Soja é um dos grãos mais importantes para a economia do país

Inicio » Agricultura » Soja é um dos grãos mais importantes para a economia do país
27/07/2019 Por
Soja é um dos grãos mais importantes para a economia do país

Soja tem destaque na produção dos Estados Unidos e no Brasil

A soja adaptou-se às condições e ao clima para cultivo nos Estados Unidos e também no Brasil, em que se expandiu na década 70. O volume de produção global, hoje, é de quase 360 milhões de toneladas, de acordo com o USDA – Departamento de Agricultura dos Estados Unidos. Essa quantidade é dividida entre três regiões: o país norte-americano, o Brasil e outra parte que compreende um conjunto de países (China, Argentina, Índia, Canadá, África do Sul, Paraguai e Uruguai).

Entre os três principais produtores de soja brasileiros, estão os estados do Paraná, Mato Grosso e o Rio Grande do Sul. O segundo, no entanto, lidera com uma produção maior a 30 milhões de toneladas. O estado paranaense se sobressai com uma estimativa de mais de 60 sacas por hectare.

soja

O que é soja?

A soja é um tipo de grão, fonte de proteínas e seu plantio teve início no continente asiático. Sua exploração comercial começou no Ocidente, Estados Unidos. Já no país brasileiro, esse plantio teve estímulo entre os anos 50, por se tratar de uma das alternativas mais adequadas do verão para ser cultivada em seguida ao trigo, que se planta no inverno.

Hoje, o Brasil é responsável pela produção estimada de 75 milhões de toneladas dos grãos. Além disso, eles proporcionam muitos benefícios, principalmente, para a saúde humana.

Benefícios da soja

Este grão ajuda a reduzir os níveis do colesterol LDL, colaborando também para aumentar os níveis do colesterol bom. A alimentação é composta por substâncias chamadas de isoflavonas, que auxiliam a amenizar os sintomas da menopausa, evitando também os prejuízos em relação à massa óssea do corpo.

Sobre os efeitos da menopausa, a soja pode ser associada a todo o equilíbrio dos hormônios. Isto porque, na fase do climatério, a progesterona e o estrogênio sofrem grandes quedas. Os grãos, por conseguinte, compostos por isoflavonas se assemelham aos hormônios estrogênios.

Dessa forma, o grão pode assumir a função de repositor de hormônios para o público feminino que entra na menopausa. Consumir a soja, portanto, atenua os problemas dessa fase da vida das mulheres. Além disso, os grãos ajudam a:

  • proteger toda a saúde óssea, pois são repletos de cálcio;
  • aumentar o colesterol bom;
  • reduzir o colesterol ruim;
  • tratar a saúde intestinal;
  • tratar anemias;
  • beneficiar efetivamente a saúde cardíaca, porque é fonte de gorduras boas como o ômega-6.

Quem consome a soja também está sujeito a riscos menores do câncer de mama. Estudos realizados pela Universidade de Oxford concluíram que consumir a soja reduz esse câncer por conta das isoflavonas.

Soja

Exportação da soja no Brasil

A exportação da soja do Brasil acontece a partir de indústrias, tradings, cooperativas, cerealistas e também as empresas de insumos. As indústrias, por exemplo, adquirem os grãos para que haja a produção alimentícia de industrializados, fazendo uso do óleo de soja e do farelo. Já as tradings, atuam no mercado internacional e facilitam essa negociação entre produtores e compradores.

Em últimos anos, o Brasil exportou uma grande quantidade de soja para a China. Mas o comércio não ocorre somente porque o país chines não compra mais os grãos dos Estados Unidos. A razão é que a soja brasileira está cada vez mais competitiva no mercado de exportação.

Essas exportações para a China aumentaram em 30 %, fazendo com que se movimentassem mais de 68 milhões de toneladas. Um terço desses grãos brasileiros são vendidos para a União Europeia. De acordo com dados públicos de cooperativas e indústrias, o preço da soja varia entre R$60 a R$80 por saco de 60 kg.

Desde a década de 70, a soja tomou proporções muito significativas para o país e, portanto, é extremamente importante para a economia brasileira. Essa produção compõe tanto o mercado de exportação quanto de importação e movimenta a balança comercial não apenas do Brasil, mas do mundo.

Soja

Leite de soja

As vantagens do leite de soja para a saúde são os efeitos que previnem o câncer, em razão dos inibidores de protease e sua grande quantidade de isoflavonas. Esse produto, ainda, é capaz de beneficiar o organismo humano da seguinte forma:

  • diminuindo os riscos de doenças cardíacas;
  • combatendo a osteoporose;
  • ajudando a manter o controle da diabetes;
  • controlando o colesterol alto;
  • ajudando a perder peso, pois seu valor calórico é de 54kcal a cada 100ml.

Como funciona a plantação de soja?

Uma das condições básicas para dar início a qualquer tipo de plantação é ter o máximo de conhecimento sobre os grãos. Por isso, o ideal é saber que a soja é da classe das Fabaceae, muito parecida com o feijão, a ervilha e lentilhas.

Sua origem vem da Ásia, principalmente do Japão e da China, considerando que sua introdução aconteceu também no continente europeu e, depois disso, teve inserção ainda em países americanos. E desde então, a safra da soja é usada para alimentar animais e humanos, porque é fonte de proteínas e dos seguintes minerais:

  • cálcio;
  • magnésio;
  • potássio;
  • zinco;
  • cobre.

Soja

Alguns cuidados devem ser tomados quanto ao solo, manutenção e irrigação. A plantação de soja deve acontecer, portanto, com o seguinte passo-a-passo:

  • preparar o solo para que a soja seja, então, plantada, eliminando resíduos de plantio anterior;
  • enriquecer a terra com fertilizantes e adubo específico para o plantio dos grãos;
  • realizar a semeadura dos grãos;
  • promover o manejo da plantio da soja;
  • irrigar a plantação dos grãos;
  • fazer, por conseguinte, a colheita dos grãos.

Essa colheita pode ser realizada assim que a soja apresentar entre 15 a 16% de água em sua composição. Trata-se de um período em que a textura ideal é obtida. Tal etapa precisa ser feita através de colheitadeiras específicas para que se evitem possíveis perdas. Depois de colher, a soja precisa ser secada naturalmente.

Esse armazenamento da soja é essencial para a sua qualidade. É por conta de todos esses cuidados, que grande parte dos produtores, dão preferência em deixar os grãos em cooperativas ou ambientes específicos para o procedimento dessa etapa. Registra-se a entrada da soja a partir de um documento, e pode-se fazer a retirada desses grãos quando existir conveniência para venda ou afins.

Compartilhe sua opinião

Agro20 | Portal Vida No Campo