Veterinário é indispensável para cuidar dos animais do campo e pecuária

Inicio » Veterinária » Veterinário é indispensável para cuidar dos animais do campo e pecuária
29/08/2019 Por
Veterinário é indispensável para cuidar dos animais do campo e pecuária

A importância do veterinário no manejo das criações

É fato que muitos acreditam que o veterinário só trabalha em clínicas que atendem animais de estimação. Entretanto, a verdade é que ele faz parte de um trabalho ramificado em várias tarefas.

Todos os serviços prestados pelo veterinário se relacionam à segurança alimentar, pecuária, pesquisa ou conservação da vida animal.

Veterinário

O que é veterinário?

Veterinário é o profissional que, depois de cursar Medicina Veterinária, pode diagnosticar, assim como tratar dos animais doentes e feridos.

Ele também previne doenças através de vacinas e fornecendo conselhos aos proprietários.

O médico veterinário pode se especializar em, por exemplo:

  • Animais domésticos;
  • Gado;
  • Cavalos;
  • Animais de zoológico.

O veterinário e a segurança alimentar

Muitas pessoas não sabem que, entre as coisas que os veterinários fazem, a análise de todos os alimentos se destaca. Ou seja, todos os produtos que os animais comem no dia a dia são revistos.

Esses profissionais certificam-se, então, de que nos alimentos não há bactérias ou outros patógenos que possam ser prejudiciais. Inclusive, na faculdade de Veterinária, aprende-se até mesmo a analisar a água que os animais bebem.

Graças ao trabalho que o médico veterinário executa, as criações podem comer com muito mais segurança.

O médico veterinário e a produção animal

Entre todas as funções, os veterinários também devem ajudar os agricultores a melhorar sua produção, mas também respeitar o bem-estar de seus animais. Graças aos programas de aconselhamento e medicina preventiva, os profissionais conseguem melhorar o rendimento produtivo.

Além disso, eles são responsáveis ​​por planejar a reprodução através de programas de melhoramento. Até mesmo fabricam todos os alimentos usados ​​pelas criações, em especial, o gado.

Naturalmente, o veterinário também é responsável por interromper todas as doenças que os animais podem sofrer. Geralmente, fazem isso por meio de cooperativas que trabalham com agricultores em uma área específica.

Veterinário

Os veterinários na pecuária

O progresso da pecuária do nosso país é devido, em grande parte, ao trabalho de médicos veterinários. Eles se empenham, por exemplo, nas áreas de:

  • Genética;
  • Nutrição;
  • Pastagens;
  • Abate;
  • Controle;
  • Certificação.

O veterinário realiza seu trabalho nos setores públicos, bem como nos privados. Alguns cuidam do gado e outros de pequenos animais; da mesma forma, em laboratórios e indústrias alimentícias que cooperam em uma variedade de tarefas.

Muitos são os profissionais que trabalham dia a dia:

  • No campo;
  • Em frigoríficos;
  • Com a classificação e certificação de alimentos.

O trabalho dos veterinários na pecuária é fundamental, principalmente na parte genética.

A indústria da carne

Veterinários têm um papel muito importante na indústria da carne, tanto no nível de campo quanto na certificação em refrigeradores. Isso porque, em nosso país, as principais atividades são a pecuária e a agricultura.

O papel desses profissionais na produção de leite e outros alimentos é praticamente essencial. Em quase todas as associações e entidades as comissões técnicas são formadas por veterinários especializados em pecuária.

O especialista na gestão de saúde e produção de bovinos

O trabalho do médico zootécnico veterinário na direção da saúde de gado leiteiro e de carne mudou nos últimos anos. Mas ainda vai mudar mais dramaticamente em breve.

Os consumidores e os meios de comunicação mostram uma crescente preocupação com o bem-estar animal. Sem contar com a segurança dos produtos animais e a sua rastreabilidade.

Os produtores de leite têm que produzir sob regulamentações estritas, muitas vezes caras e trabalhosas. Os veterinários devem adaptar não só seus conhecimentos, mas as habilidades aos novos desafios e desenvolvimentos do setor lácteo.

Os produtores de leite pedem apoio hoje em áreas que vão além das atividades clínicas. Estas são:

  • Proteção ambiental;
  • Bem-estar animal;
  • Nutrição;
  • Genética;
  • Alimentos;
  • Manejo;
  • Economia e gestão de negócios.

Os profissionais do leite e da carne bovina devem ser capazes de aconselhar sobre muitas áreas, bem como questões diferentes. As práticas alimentares, por exemplo. Estas, quando inadequadas, têm um impacto no estado geral e no metabolismo com desfecho fatal.

Na prática profissional, há problemas clínicos de origem alimentar que afetam o sistema digestivo em sua primeira parte (rúmen e retículo), com:

  • Falta de apetite;
  • Falta de ruminação;
  • Prostração;
  • Desidratação (doenças ruminais e metabólicas).

O acasalamento corretivo dependerá da raça leiteira que os produtores têm:

  • Da raça Holandesa para grandes volumes;
  • Da raça Jersey para alto teor de gordura;
  • Do suíço Brown para alta proteína e para uma operação de laticínios que suas vacas precisam para serem lucrativas.

A faculdade de Veterinária

A faculdade de Veterinária é um meio para aperfeiçoar a vocação dos amantes dos animais. A medicina veterinária proporciona a possibilidade de garantir os direitos e cuidar da saúde das criações.

A carreira em Medicina Veterinária e Zootecnia tem uma duração de 5 anos. Assim sendo, nela se estuda animais de um nível celular para um orgânico, através de sua fisiologia e as diferentes patologias que podem sofrer.

Alguns dos temas que se pode encontrar são:

  • Anatomia;
  • Física;
  • Química;
  • Matemática;
  • Doenças em geral;
  • Nutrição animal e alimentação.

Desta forma, o estudante se tornará um profissional treinado para promover os direitos dos animais, refletidos tanto em sua produção como em sua criação.

Veterinário

Algumas especializações na área

Vários profissionais tendem a se inclinarem em determinadas áreas dentro da medicina veterinária de animais de campo. Entre os cursos mais requisitados hoje em dia, estão:

  • Produção Animal;
  • Zootecnia e Gestão Sustentável na Pecuária Ecológica e Integrada.

Produção Animal

Nos últimos anos houve um fenômeno de popularização de pesquisas previamente confinadas em laboratórios.

Questões como o bem-estar animal, a qualidade e a segurança de seus produtos (carne, leite, ovos) ou o impacto da atividade pecuária no meio ambiente também preocupam a sociedade. Parece, portanto, necessária a presença de cursos que treinam os profissionais para a produção animal sustentável.

Zootecnia e Gestão Sustentável na Pecuária Ecológica e Integrada

Os objetivos gerais do curso são a formação dentro de uma abordagem de pesquisa, entretanto, nas áreas de conhecimento da produção animal. Também se estudam os sistemas pecuários sustentáveis ​​e pecuária ecológica.

A capacitação em produção orgânica visa um universo experimental, bem como tecnológico, que permite otimizar processos e produtos que garantam a sustentabilidade técnica, econômica, ambiental e social do sistema pecuário.

Como se pode notar, então, no agronegócio de cadeias pecuárias produtivas, as atuações do médico veterinário são de suma importância. É ele que faz com que tudo esteja em pleno funcionamento dentro dos processos produtivos.

Compartilhe sua opinião

Agro20 | Portal Vida No Campo