Pimenta Trinidad Scorpion tem destaque entre as mais picantes

Inicio » Agricultura » Pimenta Trinidad Scorpion tem destaque entre as mais picantes
05/12/2020 Por
Pimenta Trinidad Scorpion tem destaque entre as mais picantes

Pimenta Trinidad Scorpion é a terceira pimenta mais ardida do mundo, podendo atingir 2.009.231 milhões de unidades na escala Scoville. A pimenta Trinidad Scorpion, apesar de possuir alto nível de pungência, é rica em vitaminas C, A e E, além de minerais como cálcio, ferro e zinco.

Pimenta Trinidad Scorpion é classificada como uma pimenta nuclear, pois seu grau de ardor ultrapassa 1 milhão SHU na escala Scoville.

Pimenta Trinidad Scorpion

O que é pimenta?

Pimenta é o nome dado a todos os frutos de diversas espécies que possuem capsaicina, componente ativo responsável por conferir picância.

Originária das Américas Central e do Sul, a pimenta pertence à família Solanaceae, da espécie Capsicum, sendo cultivada a mais de cinco séculos na América Latina.

Conforme registros, são catalogadas mais de 30 espécies de pimenta por todos os continentes. Entretanto, apenas 5 da espécie Capsicum foram domesticadas pelo homem.

São elas: Capsicum annuum, Capsicum baccatum, Capsicum chinense, Capsicum frutescens e Capsicum pubescens.

Como cultivar a pimenta Trinidad Scorpion?

A pimenta Trinidad Scorpion foi criada por Wahid Ogeer, de Trinidad e Tobago, ilha tropical caribenha e pode atingir 2.009.231 unidades na Escala Scoville.

Por isso, a Trinidad Scorpion figura entre as três maiores pimentas picantes do mundo.

Uma vez que a pimenta Trinidad Scorpion é nativa de uma ilha do Caribe, adapta-se melhor às regiões de clima quente.

Então, não suporta tanto frio intenso, quanto geadas, solo encharcado e estiagem.

Ainda, a pimenteira é de médio porte, podendo atingir entre 1,25 a 1,70 metros de altura e 80 a 1 metro de diâmetro, necessitando de local apropriado para que seu desenvolvimento seja pleno.

As sementes, também, devem ser de boa procedência para que não ocorra risco de adquirir híbridos, prejudicando, assim, o resultado final do cultivo.

Entretanto, ainda existe a possibilidade de adquirir mudas já formadas em lojas especializadas em jardinagem e hortifruti.

Primeiramente, as sementes podem ser plantadas em copo plástico descartável ou sementeiras.

As sementes devem ser colocadas a 4 cm de profundidade, em solo rico em matéria orgânica e a muda deixada à meia-sombra.

A muda deverá ser regada diariamente, mas em pequena quantidade para não ocasionar seu apodrecimento.

Por volta de 15 a 18 dias do plantio acontecerá a germinação e, então, a muda deve ser transplantada para o local definitivo.

O transplante da pimenta Trinidad Scorpion deve ser realizado em solo profundo, rico em matéria orgânica e cultivada em pleno sol.

A irrigação deverá ser feita com regularidade, mas em pequena quantidade. A adubação deve ser a cada 7 dias durante seu crescimento, assim como no período de sua floração.

Mas, assim que ocorrer a frutificação, a adubação deverá ser realizada a cada 15 dias.

Já a colheita da Trinidad Scorpion poderá ter início, aproximadamente, 4 meses após sua semeadura.

Pimenta Trinidad Scorpion

Características da Trinidad Scorpion

A Trinidad Scorpion é uma das pimentas ardidas que ultrapassa os 2 milhões de unidades na escala de Scoville, método desenvolvido em 1912 por Wilbur L. Scoville para medir o nível de ardência das pimentas.

Sua principal característica, e que a difere de outras da mesma espécie, é a parte inferior do fruto, que é bastante longa e fina, parecida com a cauda do escorpião.

As folhas da pimenta Trinidad Scorpion são grandes, podendo medir entre 16 a 20 cm, são ovaladas e de coloração verde-escura.

Já sua coroa é levemente esverdeada, mas sem manchas e, as anteras, azuladas. As flores brotam entre 2 a 3 por nó, ora com haste inclinada, ora pendente.

Assim que ocorre a frutificação, a coloração é verde, mudando para o laranja e, quando bem maduro, vermelho forte e brilhante.

Seus frutos apresentam formato de sino e podem medir de 5 a 7,5 cm de comprimento, por 4 a 5 cm de diâmetro.

Ainda, podem conter aproximadamente entre 30 a 32 sementes de cor creme, são enrugados e bem ásperos.

Apesar de a pimenta Trinidad Scorpion apresentar alto nível de pungência, de acordo com degustadores da especiaria, ela possui sabor intensamente frutado.

Ela pode ser encontrada para compra in natura, mas conservada em vinagre, bem como em forma de molho, em lojas especializadas em condimentos importados.

Tipos de pimenta

Os frutos de todas as espécies de pimenta, sem exceção, apresentam capsaicina, composto ativo responsável pelo nível de ardência.

Além disso, possuem coloração e formatos diferenciados conforme seu plantio como, por exemplo, condições do solo, luminosidade, adubação, entre outros.

Embora as pimentas possuam nutrientes importantes para o organismo como minerais e vitaminas, além de ser um alimento termogênico, seu consumo no Brasil é baixo em comparação a outros países.

Por exemplo, o consumo per capita no México, país de gastronomia bem apimentada, é de aproximadamente 50 gramas por dia.

A Turquia é o país que mais consome pimenta no mundo, chegando a mais de 86 gramas per capita/dia.

No Brasil, apesar de serem encontrados vários tipos de pimenta com maior ou menor pungência, o consumo per capita não ultrapassa 1 grama/dia.

Em seguida, listaremos alguns tipos de pimenta mais consumidos pelos brasileiros.

Pimenta Trinidad Scorpion

Pimenta dedo-de-moça

A pimenta-dedo-de-moça é originária do Brasil, possui aroma e sabor bastante suaves. Por isso, é muito utilizada na culinária para o preparo tanto de pratos salgados quanto doces.

Em comparação a outros tipos de pimenta ardida, apresenta nível de ardência baixo, não ultrapassando 15.000 unidades na escala Scoville.

Pimenta malagueta

A pimenta malagueta é uma das mais cultivadas no mundo. Em 2018, formam produzidas mais de 36 milhões de toneladas da malagueta verde.

Mesmo que seu nível de pungência seja bastante elevado, podendo chegar até 100.000 unidades na escala Scoville, é bastante utilizada na culinária brasileira em conserva e molhos.

Pimenta biquinho

Cultivada durante anos apenas com finalidade ornamental, a pimenta biquinho, há algumas décadas, passou a integrar pratos da alta gastronomia.

Seu sabor é bastante adocicado, além disso, possui nível de ardência baixo, não ultrapassando 1.000 unidades na escala Scoville.

Pimenta-do-reino

Sem dúvida, a pimenta-do-reino é uma das pimentas mais consumidas pelos brasileiros. Aliás, o Brasil é um dos maiores exportadores mundiais da especiaria.

Além disso, a variedade é uma das mais consumidas no mundo. Seu sabor, apesar de ser intenso, apresenta nível de pungência baixo, não superior a 4 unidades na escala Scoville.

A pimenta Trinidad Scorpion, apesar de possuir nutrientes benéficos ao organismo, deve ser consumida com moderação. O excesso de ingestão pode causar, sudorese intensa, vômitos, tonturas, além de forte queimação tanto na língua quanto na garganta.

Compartilhe sua opinião

Agro20 | Portal Vida No Campo