Produtos diet são aqueles que não contêm açúcar ou outro ingrediente

Inicio » Agronegócio » Produtos diet são aqueles que não contêm açúcar ou outro ingrediente
04/12/2020 Por
Produtos diet são aqueles que não contêm açúcar ou outro ingrediente

Nas últimas décadas, se tornou frequente ver produtos diet e light ocupando sessões inteiras de supermercados e ganhando destaque em comerciais. Talvez isso tenha contribuído para que fossem tratados como sinônimos. No entanto, apesar de produtos diet e light serem parecidos, não são a mesma coisa.

Também se alimenta a crença de que produtos diet são indicados para pessoas que querem ou precisam perder peso. De fato, essa categoria de produto se mostra, à primeira vista, como uma opção mais saudável do que os outros produtos industrializados, entretanto, isso não significa que seja a melhor opção em termos nutritivos.

Produtos diet

O que são produtos diet?

Produtos diet são alimentos que, na sua composição, não apresentam ao menos um ingrediente característico da versão tradicional, como o açúcar, por exemplo.

Imagine uma barra de chocolate tradicional, com todos os ingredientes que a fazem ser irresistível e também muito calórica.

Pensando em reduzir as calorias e o nível de açúcar no sangue para o público mais vigilante com o peso na balança e com a saúde, elabora-se um produto alternativo que apresenta a mesma fórmula, mas que retira de todo ao menos um ingrediente (no caso desse exemplo, o açúcar).

Diferença entre diet e light

Algo que confunde muitas pessoas são os produtos diet e light. Na verdade, muitos nem sabem que correm o risco de cometer um equívoco por pensarem que se trata de sinônimos, do mesmíssimo produto. Contudo, não se engane, pois tal impressão é errada.

A confusão provavelmente se deve às semelhanças entre os termos e pelo de fato serem parecidos em sua proposta. Também pode-se colocar uma parte da conta nas costas da imprensa que, ao menos na época em que tais produtos eram novidades, nunca fez muita questão de apontar as diferenças – talvez muitos jornalistas nem soubessem diferenciar na época.

Então, afinal, qual a diferença entre diet e light?

Como vimos acima, os produtos diet são os produtos que retiram da sua fórmula ao menos um ingrediente presente na versão original.

Os produtos light seguem o mesmo princípio de ser uma versão alternativa de um produto industrializado. No entanto, em vez de retirar totalmente um ingrediente da fórmula original, o produto light reduz o teor de algum ingrediente, como sódio, açúcares, gordura ou colesterol.

Ou seja, como o nome em inglês sugere, é uma versão mais “leve” de um produto original. Já os produtos diet (“dieta”, em português) são uma versão mais leve ainda, “superleve”, pois retiram por completo um ingrediente.

Produtos diet

Produtos diet e light ajudam a emagrecer?

Esse é um ponto que talvez pegue muitos de surpresa por terem passado a vida acreditando que produtos diet e light ajudam a emagrecer. Tal afirmação vendida pelas fabricantes desses produtos parece seguir uma lógica indestrutível.

São produtos mais leves que a versão original, têm menos açúcar, colesterol, sódio, etc, ou a ausência total de um desses componentes. Portanto, é lógico pensar que são produtos menos calóricos, por isso, com menos potencial de engordar quando consumidos com moderação.

Mas há uma pegadinha que normalmente comerciais de TV não costumam contar. Afinal, é tanta maravilha para se vender que não há espaço para choques de realidade.

Ocorre que, como os produtos diet retiram ingredientes da fórmula, é natural que ela fique não só menos calórica ou gordurosa, dependendo do ingrediente que se retira, como também perca em sabor ou textura.

Esse é o ponto fraco desses produtos e que faz muita gente fazer careta: o gosto amargo. Aliás, motivo mais que suficiente para fazer muitos consumidores saírem correndo quando ouvem as palavras diet ou light, partindo para outros produtos.

Para reduzir essa resistência, as fabricantes passaram a usar ingredientes como edulcorantes e gordura para manter o sabor agradável e conferir textura ao produto.

Ou seja, dependendo do produto, a versão diet ou light pode ser até mais calórica do que a original. É como se tirasse meia dúzia da fórmula para acrescentar uma dúzia inteira.

O comercial de um chocolate diet, por exemplo, deixa em destaque a informação de “menos açúcar”, mas não informa que tem mais gordura.

Alimentação natural e pouco processada

Recorrer a produtos diet para perder peso não é garantia de que vá alcançar o objetivo. É preciso ficar bem atento às informações nutricionais e ter algum conhecimento sobre nutrição para identificar os produtos que realmente são menos calóricos dos que apenas propagam que são.

Os produtos diet e light, na verdade, são mais indicados para pessoas que sofrem de diabetes ou têm intolerância a ingredientes específicos, pois como a preocupação delas é o consumo de ingredientes específicos e não se são mais ou menos calóricos, essa categoria de alimentos atende perfeitamente suas necessidades.

Qual a melhor solução para a dieta?

Se o foco é perder peso mesmo, recomenda-se a preferência por produtos naturais, isto é, que não sejam industrializados ou que sejam minimamente processados. Claro, tem que se evitar a todo custo os ultraprocessados.

Outro ponto importante: a alimentação é apenas uma das etapas para conseguir reduzir o peso. O ideal é que uma alimentação equilibrada seja acompanhada de exercícios físicos diários.

Produtos diet

Iogurte light

Geralmente é feito com leite desnatado e sem açúcar, contudo, pode ser acrescido de mel ou adoçante artificial.

Pão de forma light

Costuma-se fazer pão de forma light sem adição de açúcar e gordura.

Achocolatado light

O achocolatado pode ser feito sem açúcar ou com leite desnatado. Outra versão é com leite e cacau desnatado, mas menos teor de açúcar.

Alimentação saudável

Não é só o Brasil que vem notando aumento da procura por uma alimentação mais saudável nos últimos anos. Essa tem sido uma tendência mundial.

O mercado de alimentação saudável está apresentando alta de 12,3% ao ano, segundo dados do Brasil Food Trends 2020.

Muito desse aumento vem ancorado no segmento fitness, de academia, que explodiu nos últimos anos, sendo um reflexo da preocupação de boa parte da população brasileira com a sua saúde física e com o bem-estar pessoal.

Esse mercado de alimentação saudável inclui não só produtos naturais, mas também produtos diet.

Compartilhe sua opinião

Agro20 | Portal Vida No Campo