Rochas sedimentares são formadas por minerais e partes de seres vivos

Inicio » Meio Ambiente » Rochas sedimentares são formadas por minerais e partes de seres vivos
12/06/2020 Por
Rochas sedimentares são formadas por minerais e partes de seres vivos

A surpreendente composição das rochas sedimentares

Rochas sedimentares são rochas formadas através de rochas preexistentes ou pedaços de organismos vivos. Elas surgem a partir dos depósitos que se acumulam na superfície terrestre.

Elas geralmente apresentam camadas distintas. Muitas das vistas pitorescas do sudoeste dos desertos em todo o mundo mostram exemplos de rochas sedimentares em camadas.

Rochas sedimentares

O que são rochas sedimentares?

Rochas sedimentares são rochas que se formaram a partir da coleção de sedimentos. Os sedimentos podem ser partículas provenientes de diversas outras rochas que, após serem submetidos a um processo de intemperismo, se decompõem.

Eles são mobilizados pelos ventos ou pelas águas que, depois da diagênese, se transformam em um material alguma consolidação. O arranjo dessas rochas em camadas sucessivas forma estratos diferentes. Estes podem ser encontrados na crosta terrestre a uma profundidade de até dez quilômetros.

Para as formações de tais rochas, em suma, vários processos geológicos devem ser desenvolvidos. O intemperismo e a erosão são seguidos pelo processo do transporte e sedimentação, por conseguinte, diagênese.

As rochas do tipo sedimentares, segundo sua composição e gênese, podem ser classificadas da seguinte forma:

  • Detritico – É formado quando as demolições (terra em ruínas) que se deterioram e se acumulam são depositadas devido à gravidade;
  • Organogênico – É formado por meio de restos orgânicos, geralmente de esqueletos, como resultado da biomineralização, um processo através do qual os seres vivos podem gerar sólidos inorgânicos;
  • Químico – Essa forma de rocha sedimentar também é conhecida como precipitação química. Nasce do depósito de substâncias dissolvidas;
  • Margas – Muitos cientistas não os consideram um tipo separado de rochas sedimentares porque é uma mistura formada pelo acúmulo de detritos detriticos e químicos.

A origem das rochas sedimentares

A origem das rochas sedimentares é tida por meio da:

  • Erosão;
  • Intemperismo;
  • Transporte;
  • Sedimentação;
  • Diagênese.

Isso ocorre com as rochas pré-existentes, sejam rochas ígneas, metamórficas e até sedimentares. Esses materiais podem litificar, resultando em rochas sedimentares.

Como citado acima, uma característica particular de muitas dessas rochas é que elas são organizadas em níveis ou camadas. Estas se chamam estratos e, em particular, podem ser vistas a uma profundidade aproximada de até dez quilômetros dentro da crosta da Terra.

Sedimentares são os tipos de rochas mais comuns da superfície terrestre, ocupando 75% do nosso planeta. Isso significa que 7 em cada 10 rochas que você pode ver em um ambiente natural correspondem a rochas sedimentares.

Rochas sedimentares

Como se formam as rochas sedimentares

Para entender como se formam as rochas sedimentares é preciso entender primeiramente o que são sedimentos. Em nosso planeta, existem milhares de partículas sólidas de vários tamanhos, transportadas por:

  • Água;
  • Vento;
  • Qualquer outro fenômeno natural.

Chamamos a essas partículas sólidas de sedimento. Sedimentos são a base do que são feitas as rochas sedimentares. Eles são criados quando uma grande quantidade se acumula e se liga, passando por uma série de processos físicos e químicos.

Os sedimentos ocorrem principalmente em locais com água, sejam rios, lagos, mares, oceanos. Entretanto, qualquer outra maneira que forme rochas particulares com suas características é capaz de ser um meio de sedimentação.

O ciclo litológico ocorre da seguinte forma:

  • Primeiro, ocorre a formação de magma, que solidifica através da cristalização, isto é, um resfriamento da rocha e se torna uma rocha ígnea;
  • Depois disso, ocorre a erosão da rocha e a sedimentação, pela qual são formadas as rochas sedimentares que nos ocupam neste posto;
  • Elementos como água, vento, neve, poluição ou mesmo a natureza e biologia alteram a química da rocha.

Exemplos de rochas sedimentares

Âmbar

É uma rocha sedimentar orgânica de natureza plástica. É leve em comparação com a maioria das pedras usuais. O âmbar é a seiva das árvores que endureceu com o tempo. Geralmente é amarelo claro, assim como amarelo leitoso, vermelho ou marrom escuro.

Brecha

Este é um tipo de rocha sedimentar formada a partir de rochas angulares fragmentadas que foram submetidas a cimentação. A forma angular sugere que as peças fragmentadas não viajaram muito longe de suas rochas anteriormente existentes. Suas partes parecem conglomerados, uma vez que seu tamanho é parecido com o de uma ervilha. As brechas são normalmente vistas com várias cores diferentes.

Cherte

Cherte pertence ao grupo de rochas sedimentares químicas formadas a partir de depósitos de quartzo criptocristalino. Chertes são geralmente cinza, mas podem ser marrom opaco, vistos como nódulos bem fechados em calcário. Eles normalmente se projetam para fora do mineral quando este é colocado na água.

Rochas sedimentares

Conglomerado

Os conglomerados pertencem ao grupo de rochas sedimentares clásticas. Eles resultam da cimentação de pedaços semi-arredondados de rochas quebradas. Essas peças mostram que passaram por abrasão e viajaram muito longe de suas rochas anteriormente existentes.

Os conglomerados são geralmente depositados em linhas costeiras ou riachos, podendo ter tamanhos de ervilha ou maiores. São comumente usados ​​na indústria da construção.

Carvão

O carvão é um tipo de rocha sedimentar orgânica formada a partir do acúmulo de material vegetal que passou por decomposição em uma área pantanosa. É naturalmente combustível e geralmente é extraído para esse uso.

Pode ser de cor marrom ou preta. Sua concentração depende do efeito da compactação e das mudanças nas formas de vida orgânicas existentes anteriormente.

Dolomita

As dolomitas pertencem ao grupo das sedimentares químicas semelhantes à calcita. A semelhança é que, geralmente, a dolomita começa a se formar como calcário, mas acaba sendo alterada quimicamente através da substituição do magnésio no lugar de parte de seu cálcio.

Gesso

O gesso é um tipo de rocha sedimentar química que é macia e pode distorcer facilmente. É normalmente de cor branca.

Calcário

O calcário pertence ao grupo de rochas sedimentares químicas formadas a partir de calcita mineral. Geralmente, é um desafio identifica-lo visualmente. O calcário pode aparecer na cor cinza escuro, bem como cinza claro ou marrom.

Exemplos de calcário são:

  • coquina, constituído por conchas fragmentadas;
  • fossilífero, composto por fósseis;
  • encriniano, formado por pedaços de crinoides;
  • litográfico, com grãos finos;
  • de travertino, geralmente transportado pela água.

O calcário é uma rocha sedimentar que tem muitos usos. É utilizado na fabricação de:

  • Cimento;
  • Fabricação de cal;
  • Fabricação de papel;
  • Vidro;
  • Inseticidas;
  • Petroquímicos;
  • Entre outros.

Assim sendo, podemos notar que as rochas sedimentares e seus vários tipos são de suma importância em nossas atividades cotidianas. Tanto por isso, é interessante conhecer mais a seu respeito.

Compartilhe sua opinião

Agro20 | Portal Vida No Campo