Tutano é um tipo de tecido que preenche a cavidade interna de ossos

Inicio » Agronegócio » Tutano é um tipo de tecido que preenche a cavidade interna de ossos
10/08/2020 Por
Tutano é um tipo de tecido que preenche a cavidade interna de ossos

Para tratamentos de beleza ou fortalecer nosso organismo, o tutano conquista pelos seus inúmeros benefícios

Embora seja um alimento ora amado, ora odiado, com o tutano você pode fazer desde tratamentos cosméticos até receitas bem saborosas. Aliás, são os caldos e sopas desse ingrediente que dão riqueza a porções que incluem carnes, vegetais e hortaliças.

Entretanto, se sua preocupação é mais estética e você usa chapinhas, tinge ou investe na aparência das madeixas, o tutano tem vários componentes para arrumar qualquer tipo de estrago capilar. Afinal, além do sucesso na culinária, ele é uma das grandes opções quando o assunto é hidratação, como você poderá aprender ao longo desse artigo.

tutano

O que é tutano?

Tutano é um tecido gelatinoso que preenche o interior de vários ossos. Além do mais, ele é o responsável pela produção dos seguintes elementos do sangue: leucócitos, plaquetas e hemácias.

Em suma, essa medula óssea é formada por um tecido mole e esponjoso localizado no interior dos ossos longos. No caso dos humanos, um homem adulto pode produzir uma incrível quantidade de células.

Em números, são quase dois bilhões de plaquetas, três bilhões de eritrócitos e um bilhão de granulócitos a cada quilo da sua massa física. Com isso, o tutano pode ser a origem onde se produz quase todas as células do sangue.

Ou seja, os componentes do sangue são sempre renovados, sendo esse tutano um dos encarregados dessa renovação. Enfim, para entender mais sobre o que é tutano, saiba que é o local onde são criadas diversas células sanguíneas.

O que é ossobuco?

Se você se perguntou o que é ossobuco, talvez tenha a curiosidade por ter visto algum programa de TV sobre culinária. De qualquer forma, sabemos que sua história não é precisa, embora saibamos que esse tipo de corte tem origens italianas.

Aliás, ele é um prato clássico servido em Milão, um corte de carne que foi espalhado para o mundo todo. Por ser parte da história local, nas suas origens, ele é cozido por horas, sendo depois temperado com vinho, azeite e ervas.

Pela localização, o ossobuco está situado na perna traseira da vitela ou do boi. Por outro lado, ele também pode ser um corte muito apreciado pelos brasileiros, o músculo, embora este seja retirado no sentido contrário ao das fibras.

Pelo aspecto, ele é redondo com uma parte óssea na forma de um tubo, local onde você pode apreciar o tutano. Além de possuir alto valor nutritivo e ser rico em proteínas, esse tutano costuma ter um sabor marcante, ser gelatinoso e gorduroso.

Assim como em diversas cozinhas do mundo, apesar de desagradar muitos, ele é muito utilizado em assados e em molhos. Sem contar que, por aqui, o tutano ainda é servido em restaurantes finos com o status de ingrediente especial.

tutano

Aproveitando os benefícios do tutano

Claro que os benefícios do tutano estão distribuídos em diversas áreas. Além de fazer bem em tratamentos de beleza, esse caldo de ossos também pode ser delicioso. Assim, confira abaixo como o tutano pode ajudar no funcionamento do organismo:

  • Fornecendo aminoácidos: esse caldo de ossos ajuda a suplementar alimentações que precisam de aminoácidos de proteína animal. É ótimo especialmente para pessoas que não ingerem carne de forma regular e precisam de energia e recuperação muscular para praticar atividades;
  • No sistema digestivo: essa sopa de ossos pode ajudar na digestão, graças aos aminoácidos do colágeno que formam o tecido do trato gastrointestinal e do cólon;
  • Na fadiga e melhora do sono: segundo pesquisas, um aminoácido presente no tutano pode ajudar diminuir a fadiga e ainda melhorar a qualidade do sono;
  • Para a saúde óssea: encontrados nos ossos dos animais e absorvidos em receitas de caldo, seus minerais como cálcio, magnésio e fósforo são ótimos para a saúde óssea;
  • Na cartilagem: esse caldo é uma excelente fonte natural de colágeno, uma proteína que perdemos conforme envelhecemos. Ou seja, com o tempo, sofremos uma degradação das cartilagens da articulação e provável perda da flexibilidade. Para ajudar a repor essa falta, com um prato cozido, esse colágeno entra no caldo e fica absorvível para auxiliar na restauração dos níveis de cartilagem;
  • Na desintoxicação do organismo: o caldo é composto de glicina e potássio, substâncias que ajudam na desintoxicação hepática e celular. Entretanto, ainda existe a glutationa, um agente que ajuda a diminuir estresses e eliminar compostos solúveis em água, como chumbo e mercúrio;
  • Na pele: esse colágeno do tutano ainda ajuda na formação de substâncias como a elastina e demais responsáveis pela manutenção da aparência, tom jovial e textura da pele.

tutano

Receita de tutano de boi

Claro que chegou a hora de você aprender como saborear essa iguaria!

Primeiro, para você apostar numa bela receita de tutano de boi assado, peça para seu açougueiro partes de três a quatro centímetros. A seguir, coloque essas partes numa vasilha, sendo que a cada dois litros de água você deve adicionar uma colher de sopa de sal grosso.

Após isso, conserve tudo em geladeira por cerca de doze horas, a fim de clarear a medula espinhal do boi. A partir daí, comece a forrar as bordas e o fundo de um refratário com papel alumínio. A seguir, coloque os ossos bem no meio e lado a lado, deixando um espaço livre nas bordas.

Em seguida, adicione sal grosso sobre as partes de tutano e deixe no forno a 230 graus por um período de cerca de trinta e cinco minutos. Então, no espaço livre próximo às bordas, ao redor das peças, coloque cogumelos frescos, azeite de oliva, alecrim fresco picadinho e cebola cortada em rodelinhas.

Mantenha essas peças no forno até que a carne se solte da borda do osso, ou seja, cerce de dez a quinze minutos. A seguir, retire a forma e raspe a superfície de cada peça, eliminando o excesso de sal.

Enfim, para complementar, toste fatias de pão em azeite de oliva numa frigideira. Então, coloque-as num prato sobre os cogumelos, o tutano retirado do interior do osso e as cebolas. Finalize com azeite de oliva, vinagre branco salsinha e pimenta-do-reino a gosto.

Compartilhe sua opinião

Agro20 | Portal Vida No Campo