Agapanto é uma espécie de planta comum no sul da África

Inicio » Agricultura » Agapanto é uma espécie de planta comum no sul da África
24/08/2020 Por
Agapanto é uma espécie de planta comum no sul da África

O agapanto é um vegetal com grande resistência e usado constantemente em ornamentação e jardinagem. São plantas muito adaptadas ao clima brasileiro.

Diferentemente de outros vegetais, o agapanto não perde sua folhagem e pode ser cultivado em qualquer tipo de vaso. No entanto, em se tratando de agapanto em vaso, o objetivo é que tenha, pelo menos, 30 cm de comprimento, uma vez que as plantas precisam de espaço para que suas raízes se desenvolvam verticalmente.

agapanto

O que é agapanto?

Agapanto é uma planta, do gênero Agapanthus (palavra de origem do latim e que significa agapanto flor do amor), originária da África do Sul e que pode atingir cerca de 1 metro de comprimento.

No entanto, pode também existir o mini agapanto, ou seja, espécies menores que atingem entre 30 a 60 cm de altura.

Sua folhagem tem um aspecto de lâmina e suas flores podem se apresentar na tonalidade branca, azul ou violeta. Geralmente, quando plantadas agrupadas, proporcionam muita beleza aos jardins.

Características do agapanto

Entre o outono e o inverno, as mudas de agapanto não apresentam desenvolvimento, mas, com a chegada da primavera, inicia-se a formação de flores da planta. Um ramo bem assentado pode produzir cerca de seis caules florais, contudo, nos primeiros anos, costuma-se aparecer apenas duas hastes de flores.

Se as condições do ambiente forem favoráveis, o florescimento pode durar 40 dias. Posteriormente a esse período, produzem as sementes. No verão, ocorre o crescimento, tornando a planta maior no ano seguinte.

A coloração das flores do agapanto dependerá da intensidade de luminosidade solar que essas plantas receberão. Desse modo, quanto mais energia solar essa planta receber, mais intensa será a cor roxa e azul. Já em locais com pouca luz, é de se esperar flores com cores arroxeadas e lilás.

Em virtude dessa variação de energia solar no cultivo das mudas de agapanto é que surgem as diversas variedades de cores das flores da planta. As variações de cores da flor agapanto são o agapanto azul, o branco, o roxo e o vermelho.

agapanto

Espécies de agapanto

Por se tratarem de plantas do gênero Agapanthus, as espécies mais habituais no cultivo são Agapanthus inapertus e Agapanthus praecox.

Muitas plantas que são cultivadas e conhecidas como Agapanthus africanus, na verdade, se tratam de plantas híbridas. Estas se intercruzam facilmente, gerando essa variação.

Como cultivar agapanto?

As plantas de agapanto têm preferência por climas quentes e por temperaturas acima dos 18 °C, mas também conseguem suportar temperaturas mais amenas. O ideal é que receba bastante iluminação solar direta para conseguir florescer.

No entanto, podem tolerar sombras, mas isso prejudica o florescimento. É necessário que, pelo menos por algumas horas diárias, exista contato direito com o sol, pois isso é muito importante para o completo desenvolvimento.

Em relação ao solo, é esperado que este permaneça úmido e não alagado. Quando as plantas são mais desenvolvidas, estas podem suportar alguns períodos de seca. O ideal é que o solo seja enxuto, rico em matéria orgânica e aerado.

Essas plantas são perenes, por isso, devem ser replantadas, em média, em um intervalo de cada quatro anos. A proliferação se dá geralmente através de mudas, uma vez que as plantas mais desenvolvidas podem ser divididas. Dessa maneira, é possível se obter plantas idênticas às originais.

A plantação por meio de mudas gera plantas desenvolvidas bem mais rapidamente que a plantação por meio de sementes. O espaçamento indicado para o cultivo de agapanto é de 30 a 120 cm. Já as variedades menores podem ser cultivadas em um espaço entre 30 a 45 cm.

Reprodução do agapanto

De um modo geral, a multiplicação comercial do agapanto é assexuada, através da divisão de rizomas. Essa forma pode trazer algumas desvantagem, tais como a transmissão de doenças bacterianas, viróticas, vasculares, entre outras. Por isso, o conhecimento do sistema reprodutivo é essencial para otimização da propagação das espécies.

Já a propagação sexuada do agapanto se dá quando a semente é utilizada como estrutura reprodutiva. Nesse sentido, a semeadura é indicada entre a primavera e o outono, por meio de mistura de terra e material orgânico, ambos em frações iguais.

É necessário que a higienização das sementes ocorra por meio de um soprador que remova as impurezas menos densas, a limpeza da palha, a limpeza do pó e a retirada de sementes com peso inferior ao peso das sementes normais. As sementes devem ser armazenadas em vasos de 30 cm ou mais e a germinação leva de um a três meses.

Se preferir a divisão de rizomas, o ideal é que ocorra no fim do inverno, uma vez que a planta já terá desenvolvido raízes necessárias para os dias mais quentes. O rendimento, em média, quando ocorre essa divisão, é de seis a oito mudas por vegetal.

Depois de selecionadas as plantas que serão divididas, faz-se a retirada sem danificar o rizoma. O corte da planta é feito por meio de um facão que separará a planta em ramos individuais e estes formarão as novas mudas.

A podadura das folhas é importante, pois diminuirá a transpiração e isso contribuirá para o desenvolvimento do agapanto.

O fornecimento de água deve ser contínuo, assim, a terra se manterá sempre úmida e nunca encharcada. Se o cultivo ocorrer em vasos, crie uma camada espessa de drenagem no fundo para que o excesso de água não empoce nas raízes da planta.

agapanto

Após o cultivo

Quando as plantas se encontrarem bem desenvolvidas, após alguns anos, já podem ser fracionadas. Esse é o método mais indicado para produzirem plantas idênticas às plantas originais, além de crescerem e florescerem bem mais rápido quando comparadas com as mudas geradas por semeaduras.

Por fim, a colheita é feita por meio de um corte próximo à base, com instrumento próprio de poda, e sem danificar as flores.

Paisagismo com agapanto

O agapanto é a planta ideal para maciço e bordaduras debaixo do sol direto.

O termo maciço se refere ao cultivo de um grande número de plantas de mesma espécie em um mesmo espaço. Já o termo bordaduras tem a ver com as plantas que são utilizadas para delimitação de canteiros de jardins.

Também são plantas ideais para emoldurar gramados bem cuidados.

O agapanto é uma opção primorosa para compor a parte baixa de muros e cercas, além de ser ideal para arbustos em renques, ou seja, cercas-vivas. Em suma, são plantas rústicas, bastante resistentes a pestes e com custo baixíssimo de manutenção.

Compartilhe sua opinião

Agro20 | Portal Vida No Campo