Sal rosa ganha espaço no mercado como substituto para o sal de cozinha

Inicio » Agronegócio » Sal rosa ganha espaço no mercado como substituto para o sal de cozinha
03/12/2020 Por
Sal rosa ganha espaço no mercado como substituto para o sal de cozinha

O sal rosa está em todos os lugares, sendo utilizado, principalmente, como um dos mais populares substitutos do sal de cozinha tradicional. Em dietas ou momentos terapêuticos, como nos spas, também é frequentemente utilizado.

Ainda assim, pouco se sabe entre os reais benefícios deste sal. Outra questão que levanta muitas dúvidas é sobre a diferença do sal rosa para o sal de cozinha. Portanto, acompanhe o artigo para maiores esclarecimentos.

Sal rosa

O que é sal rosa?

Um sal feito a partir dos cristais rochosos extraídos de áreas próximas do Himalaia, mas não necessariamente o Himalaia. Logo, a origem do sal rosa é o Paquistão e sua coloração rosada é resultado da imensa quantidade de minerais presentes nas rochas.

Entre esses minerais, encontram-se o magnésio, o potássio e o cálcio. Além disso, o sal rosa do Himalaia é encontrado em quase todos os grandes supermercados. Nesses locais, é encontrado sendo vendido com suas pedras em maior tamanho, sem nenhum refinamento e alguns acompanham pequenos moedores embutidos.

No entanto, as clínicas de estética e spas procuram a pedra para transformá-las em luminárias rústicas e elegantes. Outra utilização desse sal dentro da estética é servir em câmaras de sal que prometem um efeito detox imediato.

Acredita-se fortemente de que o sal seja infinitamente mais saudável que o sal de cozinha. No entanto, muitos afirmam que, na verdade, não há nenhuma comprovação de seus benefícios. Ainda assim, muitos consumidores afirmam a enorme eficácia do produto.

Para que serve o sal rosa?

Após entender o que é sal rosa, fica muito mais fácil aprender para que serve o sal rosa. Em geral, esse sal é amplamente utilizado na culinária e muitos consumidores acham o seu gosto bem melhor do que o sal tradicional.

De fato, todos os sais possuem algumas características diferenciadas em seu gosto, textura e consistência. Muitas pessoas afirmam veementemente que o sal serve como um ótimo aliado à saúde humana.

Porém, sabe-se também que é muito improvável e praticamente impossível obter ótimos benefícios somente utilizando-o como tempero. Ele agrega bons resultados à saúde, mas é preciso sempre aliar o seu consumo com outras práticas saudáveis, como exercício e redução de alimentos nocivos.

Logo, além de ser utilizado como uma forma de tempero, ele também pode servir como adorno e enfeite para objetos.

Sal rosa

Sal rosa é bom?

A questão é se, de fato, o sal rosa é bom. De forma geral, o sal rosa faz bem à saúde, mas quando consumido com moderação e da forma correta. No entanto, pessoas com problemas cardíacos e demais problemas relacionados à pressão alta ficam na dúvida entre consumir o sal rosa ou sal light.

De qualquer forma, ele não é muito recomendado para pessoas com sérios problemas renais, pressão alta, graves acidentes cardiovasculares, etc. Portanto, manter a utilização do sal light é uma boa opção.

Logo, as pessoas que se preocupam se o sal rosa faz mal, na verdade, precisam apenas consumi-lo de maneira correta e não exagerar na quantidade. Além disso, o sal rosa tem iodo, porém em menor quantidade do que o sal de cozinha.

Propriedades do sal rosa

Antes de falar sobre as propriedades do sal, é válido frisar que, segundo especialistas, ele é muito semelhante ao sal marinho. A diferença entre ambos é que ele é mais caro e possui a coloração rosada.

Logo, mesmo que tenha sido retirado das montanhas, o sal desse tipo pode se caracterizar como um sal marinho, já que para ser um sal marinho, é preciso ter resíduos da região onde foi coletado. Entre as propriedades desse tipo de sal, é possível encontrar mais de 80 minerais diferentes, porém em quantidades não muito altas.

Um exemplo é que o iodo possui cerca de 60 mg no sal de cozinha. Já no rosa, ou até mesmo no sal negro do Himalaia, é possível encontrar cerca de 15 mg a 40 mg.

Entre os benefícios oferecidos pelas propriedades deste sal, estão:

  • Redução de acidentes cardiovasculares;
  • Diminuição do inchaço;
  • Desintoxicação do organismo;
  • Auxílio na digestão.

Por conta disso, o preço do sal rosa costuma ser bem mais elevado do que o sal de cozinha. Logicamente, isso depende do local em que ele será adquirido, bem como a forma em que está sendo vendido.

Um exemplo é o tipo a granel e o sal desse tipo em pacote fechado de supermercado. Muitas vezes, o sal a granel é encontrado alguns centavos mais barato do que o sal de pacote fechado.

Sal rosa

Tipos de sal

Existem muitos tipos de sal e estima-se que poderão ser descobertos muitos outros. No entanto, existem alguns deles que se destaca, seja pela qualidade, popularidade, pela forma como é feito o sal ou facilidade de ser encontrado para onde comprar sal rosa. São eles:

  • Sal de cozinha;
  • Sal grosso;
  • O Sal light;
  • Sal do Himalaia rosa e negro;
  • Sal marinho;
  • Flor de sal.

Cada um deles é dotado de características bem diferentes umas das outras, o que colabora para que sejam utilizados de formas semelhantes, mas nem sempre iguais. Para exemplificar, a flor de sal pode ser utilizada, sim, como um tempero. No entanto, a graça mesmo de usá-la é para decorar uma série de alimentos doces ou salgados, já que contrasta o sabor e possui um toque crocante.

Receitas com sal rosa

Uma das receitas com sal rosa de maior popularidade é justamente a carne. Seja um churrasco ou a carne de panela, o mais indicado é sempre utilizar este sal específico depois de o prato estar devidamente pronto. Além disso, a receita também pode ser feita com a carne na pedra de sal desse tipo ou, até mesmo, com o sal tradicional.

O sal desse tipo, no entanto, não se dissolve na água, mesmo que fique nela por muitas horas. Por isso, existe a opção de encontrar o sal dessa cor moído, o que colabora para o preparo do alimento.

Finalizando, então, saiba que para fazer a carne com sal rosa, basta colocá-la na panela junto aos outros ingredientes. Após frita, basta polvilhar um pouco do sal e consumi-la em seguida.

Compartilhe sua opinião

Agro20 | Portal Vida No Campo