Antracnose pode ser responsável pela perda plantações agrícolas

Inicio » Agricultura » Antracnose pode ser responsável pela perda plantações agrícolas
12/02/2019 Por
Antracnose pode ser responsável pela perda plantações agrícolas

Antracnose age silenciosamente e se prolifera em plantios, podendo resultar em grandes perdas para os agricultores

A antracnose é um tipico fungo perigoso. Sua proliferação pode acabar com grandes plantios de árvores, assim dando um enorme prejuízo econômico e ao meio ambiente.

A antracnose age de modo silencioso, e uma pessoa inexperiente dificilmente notaria a sua sutil manifestação. A bactéria é silenciosa e se desenvolve rapidamente após o surgimento; fazendo com que uma tentativa de recuperação possa ser ineficaz.

planta deteriorada pelo vírus da antracnose

O que é a antracnose?

A antracnose é uma bactéria que geralmente aparece no período inicial de desenvolvimento das plantas. O micro-organismo ataca o plantio de tal forma que, em poucas semanas, o tronco da árvore já é parcialmente tomada pelo fungo. Sua proliferação é maior em ambientes úmidos e com pouca circulação de ar.

A bactéria não fica somente restrita ao tronco da árvore, visto que ela também ataca as suas folhas. Quando atacada, as folhas acabam perdendo seu brilho, a tornando plantas aparentemente sem vida.

Visto isso, o fungo não fica apenas restrito a árvores. A bactéria é forte e pode chegar a atrapalhar até a produção outros plantios.

Antracnose no feijão 

A praga é uma das principais entre os produtores de feijão. Economicamente falando, este micro-organismo é capaz de causar danos terríveis as negociações no país, pois ela pode prejudicar até 100% de uma plantação. Após se estabelecer no alimento, ela muda sua cor, textura e as torna descartável.

Antracnose no maracujá

No maracujá, a bactéria age quase que da mesma forma. A diferença é que o micro-organismo torna a fruta oleosa e com casca necrosada. Após a colheita, aproximadamente 50% dos maracujás podem ser descartados por conta do fungo. Dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística, IBGE.

Antracnose na soja

Na soja, a bactéria age deixando a folha extremamente rustica e com furos e manchas desde o seu período inicial. Desse modo, a planta pode morrer e cair antes mesmo que o agricultor perceba a situação.

O vírus é presente no ambiente desde antes do estado inicial do plantio. Por isso, é necessário que o agricultor tenha atenção e cuidado para que o desenvolvimento das plantas e alimentos evoluam sem futuros problemas.

Planta com antracnose

Prevenção da antracnose

A prevenção do micro-organismo está relacionado a cuidados que dependem da extrema atenção e cuidado do agricultor, como:

  • Utilização de fungicidas no solo: A bactéria da antracnose tem um processo natural de infectar os plantios. Após o ataque ao plantio, ele se retira e volta ao solo, esperando mais plantações para poder infectar. Por isso é necessário o ataque de fungicidas direto ao solo, pois sua proliferação.
  • Utilização de fungicidas na planta: Aqui a utilização dos fungicidas é necessário para evitar seu desenvolvimento sob o plantio. Nesse estágio ele já saiu da terra e atacou as plantações, então a unica coisa a se fazer é aplicar os fungicidas diretamente ao plantio.

Em 2017, o número de casos de antracnose subiu no país. Isso porque o período de chuvas gerou umidade no campo, dando margem para a proliferação do problema. Segundo dados do Ministério da Agricultura, cerca de 500 focos do vírus foram registrados durante o ultimo ano.

Agro20 | Portal Vida No Campo