Tratorista é o profissional capacitado para operar tratores

Inicio » Agronegócio » Tratorista é o profissional capacitado para operar tratores
08/12/2020 Por
Tratorista é o profissional capacitado para operar tratores

Tratorista possui papel fundamental na agricultura. Sendo o trator um dos equipamentos de maior importância e colaboração na produção agrícola, é igualmente grande a importância do tratorista. Um profissional capacitado dentro desse segmento pode tornar ainda mais efetivo o investimento em maquinários.

Em contrapartida, um profissional sem a devida capacitação pode oferecer perigo e até risco de prejuízos, seja pela produção ou pelo mau uso das máquinas. Em suma, o tratorista possui uma função considerada importantíssima na agricultura.

Tratorista

O que é tratorista?

Tratorista é o profissional que opera tratores ou reboques. Esse operador é responsável por diversos processos dentro da produção agrícola, seja o preparo da terra, a semeadura ou até mesmo a colheita, dentro da operação de tratores e suas diversas aplicações no processo.

Dessa forma, podemos compreender que um trabalhador capacitado pode fazer a diferença nos processos, visto que otimiza a tecnologia disponível para o trabalho rural. Um bom operador fará com que o trabalho seja mais produtivo e efetivo.

No entanto, um tratorista agrícola que não possui a devida capacitação pode oferecer uma série de riscos, como a menor efetividade do trabalho, risco maior de acidentes e até mesmo a possibilidade de danificar os tratores e demais equipamentos. A segurança é um fator muito valioso.

Por conta disso, torna-se indispensável o devido treinamento para tratorista, visando garantir que tal profissional domina a operação desse maquinário. Um operador preparado também saberá conduzir e organizar os melhores momentos para as manutenções preventivas dos veículos.

Além disso, esse profissional também impacta na produtividade e nos lucros de uma produção, por fatores como produtividade, prevenção de acidentes, condução de manutenções preventivas que evitam que os veículos fiquem parados, entre outros detalhes decorrentes.

Curso de tratorista

Sabendo que essa profissão exige uma boa capacitação, a fim de evitar problemas e melhorar a produção, existe o chamado curso de tratorista. Desse modo, um profissional pode fazer esse curso em diversas escolas, com valores que variam conforme a região.

Fazer esse curso irá capacitar a pessoa, permitindo que ela opere tratores de maneira correta e efetiva, garantindo assim a produtividade e evitando riscos de acidentes. Da mesma forma, o profissional saberá exatamente como tornar os processos produtivos mais efetivos e simples.

O curso para tratorista geralmente exige um investimento de cerca de R$ 600, sendo esse valor para cursos presenciais, podendo variar conforme a região e a escola. No entanto, também é possível encontrar cursos online, com investimentos bem menores do que o valor citado antes.

Porém, vale lembrar que um curso online impossibilita que aulas e avaliações práticas sejam comprovadas e isso pode garantir uma capacitação inferior em relação ao curso presencial para a operação desses veículos. É uma boa opção para conhecer a função, ou para quem tem experiência.

Visando auxiliar na busca por esse tipo de treinamento e especialização na produção agrícola, veja agora algumas instituições e escolas que oferecem esse curso:

  • SENAI;
  • SENAR;
  • APELMAT, em São Paulo;
  • SEST/SENAT;

Além dessas citadas acima, também é possível encontrar o curso online em diversas instituições, bastando realizar uma busca na internet. Da mesma forma, é importante lembrar que há outras escolas que oferecem esse curso, variando conforme a região do país.

Tratorista

O trabalho do tratorista

Conforme pudemos observar anteriormente, esse trabalho é de grande importância na agricultura. Por conta disso, um tratorista executa diversos processos produtivos, todos relacionados à operação e transporte com máquinas e reboques de vários modelos.

Assim sendo, um operador pode se utilizar das máquinas para o preparo e aragem do solo, para o plantio e semeadura, para a colheita e também transporte e armazenamento da produção. Os processos são inúmeros e contam com a participação do tratorista.

Dessa forma, o salário de um tratorista possui a média de R$ 1.600, variando conforme a região. Esse valor também pode variar conforme o tempo de serviço em uma determinada organização ou companhia, sendo que para o profissional consolidado, o valor pode ultrapassar os 2 mil reais.

Para melhor compreender o que faz um tratorista, basta levar em conta que os tratores são usados em várias etapas do processo produtivo na agricultura. Em suma, o trabalho desse profissional é operar de maneira correta e segura o trator, além de zelar pelas manutenções preventivas.

Além disso, um tratorista trabalha uma média de 44 horas semanais. Isto é, a carga horária mensal de um operador é de cerca de 180 horas. Um profissional que atua na operação de tratores deve ser sempre muito atencioso e prudente, além de contar com a devida capacitação.

Tratorista

Os setores de atuação do tratorista

Existem diversos setores da agricultura que utilizam de tratoristas em seus processos produtivos. Assim sendo, no primeiro semestre de 2020, tivemos um aumento de mais de 3% nas contratações formais dentro desse segmento.

A maior concentração desse trabalho é encontrada na produção de açúcar em São Paulo, conforme os dados levantados na contratação desse cargo. Além disso, existe a possibilidade de um tratorista conseguir um emprego como funcionário público, mediante concurso.

No entanto, a média salarial para um operador que trabalha como funcionário público pode ser um pouco menor do que um trabalhador contratado via CLT. Isso porque a jornada de trabalho também é menor, cerca de duas horas semanais a menos.

Entretanto, existe também a possibilidade de adicional de insalubridade ou periculosidade ao trabalho de tratorista. Essa inclusão ao salário é dada conforme perícia de médico ou engenheiro do trabalho, variando conforme cada caso específico.

Da mesma forma, existem cargos de tratoristas PCDs, conforme as exigências do Ministério do Trabalho (MTE). Essa possibilidade varia de acordo com o empregador, levando em conta as regras do MTE. A média salarial para essa modalidade de contratação também beira os R$ 1.600.

Existem outras funções similares à operação de tratores, como a operação de colheitadeiras e semeadeiras. Da mesma forma, cada uma possui seus treinamentos específicos e também seus cargos e salários particulares.

Conforme falamos anteriormente, nesse último ano, a demanda por esses operadores aumentou, visto que as contratações cresceram. Desse modo, podemos afirmar que a função de tratorista possui grande importância econômica, já que pode influenciar diretamente na produção e lucros.

Compartilhe sua opinião

Agro20 | Portal Vida No Campo