Veranico pode gerar grandes prejuízos para o agronegócio

Inicio » Agronegócio » Veranico pode gerar grandes prejuízos para o agronegócio
12/04/2021 Por
Veranico pode gerar grandes prejuízos para o agronegócio

Um dos pontos fundamentais para o bom desenvolvimento da agricultura está nas condições climáticas de cada região. A mudança de temperatura repentinamente, secas durante muito tempo ou até mesmo chuvas em excesso contribuem com a perda de culturas em diversos locais do país. Portanto, o artigo de hoje vai discutir um fenômeno comum e que também afeta a agricultura, é o chamado veranico.

Existem diversos fenômenos meteorológicos que deixam os produtores rurais em alerta. Antes mesmo de definir a espécie de planta que se deseja desenvolver em determinada região, a análise do clima é um fato importante. No caso do veranico, a estiagem pode sim fazer com que as plantações sofram grandes impactos.

O que é veranico?

Veranico é um fenômeno caracterizado por temperaturas elevadas. As temperaturas máximas e mínimas ficam elevadas além do que se espera para o período, tendo ausência de chuva e bastante sol.

Por exemplo, você já percebeu que existem dias, no período de inverno, que aparece um sol forte, o clima esquenta bastante e até parece que a estação do ano mudou? Muito provavelmente trata-se de um veranico. No entanto, a presença de veranicos não é uma regra, já que o fenômeno depende de outros fatores para acontecer.

Uma característica do veranico é a alteração da umidade relativa do ar. Ou seja, com as altas temperaturas e a ausência de chuva, a umidade relativa do ar fica muito baixa, gerando desidratação nas plantas.

Se tratando da agricultura, as lavouras precisam ter boa produção o ano todo e, portanto, o veranico se torna um desafio a ser superado. Nem todas as culturas conseguem suportar dias de sol forte e nenhuma.

Impacto do veranico na agricultura

Antes de tudo, compreender os impactos do veranico na agricultura permite que os agricultores busquem soluções para não terem perdas de produção. Como o Brasil é um país com diversidade climática, a agricultura comporta produções distintas, em diferentes partes do país.

No entanto, a agricultura é um setor que depende de condições climáticas favoráveis – como umidade relativa do ar, chuvas e temperaturas adequadas.

Diversos produtores buscam alternativas para driblar os períodos de veranico que, muitas vezes, se estendem por mais de 20 dias. Então, uma alternativa é a prática da irrigação, aumentando o nível de umidade do solo e suprindo a necessidade hídrica das plantas.

Dessa forma, as plantas não perdem o ritmo de crescimento e não deixam de absorver nutrientes. Além disso, quando os produtores se preparam para períodos de estiagem, é mais viável administrar fatores climáticos que não colaboram para a produtividade em alta.

sistema de irrigação jogando água em plantação

Já ouviu falar em agrometeorologia?

Existe um setor dos estudos meteorológicos que analisa condições climáticas considerando a relação entre meteorologia e produção agropecuária. Ou seja, os dados obtidos com a agrometeorologia colaboram para que os trabalhadores do campo tomem decisões que favoreçam as produções.

Uma das ações que podem ser tomadas a partir de informações da agrometeorologia é o controle de irrigação. Afinal, sabendo das previsões e possibilidades de impactos que os períodos de seca podem gerar – incluindo veranicos -, é possível se preparar e enfrentar a estiagem com mais ferramentas que favoreçam o agronegócio.

Compartilhe sua opinião

Agro20 | Portal Vida No Campo