Sal proteinado é suplemento que deve integrar a alimentação de rebanhos

Inicio » Agronegócio » Sal proteinado é suplemento que deve integrar a alimentação de rebanhos
14/01/2021 Por
Sal proteinado é suplemento que deve integrar a alimentação de rebanhos

A correta alimentação de um rebanho garante a produção de qualidade de carne e leite, além de evitar a queda de produtividade. Contando com um rebanho de mais de 200 milhões de cabeças de gado, o Brasil é referência em produção e exportação de carne. Isso se deve principalmente aos investimentos em manejo e genética. Porém, a alimentação fornecida aos animais é essencial, com pastagens de qualidade e complementos como o sal proteinado.

No Brasil, grande parte do rebanho é criado em pastagens. Porém, somente a pastagem não fornece todos os nutrientes que os animais precisam. Por isso o sal proteinado pode integrar a alimentação do gado.

sal proteinado

O que é sal proteinado?

O sal proteinado é um suplemento mineral que conta com fontes de proteína como o farelo de soja. A suplementação mineral é necessária, já que apenas a pastagem não supre todas as necessidades do animal.

Por isso, a suplementação mineral e estratégica (com fontes de proteína e energia) é essencial para a adequada alimentação do rebanho. Isso tudo vai resultar em animais saudáveis e boa produtividade.

Os minerais desempenham funções importantes no organismo dos animais, atuando diretamente nos processos de crescimento e desenvolvimento saudável do gado.

O sal proteinado para gado contém mais de 10 minerais que estão envolvidos na composição da carne e do leite. Além disso, também atuam em funções reprodutivas e no desenvolvimento ósseo dos animais.

Mas afinal, para que serve o sal proteinado? É um complemento mineral para equilibrar o organismo do animal. Esse complemento oferece minerais como cálcio, ferro, zinco, fósforo, vitaminas A e E, dentre outros.

Tipos de sal

Dentre os principais tipos de sal destinado ao gado, podemos destacar:

  • sal mineral: o sal mineral é a mistura do sal comum com ingredientes minerais e ureia. É uma alternativa de suplemento, juntamente com rações no período seco, quando a pastagem é escassa. Porém, é preciso lembrar que o sal mineral não atua no ganho de peso em si. Ele contribui para que o organismo do animal absorva melhor os alimentos ingeridos.

sal proteinado

  • sal mineral proteinado: é um complemento mineral enriquecido com proteínas como o farelo de soja, por exemplo. O preço do sal proteinado é maior que o sal mineral. Porém, por ser fornecido em menor quantidade, é economicamente mais vantajoso. Dentre os minerais presentes no sal, podemos destacar o cálcio, ferro, fósforo, magnésio, potássio, etc.
  • sal mineral proteico energético: é uma mistura para atender a exigência mineral, além de fornecer fontes de proteína e energia. É composto por ureia, minerais e fontes de proteína e energia – como o milho, sorgo, raspa de mandioca, etc. A suplementação ajuda o rebanho a ter um melhor desempenho na pastagem. Afinal, o desempenho dos animais criados a pasto depende da quantidade e qualidade da forragem. Além é claro, da concentração de proteínas e energia.

Dessa forma, com boas fontes de alimentação a pasto ou em sistema de confinamento, os suplementos como o sal proteinado contribuem para o bom desempenho do rebanho. Assim, com esses cuidados, o resultado será a qualidade do produto final, com excelentes resultados na pecuária de leite e de corte.

Compartilhe sua opinião

Agro20 | Portal Vida No Campo