras ou nos vasos.

Já a matéria orgânica deve ser colocada ao solo com 20 a 25 centímetros de profundidade. Isso ajuda a quebrar a argila formada no solo, obtendo assim melhor drenagem e aumentando a habilidade do solo arenoso em absorver os nutrientes e a umidade.

A base dessas flores deve ser regada de duas a três vezes semanalmente. No entanto, o solo não pode ser encharcado, caso contrário a flor pode murchar ou desenvolver doenças. Já no verão, a irrigação deve ser feita diariamente. Um novo cultivo deve ser iniciado depois de geadas, porque é mais difícil de recuperá-las.

A observação da petúnia deve ser constante, pois ela é vulnerável ao ataque de fungos. Além disso, algumas variedades precisam de podas. Elas costumam florescer de 10 a 15 semanas após o plantio, ou seja, de dois meses e meio a quatro meses.

Compartilhe sua opinião

Agro20 | Portal Vida No Campo