Tipos de mel: conheça as características específicas dos principais

Inicio » Agronegócio » Tipos de mel: conheça as características específicas dos principais
16/06/2020 Por
Tipos de mel: conheça as características específicas dos principais

O Brasil tem reservas florais disponíveis que permitem a produção de variados tipos de mel. A soma de tipos de mel produzidos anualmente no país chega a 150 mil toneladas. O mel de abelha é tradicional na culinária brasileira e conta com diferentes versões. Além do sabor extremamente agradável, é também conhecido por proporcionar muitos benefícios à saúde.

Os tipos de mel incluem versões com laranja, eucalipto, caju, canela e também o mel puro, que não sofre qualquer tipo de filtração ou adição de produtos.

tipos de mel
Nos quatro cantos do Brasil é possível encontrar muitos tipos de mel, que são produzidos a partir de variadas plantas. Plantas essas, que vão definir o sabor do mel, que é um alimento antigo consumido pela humanidade. Além disso, o mel é saboroso e traz benefícios para a saúde.

Todavia, inicialmente era obtido de forma extrativa, ação que muitas vezes prejudicava a colmeia. Com o passar dos anos e o aprimoramento das práticas de extração do mel, é possível usufruir dos vários tipos de mel sem prejudicar as abelhas.

O que é mel?

Mel é um alimento em estado líquido, geralmente viscoso, produzido por abelhas ao recolherem o néctar das flores. É extremamente rico em diversos minerais e nutrientes. Os benefícios que proporciona variam de acordo com o tipo de flor que foi recolhido.

Certamente há vários tipos de mel de abelha, principalmente da família dos processados. Os processados adicionam no mel outros elementos para acentuar determinado gosto no líquido. Além disso, filtram e superaquecem.

Diz-se que esse tipo de mel é o que faz o organismo menos se aproveitar das propriedades naturais saudáveis, por isso indica-se o consumo do mel puro.

O mel puro, por não passar por qualquer das fases de processamento industrial, preserva todos os nutrientes de que é composto. Isso ocorre porque é apenas espremido do favo junto ao pólen que o compõe.

tipos de mel

Benefícios do mel

O mel é conhecido por aliviar sintomas de enfermidades e proporcionar benefícios à saúde, por isso é usado para alívio de dores de garganta e tosse. Também é recorrido para regular os níveis de açúcar no sangue, melhorar o metabolismo e até o desempenho do cérebro.

Quais são os tipos de mel?

Há vários tipos de mel de abelha. Em seguida, apresentamos os mais conhecidos. Confira!

  • Mel de uruçu: “uruçu” em tupi significa abelha grande. É extraído de abelhas sem ferrão. O tom do mel de uruçu é amarelado e mais puxado para o própolis. É produzido na região do Nordeste e uma de suas principais características é possuir bastante água.
  • Mel de laranjeira: sem dúvida, o mel de laranjeira é um dos mais populares por pegar carona na popularidade da fruta no Brasil. É indicado para combater insônia. Talvez um dos motivos seja o de ter um gosto mais cítrico. Seu aspecto é de cor clara e tem um aroma suave.

tipos de mel

  • Mel de caju: um dos tipos de mel feitos diretamente do suco de fruta, o mel de caju é rico em vitamina C, mais até do que se encontra no próprio caju. Isso o gabarita para lidar com problemas de anemia.
  • Mel de eucalipto: assim como o de laranjeira, certamente o mel de eucalipto é um dos mais populares no Brasil. É o mais indicado para aliviar dor de garganta. Também ajuda a combater tosse, sinusite e resfriados.
  • Mel de borá: esse mel produzido no Sudeste se diferencia dos demais devido ao sabor levemente salgadinho e ácido.
  • Mel de cipó-uva: o mel de cipó-uva apresenta coloração âmbar clara e sabor adocicado. Dentre as propriedades benéficas para a saúde, destaca-se a melhora da digestão e fixação do magnésio e cálcio;
  • Mel jataí:  produzido em quase todo o país, o mel jataí é de cor clara e tem um sabor levemente ácido. Pode ajudar a amenizar os sintomas da gripe;

Dessa forma, existem vários tipos de mel que hoje, inclusive, são fonte de renda para muitos produtores através da apicultura, que aprimorou as técnicas de manejo para a obtenção deste alimento.

Compartilhe sua opinião

Agro20 | Portal Vida No Campo