Quiabo é planta de origem africana e traz vários benefícios para a saúde

Inicio » Agricultura » Quiabo é planta de origem africana e traz vários benefícios para a saúde
24/07/2019 Por
Quiabo é planta de origem africana e traz vários benefícios para a saúde

Plantado há mais de 12 séculos a.C. pelos antigos egípcios, o quiabo é um alimento rico em fibras, bem como vitaminas e proteínas, além de minerais

O quiabo, embora muitos acreditem ser um legume, na realidade, é um fruto do quiabeiro. Sua origem é um tanto incerta, mas acredita-se que a primeira muda tenha sido plantada na Etiópia e, posteriormente, levada às Américas. De qualquer forma, é um alimento altamente nutricional.

Amado por uns e, ao mesmo tempo, odiado por outros, principalmente por sua baba, o quiabo, também conhecido como gombô, foi introduzido no Brasil no século XVII. Adaptou-se muito bem às altas temperaturas e ao clima tropical de tal forma que passou a ser uma boa fonte de renda para os produtores.

Quiabo

O que é quiabo?

Quiabo é fruto do quiabeiro, nome científico Abelmoschus esculentus L Moench, pertencente à família Mavaceae, a mesma da malva e do hibisco. O quiabeiro pode chegar a 3 m de altura, com frutos alongados e fibrosos medindo entre 10 a 25 cm e sementes brancas.

Suas folhas são em formato de coração, com 3 a 5 lobos. Suas flores são amarelas com centro carmim e atraem muitos insetos. A coloração do fruto pode variar entre verde e violeta, mas também pode ser vermelha.

É provável que ele tenha sido introduzido no Brasil através dos escravos africanos no Período Colonial. Seja como for, ele passou a fazer parte de pratos tipicamente regionais como, por exemplo, o caruru, na Bahia, bem como o frango com quiabo, de Minas Gerais.

Mas, ele não é apenas usado na culinária brasileira. O quiabo também é utilizado na culinária internacional em vários países como EUA, Índia, África, Malásia e América Central.

Tipos de quiabo

Entre os tipos de quiabo mais cultivados no país, encontramos as seguintes variedades:

  • Campinas;
  • Santa Cruz;
  • Amarelinho;
  • Chifre-de-Veado;
  • Alecrim;
  • Veludo Verde;
  • Veludo Branco.

Ao mesmo tempo, podemos destacar as variedades Canindé e Guará, híbridas de alto potencial genético. Além disso, apresentam frutos quinados e se destacam pela alta produtividade e precocidade.

Como resultado, os híbridos possuem uma coloração verde escura no caso do Canindé e extremamente vermelha no Guará, o que o levou a ser chamado de Quiabo Roxo. Não só os frutos desses híbridos são diferenciados, mas também as suas flores, que são comestíveis.

Dessa forma, podem ser comercializadas para a gastronomia e se tornarem, assim como o quiabo, uma excelente fonte de renda.

Benefícios do quiabo

O quiabo, quando consumido cozido, frito ou em outras preparações, pode trazer benefícios para a saúde. Da mesma forma, suas sementes, sua baba e a água do quiabo também apresentam propriedades farmacológicas.

Quiabo

  • Sementes e folhas do quiabo

As sementes torradas preparadas em infusão possuem propriedades sudoríficas, antiespasmódica e estimulante. Por outro lado, suas folhas são utilizadas como cataplasma emoliente para aliviar a dor, hidratar a pele, prevenir o escorbuto, bem como tratar distúrbios urinários e gonorreia.

  • Raízes do quiabo

O suco das raízes é utilizado, principalmente, para tratar cortes, furúnculos e feridas. Em alguns países, por exemplo, na Malásia, a infusão da raiz é utilizada para tratar a sífilis e induzir as contrações do parto.

Do mesmo modo, as raízes são ricas em uma substância viscosa, popularmente conhecida como baba do quiabo. Essa mucilagem, um polissacarídeo composto por ácido galacturônico, glicose e ramnose, pode ser utilizada como substituta e expansora do volume sanguíneo.

  • Água do quiabo

O fruto é rico em ferro, cálcio e pectina. A pectina é muito importante no organismo por formar um gel, juntamente à água ingerida. Esse gel que é formado absorve parte da gordura consumida durante as refeições.

Em outras palavras, impede o armazenamento de gordura no organismo. Além disso, a pectina auxilia a emagrecer por promover uma maior saciedade.

Receitas com quiabo

O quiabo, aliado a ingredientes simples, resulta em pratos bem saborosos. Confira 2 receitas simples e deliciosas!

  • Farofa de quiabo

Ingredientes:

  • ½ k de quiabo em pedaços;
  • 2 colheres de sopa de vinagre;
  • 1 cebola grande picada;
  • 1 dente de alho picado;
  • 2 colheres de sopa de azeite;
  • ½ k de farinha de milho em flocos;
  • Sal, salsinha picada e pimenta vermelha a gosto;
  • 1 envelope de caldo de galinha.

Modo de preparo:

  1. Primeiramente, deixe o quiabo de molho em água com o vinagre por 15 min. Enxágue e escorra bem;
  2. Em uma panela, aqueça o azeite e refogue a cebola e o alho;
  3. Adicione o quiabo e refogue até ficar crocante;
  4. Uma vez que esteja bem crocante, adicione o caldo e a farinha aos poucos;
  5. Tempere com sal e pimenta;
  6. Logo após, acrescente a salsinha e mexa bem;
  7. Sirva acompanhando carne e frango assados.
  • Quiabo com linguiça

Ingredientes:

  • 1 k de quiabo em rodelas;
  • 1 colher de sopa de vinagre;
  • 500 ml de água;
  • 500 g de linguiça calabresa cortada;
  • 1 cebola picada;
  • 1 dente de alho picado;
  • 2 tomates cortados;
  • ½ xícara de chá de óleo;
  • Sal, pimenta e salsinha a gosto.

Modo de preparo:

  1. Primeiramente, aqueça o óleo e refogue a cebola e o alho;
  2. Logo após, acrescente o quiabo e o vinagre para retirar a baba;
  3. Assim que retirada, acrescente os demais ingredientes, tempere com sal, pimenta e cozinhe até ficar macio;
  4. Logo depois, retire do fogo e acrescente a salsinha.

Propriedades do quiabo

Com toda a certeza, o quiabo é um alimento altamente nutricional. É fonte de minerais como potássio, cálcio, ferro, manganês, fósforo, magnésio, sódio e de zinco. É, também, uma excelente fonte de fibras, proteínas, vitaminas A, C e B1.

Confira a abaixo alguns de seus benefícios para a saúde:

  • Auxilia na redução dos níveis de colesterol;
  • Auxilia na perda de peso por promover uma maior saciedade;
  • Tem ação antiparasitária e anti-helmíntica;
  • Fortalece o sistema imunológico;
  • Auxilia no fortalecimento dos ossos e na saúde dos dentes;
  • Por ser rico em fibras, auxilia no bom funcionamento intestinal;
  • Melhora a saúde de cabelos, pele e olhos;
  • Possui propriedades antioxidantes, prevenindo e combatendo os radicais livres;
  • Melhora a digestão.

Como plantar quiabo?

O quiabeiro é muito fácil de ser plantado, mas requer alguns cuidados. Acompanhe abaixo como plantar quiabo para obter uma ótima produção.

Quiabo

  • Clima e luminosidade

Em primeiro lugar, a região deve ser de clima tropical e temperaturas acima dos 20ºC. Além disso, é necessária uma boa luminosidade, com luz solar direta algumas horas do dia.

  • Solo e irrigação

O solo deve ser fértil, rico em matéria orgânica e bem drenado. Seu pH deve estar entre 6,0 a 6,5. O solo deve estar sempre úmido, porém, nunca encharcado.

  • Plantio de quiabo

O plantio das sementes pode ser feito diretamente no local definitivo ou semeadas em vasos (copos) e transplantadas quando atingirem entre 10 a 15 cm de altura.

  • Colheita de quiabo

A colheita do quiabo começa entre 60 a 80 dias logo após seu plantio. Entretanto, pode continuar por alguns meses em boas condições de cultivo. Além disso, ele deve ser colhido quando está bem desenvolvido, com coloração brilhante, porém, ainda tenro. Quando maduro, pode se tornar fibroso.

Compartilhe sua opinião

Agro20 | Portal Vida No Campo