Pulverizador agrícola ajuda nos cultivos e precisa de manutenções

Home » Agronegócio » Pulverizador agrícola ajuda nos cultivos e precisa de manutenções
17/10/2019 by
Pulverizador agrícola ajuda nos cultivos e precisa de manutenções

O pulverizador agrícola é um aliado fundamental para a produção, sendo responsável pela aplicação de agroquímicos que previnem e combatem doenças, pragas e insetos

O controle de pragas mediante a ação de um pulverizador agrícola torna as plantações viáveis, não importa se as lavouras são médias, pequenas ou integram grandes propriedades rurais.

Para tanto, os produtores necessitam usar certos tipos de agrotóxicos, pois não é fácil encontrar, seja qual for suas dimensões, uma plantação que nunca tenha sido atacada por alguma praga. Logo, a utilização do pulverizador agrícola, mais do que um benefício, se tornou indispensável para a agricultura moderna.

Pulverizador agrícola

O que é pulverizador agrícola?

Pulverizador agrícola é um equipamento que realiza a distribuição de substâncias líquidas (em minúsculas partículas) sobre as plantações. Esse processo é de grande relevância, uma vez que facilita a absorção de substâncias e uma pulverização adequada.

Para que serve o pulverizador agrícola?

Se você sempre quis saber para que serve o pulverizador, gostaria de saber que ele não só distribui agrotóxicos, mas também é largamente usado para fertilizar e nutrir as lavouras.

Sua finalidade principal consiste em assegurar que os produtos sejam distribuídos na mesma quantidade e na medida correta junto aos locais necessários.

Tipos de pulverizadores agrícolas

Há distintas classificações para pulverizadores agrícolas. A primeira delas refere-se ao tipo de acionamento que tanto pode ser elétrico, manual ou a combustível.

No caso do pulverizador agrícola manual, o operador necessita, a cada jato, acionar o equipamento, de modo que são mais indicados para áreas pequenas. Afinal, ele não atende as necessidades de boa parte dos produtores.

Para os cultivos de grande, médio e pequeno porte que visam comercializar suas produções, o mais indicado é usar máquinas de pulverização. Assim, basicamente, um motor (funcionando à base de combustível) ou bateria podem ser empregados para acionar o pulverizador agrícola.

Existem outras classificações relativas à configuração desse equipamento e, também, ao tipo específico de máquina pulverizadora utilizada para o movimentar. Conheça, a seguir, alguns dos principais.

  • Costal

O costal é, geralmente, composto por um reservatório que, por meio de suas alças, pode ser transportado nas costas, tal como uma mochila. Ele pode ter acionamento elétrico, manual ou via combustível.

Seja como for, o modelo necessita ser carregado pelo operador, fato que o torna indesejável para aplicações em largas extensões de terreno.

  • Pistola

A pistola de pulverização opera, geralmente, com ar comprimido, podendo possuir acionamento elétrico ou manual. Neste caso, é indicada apenas para os proprietários de pequenos jardins, pomares e hortas.

  • Pulverizador de barra

O pulverizador de barra é dotado de múltiplas pontas pulverizadoras, geralmente montadas em tratores. Dessa forma, é possível atender grandes extensões em pequenos intervalos de tempo, diferentemente do que acontece com modelos não tratorizados.

Sendo assim, essa máquina é altamente recomendável para os agricultores que operam com quaisquer volumes de produção e que almejam atingir a mais alta eficiência possível em suas lavouras.

Esse pulverizador agrícola tende a ser mais comumente utilizado em culturas anuais como soja, batata, trigo, milho e horticultura em geral.

  • Atomizadores

Os atomizadores pulverizam os produtos sobre as plantações por força de correntes de ar de grandes velocidades. Como consequência, os produtos podem atingir grandes distâncias.

Os pulverizadores desse tipo são mais usados em culturas perenes, tais como laranja e café.

Pulverizador agrícola

Partes e acessórios do pulverizador agrícola

As partes integrantes dependem de cada tipo de pulverizador agrícola. Não obstante, eles contêm, em sua maioria, componentes como:

  • Bicos de pulverização;
  • Algum dispositivo de aplicação (como pistola ou barra);
  • Conjunto de acionamento;
  • Mangueiras;
  • Regulador de pressão;
  • Manômetro;
  • Filtros;
  • Agitador hidráulico ou mecânico;
  • Bomba;
  • Reservatório ou tanque para o armazenamento dos produtos.

Essas partes são básicas, isto é, os pulverizadores podem trazer outros itens, segundo as tecnologias aplicadas. Na atualidade, há itens com medidores aplicados de volume, localizadores GPS, sistemas por controle remoto, além de outras facilidades.

Dicas para escolher um bom pulverizador agrícola

A seleção do pulverizador agrícola depende, basicamente, das dimensões da plantação e do tipo da cultura. Há pulverizadores com diversas capacidades, portanto, o mais indicado é levar 3 importantes quesitos em consideração:

1. Considere a cultura

Para culturas anuais, barras acopladas a tratores são mais usadas, ao passo que, para as culturas perenes, os atomizadores representam a escolha ideal.

2. Avalie a extensão da área que será pulverizada

A extensão da área a ser pulverizada determinará a capacidade das máquinas adquiridas ou a quantidade necessária de equipamentos. Para o pulverizador do tipo barra, por exemplo, é possível encontrar máquinas cuja capacidade exceda os 4 mil litros.

Obviamente, quanto maior o terreno, tanto maior deve ser o armazenamento do pulverizador. Dessa forma, você não terá necessidade de interromper os processos para realizar diversos abastecimentos e não investirá além do que for preciso para atender as necessidades de sua lavoura.

Quanto aos atomizadores, convém ressaltar que a capacidade não apresenta grandes variações. Desse modo, a área de plantação determinará a quantidade necessária de pulverizadores.

Isso significa que, independentemente da cultura, é necessário dimensionar sua lavoura para identificar quais são os pulverizadores mais indicados e quantos serão efetivamente necessários adquirir.

3. Negocie apenas com fornecedores confiáveis

Escolher bons fornecedores é crucial para garantir a qualidade do seu pulverizador agrícola. Priorize aqueles que asseguram peças de reposição (quando necessárias) e que demonstram preocupação em manter bons relacionamentos no pós-venda.

Lembre-se de buscar fornecedores que se importam com a qualidade e desejam se tornar parceiros na solução dos problemas comuns a quem opera no campo.

Enfim, com dados confiáveis acerca dos modelos disponíveis no mercado, o correto dimensionamento de sua lavoura e o suporte de um fornecedor qualificado, você terá maiores chances de escolher o melhor equipamento.

Pulverizador agrícola

Condições de manutenção

Após selecionar o pulverizador agrícola correto e adquirir o maquinário necessário, você deve pensar sobre as condições de manutenção dos seus equipamentos.

Mantê-los calibrados, limpos e trocar regularmente as peças ajudará a prolongar sua vida útil e, também, a economizar insumos. Além disso, assegurar boas condições de manutenção permite elevar a eficiência das pulverizações.

Limpeza do pulverizador rural

Quaisquer resíduos de agroquímicos que permaneçam no pulverizador rural podem resultar em contaminações de animais ou pessoas. Os restos podem se misturar com os novos produtos a serem pulverizados e, assim, prejudicar suas performances.

A limpeza, portanto, é imprescindível tanto para preservar a saúde de trabalhadores quanto a natureza, bem como evitar prejuízos sobre a eficácia dos produtos empregados.

Não se esqueça, então, de que a limpeza do pulverizador agrícola deve ser realizada ao final de cada dia ou quando houver trocas dos tipos de produtos.

Compartilhe sua opinião

Agro20 | Portal Vida No Campo