Trichoderma é um importante aliado para a saúde das plantas

Inicio » Agricultura » Trichoderma é um importante aliado para a saúde das plantas
01/04/2021 Por
Foto: The sapling that grows from the ground has a natural background.
Trichoderma é um importante aliado para a saúde das plantas

Cresce em todo o planeta a preocupação com a agricultura e o meio ambiente. A busca por alimentos mais saudáveis e de cultivos que causam menos impacto na natureza é constante. Além disso, ela está aliada à procura por meios de produção que estudam alternativas para reduzir custos aos agricultores. As discussões envolvendo essas alternativas passam pelo Trichoderma.

O controle de doenças e pragas – e, consequentemente, de fungos como o trichoderma – é, há anos, tema de pesquisas científicas em dezenas de países no mundo. Milhares de estudos consideram as necessidades dos trabalhadores do campo e a busca pela contenção de pragas em diversas culturas. Uma das descobertas está justamente na prevenção das doenças por meio de controle biológico.

O que é trichoderma? 

A ciência é uma grande aliada na busca por estratégias que mostram caminhos distintos para a superação dos desafios na agricultura. Aliás, por meio dela que se identificou uma forma de controle biológico como um fungo chamado de trichoderma.

Segundo a Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa), do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, o trichoderma é um fungo que atua contra patógenos que afetam produções agrícolas. Além disso, ele contribui para que as plantas suportem estresses no ambiente e tem boa resistência ao calor.

Em outras palavras, é um fungo que atinge organismos que produzem doenças nas plantas, prejudicando a saúde do cultivo.

Trichoderma é aliado no controle biológico das plantas

A soja é um dos cultivos em que se utiliza o trichoderma. A soja representa uma fatia de grande importância para o agronegócio brasileiro, assim como é fundamental em várias potências mundiais.

O Brasil teve uma produção de 125 milhões de toneladas na safra 2019/2020, representando grande parte da sua produção agrícola. No entanto, de acordo com a Embrapa, a soja sofre com o chamado mofo-branco – estimado em 10 milhões de hectares afetados -, um fungo que reduz a produtividade do grão.

O trichoderma funciona como um importante controle biológico contra a praga, reduzindo a atuação do fundo na planta. No entanto, o fungo deve estar aliado ao controle químico, trazendo mais sucesso contra o causador da doença.

trichoderma

Como usar Trichoderma?

É importante saber que diversas espécies de trichoderma existem no Brasil. Para que o produtor utilize o fungo da melhor maneira possível, é fundamental se informar do quanto a espécie tolera de pH do solo, temperatura e umidade na região.

Os produtos que possuem trichoderma podem ser aplicados em sementes, acima das plantas (pulverização e rega), frutos, material de propagação e outros pontos.

A utilização do fungo serve em diversos tipos de plantação, tais como tomate, morango, abobrinha, feijões, soja, banana, cenoura, milho e outros. Ou seja, o Trichoderma tem atuação ampla em diferentes produtos da agricultura brasileira.

Uma questão essencial para o agricultor levar em consideração é que o Trichoderma não atua como um agrotóxico. Ou seja, o fungo não atinge um problema já existente na planta. Ao contrário disso, sua função é preventiva, evitando que as doenças apareçam e afetem a saúde de toda a plantação.

Imagem: Jcomp

Compartilhe sua opinião

Agro20 | Portal Vida No Campo