Plantas carnívoras se tornam cada vez mais populares e procuradas

Inicio » Agricultura » Plantas carnívoras se tornam cada vez mais populares e procuradas
25/07/2019 Por
Plantas carnívoras se tornam cada vez mais populares e procuradas

Plantas carnívoras são aquelas plantas que capturam e digerem insetos para o cumprimento de suas necessidades de nitrogênio, principal nutriente para plantas

Existem quase 700 espécies diferentes de plantas carnívoras ao redor de todo o mundo. A maior dessas espécies de plantas pertence à família da Nepenthes, conhecida como planta-jarro.

Porém, essas plantas carnívoras são capazes de representar uma ameaça aos seres humanos? Na realidade, não. Boa parte das plantas são encontradas em florestas tropicais no sudeste da Ásia, e seu tamanho médio é de 35 cm de altura e 18 cm de largura.

Plantas carnívoras

O que são plantas carnívoras?

Plantas carnívoras crescem em ambientes em que a superfície é carecida de nutrientes, geralmente pântanos e áreas rochosas. Dessa maneira, essas espécies obtêm os nutrientes necessários atraindo e comendo pequenos insetos.

Todas as plantas, ao contrário dos animais, são capazes de produzir seus próprios alimentos. Elas tiram o dióxido de carbono do ar, da água do solo, da luz do sol e produzem seu alimento através de um processo chamado fotossíntese.

Alimentação das plantas carnívoras

A maior parte dos espécimes se alimenta de pequenos insetos, tanto os que voam como os que rastejam. Já as plantas que se encontram dentro ou ao redor das águas se alimentam de larva, girinos e peixes pequenos.

Uma das curiosidades sobre plantas carnívoras é que, inesperadamente, algumas espécies de plantas tropicais foram relatadas capturando sapos e até mesmo pequenos ratos e pássaros.

As plantas carnívoras são capazes de capturar e digerir insetos e outros animais por meio de armadilhas. Essas plantas utilizam inúmeros artifícios a fim de obter suas presas.

Desse modo, algumas são adocicadas ou têm coloração chamativa, apresentam partes grudentas e escorregadias, que são projetadas para impedir que as presas fujam. Por fim, elas usam cinco recursos básicos de armadilhas:

  • Armadilha na qual a caça se enrola em folhas que possuem enzimas digestivas;
  • Armadilhas colantes que utilizam uma cola gelatinosa para prender insetos voadores;
  • Armadilhas de pressão, onde uma “boca” de folhas se fecha para trancar as presas;
  • Armadilhas de sucção, que usam uma bexiga para sugar criaturas aquáticas;
  • Armadilhas ascídios, que usam pelos apontando para dentro para forçar a presa para as enzimas digestivas.

Plantas carnívoras

Plantas carnívoras comem gente?

Definitivamente, a resposta é não. Essas plantas não representam perigo algum para os humanos, mesmo se você deixar seus dedos nelas por um longo tempo. Isso porque plantas carnívoras são pequenas. Como mencionado anteriormente, elas medem no máximo 35 cm de altura e 18 cm de comprimento.

Até mesmo os insetos vencem a batalha contra as plantas insectívoras. É mais provável que um inseto mastigue a planta do que seja pego em sua armadilha. Os tipos errados de insetos, como as aranhas e algumas formigas, podem escapar de uma armadilha para moscas se forem apanhados.

Mas, ainda assim, são plantas que comem carne. Então, talvez você esteja se perguntando se, sob as condições certas, eles comeriam carne humana.

Algumas espécies de plantas são capazes de digerir pequeninos pedaços de pele humana de cada vez. Sob circunstâncias muito específicas, como uma grama ou duas de cada vez, intercalando com uma dieta de moscas, uma planta carnívora pode se alimentar de carne humana.

Não obstante, algumas são plantas carnívoras e medicinais. O líquido de uma planta de jarro, por exemplo, é bebido na Índia como um elixir geral para evitar infecção. Depois que um inseto cai em seu jarro, as enzimas da planta são ativadas e começam a dissolver sua nova refeição, obtendo nutrientes como nitrogênio que são difíceis de extrair de certos solos.

Esses compostos podem servir como uma nova classe de drogas antifúngicas para uso em medicina humana.

Tipos de plantas carnívoras

Com quase 700 espécies diferentes de plantas espalhadas pelo mundo, listamos as cinco principais abaixo.

Planta-jarro (Nepenthes khasiana)

Nativas dos habitats tropicais da Austrália, Ásia e Sri Lanka, estas plantas contêm jarros que começam como pequenos botões e abrigam um líquido autoproduzido. Os insetos são atraídos pelo cheiro do néctar e ficam presos dentro de seus jarros.

Essas plantas secretam poderosos sucos digestivos que podem quebrar suas presas, permitindo que obtenham os nutrientes de que precisam para sobreviver.

Dioneia (Dionaea muscipula)

Também conhecida como Armadilha de Vênus, é famosa por sua “mandíbula” que se encaixa e aprisiona as presas. Quando um inseto toca dois ou mais dos “pelos” da planta, a armadilha rapidamente se fecha, aprisionando e digerindo lentamente o animal para seu organismo.

A dioneia é uma das poucas plantas que podem realizar movimentos rápidos. Uma vez que a armadilha tenha digerido completamente um inseto, ele abre sua mandíbula mais uma vez, pronta para a próxima refeição.

Drosera (Drosera rotundifolia)

Essas plantas parecem estar cobertas de orvalho e utilizam isso para atrair os insetos. Na verdade, trata-se de uma enzima digestiva pegajosa. Essas plantas são comuns em locais com falta de nutrientes, como pântanos.

Plantas carnívoras

Pinguicula (Pinguicula vulgaris)

É uma espécie similar às droseras, produzindo folhas pegajosas para capturar as presas. Essas plantas são mais conhecidas por suas flores brilhantes e coloridas. Embora as flores geralmente durem por um curto período, elas geralmente são elétricas e têm uma bela tonalidade púrpura.

Sarracenia (Nepenthes khasiana)

Encontradas nos EUA e Canadá, é uma espécie similar à planta-jarro. Ao contrário de muitas outras plantas carnívoras, a sarracenia é semelhante às espécies de flores normais. Por isso, costuma enganar suas presas com mais facilidade.

Uma vez que uma mosca entra na folha alta e oca, ela rapidamente encontra uma poça de água e fica presa. Seu formato íngreme e o agente umectante que ela esconde impedem qualquer chance de fuga.

Como cuidar de plantas carnívoras?

Se você deseja cuidar de uma planta carnívora, você precisa compreender que essas plantas são exatamente como as outras, e não um híbrido de planta e animal. Apanhar e ingerir insetos meramente suplementa os processos normais de vida vegetal.

Para isso, basta seguir alguns passos simples:

  1. Plantar a planta carnívora em um ambiente devidamente escoado. Preencha o vaso ou o canteiro misturando uma parte de perlita ou areia, para duas partes de musgo de turfa;
  2. Regue a planta frequentemente utilizando água destilada ou filtrada. Plantas carnívoras necessitam de terra úmida e são frágeis a poluentes químicos;
  3. Para alimentar suas plantas carnívoras, basta uma média de duas moscas por mês, caso ela esteja em locais fechados. Se ela estiver em local aberto, elas vão se alimentar por conta própria.

Compartilhe sua opinião

Agro20 | Portal Vida No Campo