Queijo minas: origem, produção e benefícios para a saúde

Inicio » Agronegócio » Queijo minas: origem, produção e benefícios para a saúde
22/05/2019 Por
Queijo minas: origem, produção e benefícios para a saúde

Conheça as vantagens de se consumir queijo minas

O queijo minas ou queijo de minas é muito conhecido no Brasil. Este queijo recebe esse nome porque é produzido em Minas Gerais, então, todo queijo produzido neste estado possui essa denominação; independentemente do processo de cura ou do local. No entanto, em alguns outros estados do país, este queijo é também chamado de queijo branco ou queijo frescal.

O queijo minas nada mais é do que o tipo fresco. Ele é muito conhecido por ser um dos tipos de queijo mais saudáveis, e é indicado pelos nutricionistas por conter um teor menor de gordura em relação à outros queijos. Em Minas Gerais, ele recebeu o título de patrimônio cultural imaterial brasileiro.

Tipos de queijo: queijo minas

O que é queijo branco?

Queijo branco (queijo minas) – também chamado de queijo de minas ou queijo de minas frescal – é um queijo brasileiro, feito a partir da coagulação enzimática do leite de vaca com coalho ou outras enzimas também coagulantes; sendo completadas ou não com a ação de bactérias do tipo lácticas apropriadas.

As principais características do queijo minas são:

  • Precisa ser consumido fresco;
  • Tem consistência mole;
  • Umidade muito alta;
  • Massa crua;
  • Classificado como semi-gordo;
  • Sabores com grandes variações.

Origem do queijo minas

Este queijo surgiu no Brasil com a chegada das famílias portuguesas, no século XVII. Foram eles que trouxeram para o país uma técnica tradicional de fazer queijo coalhado utilizando leite fresco. Essas famílias perceberam que o estado de Minas Gerais tinha condições ambientais e geográficas adequadas para a produção de laticínios. Assim, os portugueses passaram a adaptar suas receitas naturais de Portugal para o solo mineiro.

A produção do queijo fresco requer muita atenção e controle, para que garanta seu sabor, consistência e textura ideais. É preciso que a temperatura do leite seja controlado durante a produção, assim como a manipulação corretos de todos os materiais usados no modo de preparo, além de como eles são utilizados.

Para preparar este queijo, a ordenha acontece no mesmo dia em que o leite é levado para iniciar a linha de produção. Ele é filtrado o quanto antes e não deve passar por etapas de pasteurização. Ou seja, o leite precisa estar cru para que se transforme em queijo.

Segundo a IPHAN (Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional), o queijo minas passou a ser um Patrimônio Cultural Imaterial Brasileiro no ano de 2008.

Benefícios do queijo minas

O queijo minas é um dos tipos de queijo branco mais consumidos pelos brasileiros. Ele é rico em cálcio, vitaminas dos complexos B e D, vitamina A e ainda possui baixas calorias.

Este queijo tornou-se adequado principalmente para quem deseja manter uma alimentação saudável rica em qualidades nutricionais. Ele ajuda no processo de emagrecimento e contribui para o sistema cardiovascular.

Produção de queijo minas

Os principais benefícios do queijo minas são:

  • Possui menos gordura;
  • Baixa concentração de sódio;
  • Combina com doces e salgados;
  • Ajuda a aumentar a imunidade do corpo;
  • Proporciona que pele e cabelo fiquem saudáveis;
  • Fonte de proteínas essenciais para o organismo.

Nutricionistas recomendam que seu consumo seja moderado, pois, por mais que o queijo minas contenha pouco sódio, o consumo em excesso pode causar pressão alta em indivíduos que não possuem hábitos alimentares saudáveis.

Compartilhe sua opinião

Agro20 | Portal Vida No Campo