Silo garante conservação da produção agrícola e impede desperdício

Inicio » Agricultura » Silo garante conservação da produção agrícola e impede desperdício
02/06/2019 Por
Silo garante conservação da produção agrícola e impede desperdício

Silo é fundamental para evitar deterioração dos grãos

O Silo tem como função primordial armazenar produtos agrícolas e redistribuí-los, em perfeitas condições. Para leigos no assunto, pode parecer uma missão simples, mas faz parte de uma etapa primordial da agricultura. Uma boa conservação evita prejuízos, já que a exposição inadequada da produção agrícola acarreta em deterioração do produto ou multas.

O silo é quase invisível para quem não participa do dia a dia do mundo agrícola. Afinal, quando se fala em agricultura, a imagem que vem à cabeça é a da colheita ou plantio em grandes campos. Mas para que esses produtos sejam comercializados, é fundamental que o processo de armazenamento funcione adequadamente.

No silo, ocorre um processo minucioso que, para funcionar perfeitamente, necessita de investimento em técnica e fiscalização. A atividade é regulada pela Lei nº 9.973 de maio de 2000. Já a Instrução Normativa Nº 24, de 9 de julho de 2013 dá as diretrizes para temperatura, aeração do produto agrícola.

Silo

O que é silo?

Silo é, em suma, um equipamento agrícola destinado ao armazenamento de produtos, geralmente depositados em interior sem estarem ensacados. A dimensão e as características técnicas deste compartimento variam de acordo com a sua função. Este compartimento propicia a manutenção da qualidade do produto armazenado, além de facilitar tanto o enchimento quanto o esvaziamento.

Para que serve o silo?

Silagem é o processo oriundo da conservação de plantas inteiras ou de grãos de cereais com alta umidade (grão úmido). Desse modo, o método deve ser realizado através da fermentação em meio anaeróbico, ou seja, ambiente isento de oxigênio, em locais denominados silos.

Em outras palavras, a silagem garante que a perda nutricional do produto agrícola seja pequena. Outra vantagem é que o alimento pode ser armazenado por um longo período.

Na alimentação de bovinos e ovinos, a silagem de grãos úmidos resulta em uma dieta eficiente e de menor custo. De fato, trata-se de um alimento com alta concentração energética. Na alimentação de suínos, aves e equinos, a silagem de grão úmido substitui total ou parcialmente os grãos de cereais. Além disso, os cereais são conservados na forma de grãos secos.

Silo para grãos

Os silos para  armazenamento de grãos são conhecidos como silos graneleiros. Estes compartimentos tem o objetivo de manter os grãos secos, evitando desta forma a deterioração. Por isso, podem estar situados nas fazendas, nos portos e em empresas cerealistas. Geralmente se concentram em locais de fácil acesso junto a cidades, rodovias, ferrovias ou hidrovias.

No silo de milho, o processo de compactação serve para expulsar o ar de dentro da massa das plantas inteiras, a forragem.

Tipos de silos

As propriedades agrícolas estocam silagem de diversas maneiras. Para isto, utiliza-se silos horizontais (trincheira ou superfície), o silo-fardo revestido por filme plástico e o silo bag. A escolha do tipo a ser utilizado pela propriedade vai depender de alguns fatores. Por isto, leva-se e conta a flexibilidade de uso, as perdas durante o processo e a disponibilidade econômica.

  • Silo trincheira – possui a forma trapezoidal e é o tipo de silo mais utilizado atualmente. Isto devido ao seu baixo custo de construção e facilidades de carregamento, compactação e descarregamento.
  • Silo superfície – É o mais barato de se construir, por não exigir estruturas de alvenaria ou de revestimentos. Por isso, não tem uma seção bem definida, mas se assemelha a forma trapezoidal.
  • Silo Bag – No silo tubular horizonta,l conhecido como silo bag ou silo bolsa, a silagem estocada em bag é produzida com máquinas que empacotam a forragem picada em tubos plásticos horizontais. Os silos-bag mais simples variam de 30 a 60 metros, podem armazenar de duas a seis toneladas de silagem por metro linear.

Silo

Silo bag

O silo bag ganha cada vez mais a preferência dos agricultores por apresentar diversas vantagens. Em primeiro lugar, a anaerobiose é realizada rapidamente neste tipo de equipamento. O material sai do vagão e vai direto para a bag, sem contato com o ar. A fermentação também é mais acelerada, o que reduz perdas pela menor respiração da massa e crescimento de microrganismos aeróbios.

Outra vantagem é a flexibilidade em relação ao local de confecção do compartimento, uma vez que pode ser preparado próximo ao local de colheita da produto agrícola, ou próximo à estrutura de confinamento. No entanto, o terreno deve ser plano e limpo, de modo que possa facilitar o trabalho no momento da confecção do bag.

Com o silo bag, a capacidade de estocagem é variável. Como o mercado possui diferentes dimensões de bags, é possível confeccionar silos de vários tamanhos. De tal forma, o procedimento facilita principalmente o manejo de propriedades que estocam pequena quantidade de silagem.

A quantidade de plástico utilizada para estocar uma tonelada de silagem é menor em silo bag quando comparado ao silo-fardo revestido por filme plástico.

Fermentação

O processo de fermentação pode ser simplificado em três fases: aeróbica (presença de oxigênio). Este processo ocorre durante a colheita e enchimento. Em seguida, vem a fase anaeróbica, condição que permite o crescimento de bactérias láticas e redução de pH. Por fim, retorna para a aeróbica com a retirada da silagem.

Silo

Como funciona um silo

O material agrícola deve ser levado ao silo imediatamente e é imprescindível que o transporte atenda à capacidade de compactação. Posto que o produto agrícola já pode entrar na fase de fermentação neste momento. Já o enchimento do silo deve ser rápido e progressivo, de forma a facilitar o processo de compactação.

A compactação adequada é muito importante para a qualidade da silagem. O material estará bem compactado ao alcançar o volume de 240 kg de matéria seca de silagem por metro cúbico. Para que se empregue o peso adequado para atingir o nível de compactação recomendada, deve-se multiplicar a quantidade de toneladas descarregadas por hora no silo.

O silo deve ser preenchido o mais rapidamente possível, uma vez que é justamente nesta fase que o potencial de qualidade da silagem proveniente de boas lavouras pode ser perdido. São os erros do processo, portanto, que provocam estes prejuízos. Em seguida, após compactado, o silo precisa ser coberto e bem vedado para evitar os efeitos negativos da entrada de ar.

Compartilhe sua opinião

Agro20 | Portal Vida No Campo