Pinheiro é o nome comum de árvores da divisão Pinophyta

Inicio » Agricultura » Pinheiro é o nome comum de árvores da divisão Pinophyta
27/07/2019 Por
Pinheiro é o nome comum de árvores da divisão Pinophyta

O pinheiro tem tamanhos que variam de acordo com a espécie

Uma árvore conífera que pertence à família Pinaceae, o pinheiro possui cerca de 115 espécies que são divididas em 3 subgêneros baseados no tipo de folhas, cones e sementes.

Os pinheiros são altamente explorados pelos humanos, mas também são frequentemente atacados por vários insetos e fungos. Graças a esses fatores, certos tipos de pinheiro são tidos como plantas ameaçadas de extinção.

Pinheiro

O que é pinheiro?

Pinheiro é uma árvore conífera, o que significa que possui cones através dos quais se reproduz. Além disso, os pinheiros também são “sempre-vivas”, ou seja, conservam sua folhagem e cor durante todo o ano.

A árvore pinheiro é uma das mais comuns no mundo, totalizando cerca de 100 espécies. São elas que formam grandes florestas caracterizadas por amplas áreas abertas com a luz do sol derramando no chão de folhagens.

Algumas espécies de pinheiro são amantes do sol, uma vez que não crescem bem sob condições sombrias. A grande maioria vive no Hemisfério Norte, mas com exceção do pinheiro de Sumatra, o Pinus merkussi, que sobrevive ao sul do Equador.

Tipos de pinheiro

Como dito acima, existem cerca de 115 espécies em todo o mundo, entre elas o pinheiro silvestre. Aproximadamente, 36 tipos são nativos da América do Norte.

Algumas das formas da árvore que se pode encontrar são:

  • Pinheiro gigante: é também conhecido pelo nome científico Pinus lambertiana ou por pinho-do-açúcar, uma vez que é o mais alto de todos os tipos. Ele é nativo das regiões do sudoeste dos Estados Unidos e do México. As agulhas (folhas) crescem em feixes de cinco em cinco;
  • Pinheiro branco ocidental: ou Pinus monticola, pode ser encontrado nos países ocidentais e em algumas áreas do Canadá. Pinheiros brancos ocidentais são às vezes chamados de pinheiros brancos da montanha, mas também de pinheiros-prateados;
  • Pinheiro branco oriental: ou Pinus strobus, é encontrado em áreas orientais dos EUA e também do Canadá. Difere do pinheiro ocidental, com seus cones menores e suas agulhas em maior abundância;
  • Pinheiro vermelho: ou Pinus resinosa, também é conhecido como pinheiro da Noruega. Esses tipos de árvore são dos estados nordestinos nativos e do leste do Canadá. A casca de pinheiro tem uma coloração marrom-avermelhada e cresce em solos arenosos;
  • Pinheiro taeda: ou Pinus taeda, é encontrado ao longo da costa leste em regiões do sudeste dos Estados Unidos. Esta espécie é extremamente vulnerável à doença da ferrugem fusiforme. No sul, os pinheiros taeda são usados ​​para estabilizar o solo e lutar contra a erosão;
  • Pinheiro curto: ou Pinus echinata, as agulhas do pinheiro de folhas curtas vêm em feixes de dois para três e são tipicamente de três a cinco polegadas de comprimento. Essa é a única espécie que é nativa do Missouri.

Pinheiro

Curiosidades sobre o pinheiro

  • O tamanho do pinheiro depende da espécie. Eles podem atingir de 3 a 75 metros de altura. A maioria cresce até 45 metros, sendo que a coroa pode atingir 9 metros de diâmetro.
  • A maioria dos pinheiros tem casca grossa e escamosa. Muitos ramos surgem dos mesmos pontos dispostos em espiral na árvore.
  • Pinheiros têm folhas em forma de agulhas que permanecem nas árvores durante todo o ano (plantas perenes).
  • Pinheiros se reproduzem através de cones, estruturas de formato cônico que contêm órgãos sexuais masculinos e femininos.
  • Os pinheiros são plantas monóicas, o que quer dizer que elas produzem cones individuais não só “machos”, como também “fêmeas”.
  • O pólen dos cones masculinos será transportado para os cones femininos com a ajuda do vento. Os cones femininos são verdes e pegajosos antes da fertilização. Eles mudam a cor para marrom e endurecem alguns anos após a fertilização, quando se tornam prontos para liberar as sementes.
  • Apesar do fato de que as sementes têm baixo peso, elas são dispersas a apenas 30 metros da planta mãe. Sendo assim, esquilos, pica-paus e outros animais da floresta comem sementes escondidas nos cones.
  • Aproximadamente 20 tipos diferentes produzem variações de nozes. Este fruto do pinheiro é usado na dieta humana e frequentemente assado ​​no forno ou frito antes do consumo.
  • A noz do pinheiro branco chinês é levemente tóxica, além de produzir um gosto metálico na boca. Essa sensação desagradável desaparece depois de alguns dias. A condição médica associada ao seu consumo é conhecida como Síndrome da Boca de Pinheiro.
  • Esta planta é mais conhecida como pinheiro de Natal. Seus cones são usados ​​frequentemente em fins decorativos durante a temporada de fim de ano. Além disso, essas árvores são cultivadas nos jardins e parques devido à sua morfologia ornamental.

Mais alguns fatos interessantes

  • Os pinheiros produzem uma resina que flui da casca ferida. Infelizmente, essa resina é altamente inflamável e facilita a propagação do incêndio florestal.
  • A madeira dos pinheiros é utilizada na fabricação não só de móveis, mas de telhados, pisos, trilhas ferroviárias e partes dos navios.
  • A vida útil do pinheiro depende da espécie. Ele pode sobreviver de algumas centenas a alguns milhares de anos. O mais antigo espécime conhecido viveu até a idade de 4800 anos.

Pinheiro

A tradição da árvore na época natalina

O pinheiro tem sido tradicionalmente usado para celebrar festivais durante épocas de frio (pagãos e cristãos), e o Natal, por milhares de anos.

Os pagãos usavam ramos para decorar suas casas durante o solstício de inverno, pois os fazia pensar na primavera que estava por vir. Os romanos usavam-no para decorar seus templos no festival de Saturnália. Os cristãos usavam como um sinal de vida eterna com Deus.

Ninguém tem certeza quando essas árvores foram usadas ​​pela primeira vez como árvores de Natal. É provável que isso tenha começado há aproximadamente 1000 anos, na parte norte europeia, contudo, não é certeza.

Várias espécies antigas eram dependuradas no teto, apontando para baixo usando correntes penduradas nos ganchos/lustres de iluminação.

Outras árvores de Natal primitivas, em muitas partes do norte da Europa, eram cerejeiras ou plantas de espinheiro (ou um ramo da planta) que foram colocadas em vasos para que pudessem florescer na época natalina.

As pessoas que não podiam comprar uma planta de verdade, antigamente, faziam pirâmides com os pinhos. Elas os decoravam com papel, maçãs e velas para parecer uma árvore.

As maiores incidências do pinheiro que são conhecidas no Brasil estão no Paraná. Tanto por isso, a árvore é considerada um símbolo do estado. Entretanto, em se tratando de simbolismos natalinos, só se encontram no país as plantas artificiais.

2 Replies to “Pinheiro é o nome comum de árvores da divisão Pinophyta”

  • Cleydes Kloss disse:

    Qual o nome do Pinheiro que aparece na segunda foto de cima para baixo?

  • Mariam Abbas disse:

    Tenho um pinheiro, acredito que seja o pinheiro gigante, mas ele não está crescendo muito e criou um fungo verde acinzentado na casca que acredito estar infestando sua casca e prejudicando seu crescimento e vida. O que devo fazer?

Compartilhe sua opinião

Agro20 | Portal Vida No Campo