Agrotóxicos são importantes para a produtividade agrícola

Inicio » Agricultura » Agrotóxicos são importantes para a produtividade agrícola
21/06/2019 Por
Agrotóxicos são importantes para a produtividade agrícola

Entenda como os agrotóxicos atuam nas plantações agrícolas

É evidente que os agrotóxicos são produtos necessários para a agricultura. Eles são importantes ferramentas de produção.

Entretanto, esse tipo de substância gera uma série de dúvidas, principalmente na cabeça dos consumidores. Será que os agrotóxicos são benéficos ao prejudiciais?

Agrotóxicos são um conjunto de substâncias utilizadas na agricultura, que permitem um aumento significativo de produção e produtividade.

Agrotóxicos são fundamentais para a produção agrícola

O que são agrotóxicos?

Apesar de gerar muito debate, a verdade é que os agrotóxicos são insumos muito importantes para a produção agrícola. Eles garantem a proteção da plantação, garantindo assim uma colheita mais saudável para todos. E sem uma tecnologia, podemos dizer que os preços dos alimentos seria mais elevados, pois a oferta seria consideravelmente menor.

Entretanto, vale ressaltar que esses defensivos agrícolas devem ser manuseados de forma responsável e correta. Caso o contrário podem prejudicar a saúde do próprio produtor e também dos consumidores.

Dessa forma, é importante que as políticas públicas relacionadas ao tema se concentrem cada vez mais na garantia de uma utilização responsável dos agroquímicos.

Ainda é interessante destacar que nenhum país no mundo, na produção em larga escala, dispensou o uso de agrotóxicos. Assim, é possível mensurar a sua importância dentro do cenário agrícola.

Os agrotóxicos são perigosos?

É fundamental frisar que relação entre agrotóxicos e saúde, de acordo com as recomendações técnicas, é uma prática segura para produtores, consumidores e para o meio ambiente.

Assim, os riscos se apresentam no mau uso desses produtos. Portanto, a principal dica é que o produtor siga as recomendações do fabricante, visando evitar qualquer tipo de problema.

Dessa forma, é fundamental que o produtor respeite o tempo de carência, que é o tempo, geralmente em dias, entre a última aplicação do agrotóxico e a colheita do alimento.

Isto já vem determinado em bula, para cada agrotóxico e cultura, pelo fabricante do produto. Durante esse prazo, o agrotóxico é eliminado pela própria planta.

Também vale dizer contaminação por agrotóxicos é um problema sobretudo para os trabalhadores rurais, que mantêm contato direto com esses produtos, em seu dia a dia.

A aplicação inadequada do produto pode causar problemas neurológicos e tumores, por exemplo. Isso acontece, principalmente, quando o agricultor não utiliza os equipamentos de proteção ou manipula essas substâncias de forma inadequada.

Já no caso do consumidor, é fato que ingestão de alimentos com resíduos de agrotóxicos pode, a longo prazo, causar problemas de saúde.

Com isso, lavar os alimentos antes de comê-los é muito importante para remover os resíduos que estejam na parte externa de frutas e hortaliças, por exemplo.

Agrotóxicos são fundamentais para a produção agrícola

Porém, existe um tipo de agrotóxico, chamado sistêmico, que age no interior da planta. Principalmente para esses produtos, é importante que o agricultor respeite o período de carência.

Dessa maneira, podemos concluir que a utilização desses produtos é segura. Os malefícios do agrotóxico ocorrem principalmente devido à falha humana, quando o produtor ou o consumidor não segue as regras descritas acima.

Benefícios do agrotóxico

Os agrotóxicos na agricultura são utilizados, principalmente, em monoculturas. Isso se dá principalmente pelo fato de que plantar uma única espécie propicia condições para a proliferação de pragas e doenças.

Mas isso não é uma regra geral. Assim, esses produtos são aplicados nos mais diversos tipos de plantações de acordo com suas funções e especificações.

Isso se deve ao fato deles apresentarem uma série de pontos positivos em sua utilização. Entre os principais benefícios dos agrotóxicos, podemos citar:

  1. Quebra do ciclo de pragas e doenças nas plantações;
  2. Aumento da produtividade dos produtos cultivados;
  3. Aumento da qualidade dos produtos cultivados.

Tipos de agrotóxicos

Agora está na hora de falarmos um pouquinho sobre os tipos de agrotóxicos. É interessante que você saiba que eles são divididos em 4 classes diferentes, sendo elas:

  • Inseticidas: trata-se dos produtos utilizados no combate de pragas e doenças que possam se desenvolver nas plantações;
  • Herbicidas: os cultivos podem ser danificados por algumas plantinhas que venham a nascer no meio das plantações. Assim, o agricultor pode utilizar herbicidas para eliminá-las e promover uma melhor produção;
  • Bactericidas: como o próprio nome já diz, os bactericidas são utilizados para conter as bactérias que possam afetar as plantações;
  • Fungicidas: estes são utilizados no combate aos fungos que tendem a crescer no local do plantio, podendo prejudicar seriamente o desenvolvimento da produção agrícola.

Existem outros tipos de agrotóxicos específicos para distintas finalidades, como controle de larvas, formigas, bactérias e moluscos, entre outros.

Eles ainda podem estar associados à maneira de ação. Ela pode ocorrer através do contato ou pela ingestão, por exemplo.

Também é interessante destacar que os agrotóxicos podem ser classificados quanto ao seu grau de toxidade, podendo apresentar grau 4 ou 3 quando são menos agressivos à saúde e grau 2 ou 1 quando são extremamente danosos.

Uso de agrotóxicos nas produções agrícolas

Existem algumas produções agrícolas que são mais propensas ao ataque de pragas e outros agentes danosos, tornando-as campeãs na utilização dos agrotóxicos. São elas:

  1. Soja;
  2. Cana-de-açúcar;
  3. Milho;
  4. Algodão.

Portanto, é bom ter bastante cautela com o manuseio e consumo destes produtos agrícolas. O interessante é sempre comprar de locais confiáveis, onde você tenha certeza de que  o tempo de carência foi respeitado.

O alerta vale mais ainda em território brasileiro, uma vez que nosso país é considerado uma das maiores potências agropecuárias do mundo.

Os produtos passam por rigorosos testes antes de serem aprovados

Um novo defensor agrícola, para ser aprovado, precisa passar por rigorosos testes de segurança e análise de risco, realizados por especialistas.

Por isso, para que haja a liberação dos agrotóxicos, é preciso seguir protocolos internacionais. Por exemplo, no Brasil esse trâmite leva em torno de oito anos. Inclusive, em casos mais complicados esse período pode ser até mesmo maior.

Agrotóxicos são importantes para a produção agrícola

Tudo isso serve para fornecer produtos de qualidade ao agricultor, trazendo segurança para ele e para todos os consumidores de seus produtos.

Vale destacar que os produtos que apresentam risco à saúde ao serem expostos à população e aos trabalhadores do campo são reprovados.

Por isso, ressaltamos mais uma vez que utilizar agrotóxicos nos alimentos é seguro, basta que tanto os produtores quanto os consumidores sigam corretamente as regras de segurança pré-estabelecidas.

Agora você já sabe um pouco mais sobre a função dos agrotóxicos, seus benefícios, malefícios e como eles devem ser manuseados.

Compartilhe sua opinião

Agro20 | Portal Vida No Campo