Cabra do Brasil tem rebanhos na nona posição do ranking mundial

Inicio » Pecuária » Cabra do Brasil tem rebanhos na nona posição do ranking mundial
25/06/2019 Por
Cabra do Brasil tem rebanhos na nona posição do ranking mundial

Os diferentes tipos de cabra e suas particularidades

A cabra foi um dos primeiros animais a ser domesticado, por volta de 7000 antes de Cristo. É isso mesmo, e esse episódio aconteceu no Oriente Médio, onde os povos nativos adestravam as cabras-selvagens.

Muitos estudiosos apontam que as características mais marcantes das cabras, e que chamaram a atenção dessas civilizações foram sua incrível capacidade de adaptação e resistência natural. Que tal entendermos um pouco mais sobre esses animais?

Rebanho de cabra brasileiro é o nono maior do mundo

Cabras são animais herbívoros, pertencentes ao gênero capra. Os machos da espécie são chamados de bodes. O interessante é que independentemente do gênero, é comum que a espécie apresente chifres e barba. Portanto, para pessoas leigas pode ser difícil definir o sexo do animal baseando-se apenas em sua aparência.

Além disso, tratam-se de seres ruminantes, ou seja, que possuem diversos compartimentos gástricos em seu organismo, assim como a vaca, por exemplo.

Cabra selvagem

Apesar de apresentarem uma fisionomia quase idêntica à das cabras domésticas, as cabras selvagens possuem as suas particularidades.

A maioria delas está relacionada à como estes animais desenvolveram a sua estrutura social. Uma vez que vivem na natureza, precisam se agrupar, normalmente formando rebanhos de 500 cabras.

O curioso é que, na vida selvagem, os machos da espécie não juntam, vivendo grande parte de suas vidas de maneira pacata e solitária.

Voltando a falar das cabras selvagens, é interessante destacar que sua distribuição geográfica compreende, majoritariamente, uma faixa da Turquia até o Paquistão.

Entretanto, devemos dizer que a maioria das cabras ao redor do mundo são domesticadas. Vamos aprender um pouco mais sobre elas.

Cabra doméstica

Como dissemos, na grande maioria das raças de caprino, ambos os sexos apresentam cornos (chifres) e barba. Geralmente, o chifre são curvos ou em formato de espiral.

Além disso, muitos deles possuem uma parte extremamente afiada, podendo tanto ser o lado interno ou até mesmo sua ponta.

O pelo desse animais podem se apresentar de maneira bastante diversa, variando de acordo com o habitat em que vivem. Assim, eles podem ser grande ou curtos, macios ou ásperos. Isso também depende do controle da criação.

Qual é o habitat desses animais?

Como existem dois tipos de cabras (a selvagem e a doméstica), podemos dizer que também existem dois tipos de habitat para esse animal.

Assim, a selvagem costuma viver no alto de montanhas, geralmente em zonas temperadas. Por isso, ela ficou conhecida como cabra da montanha.

A alta altitude, aliada aos pulmões desenvolvidos dos bodes e à grossa pelagem que os protege do frio, permite a sobrevivência em um local protegido de qualquer tipo de predador.

Entretanto, devido a caprinocultura, as cabras da montanha acabaram sendo domesticadas e seu novo habitat passou a ser fazendas e outros locais para criação de rebanhos.

Criação de cabras

Nosso país detém o nono maior rebanho caprino do mundo. Assim, a criação de cabras se mostra bastante importante para nossa economia.

A partir da atividade, obtemos leite, carne e pele do animal. A carne possui grandes apreciadores, enquanto a pele é utilizada principalmente na produção de roupas e calçados.

Mas e quanto ao leite? Qual a relevância desse produto na indústria? É sobre isso que falaremos agora. Acompanhe!

Leite de cabra

O leite de cabra é, sem dúvidas, o produto caprino mais importante do mercado. Por isso, no Brasil e no mundo existem diversas criações de cabras leiteiras.

A sua composição média é de 87% de água, 4% de lipídeos, 4% de lactose, 3,5% de proteínas e 1% de cinzas, com pH em torno de 6,5.

Possui níveis satisfatórios de minerais como cálcio, cobre, manganês, zinco e selênio, e de vitaminas como vitamina A, niacina e riboflavina

Além disso, o produto apresenta uma concentração de gordura muito menor que a do leite de vaca, sendo considerado mais saudável.

Por isso, existem diversos derivados de leite de cabra, como queijos, coalhadas e até mesmo manteigas.

Entretanto, vale lembrar que o leite de cabra pode estar contaminado com toxoplasma, um protozoário que pode trazer diversas complicações ao ser humano.

Eles adentram o nosso organismo ao penetrar as mucosas da boca e da faringe, causando assim a toxoplasmose, uma doença perigosa devido a sua alta taxa de mortalidade.

Portanto, o ideal é sempre consumir produtos de procedência confiável e ficar de olhos bem atentos aos sintomas da toxoplasmose. Uma dica é sempre ferver o leite antes de consumi-lo.

Cabra

Como é a reprodução das cabras?

Nas fazendas é bastante comum a utilização de técnicas para efetuar a reprodução das cabras. Uma bastante utilizada é a inseminação artificial.

Ela é a preferida entre os criadores pois normalmente é capaz de gerar um rebanho com um número relativamente baixo de indivíduos fisiologicamente deficientes.

Assim, é realizado um processo de seleção artificial, onde é possível se obter uma prole mais resistente a doenças e com porte que torna viável a comercialização de derivados caprinos.

Em resumo, realizar este processo traz, a longo prazo, mais lucro aos fazendeiros. Por isso acaba se consolidando como a opção número 1 de muitos deles.

Como é realizada a inseminação artificial na caprinocultura?

A inseminação artificial ou inseminação intrauterina é uma técnica de reprodução medicamente assistida que consiste na deposição artificial do sêmen nas vias genitais da fêmea.

Ela é utilizada em casos em que os espermatozoides não conseguem atingir as trompas ou simplesmente por escolha do proprietário do animal.

A técnica consiste em transferir, para a cavidade uterina, os espermatozoides previamente recolhidos e processados, com a seleção dos espermatozoides morfologicamente mais normais e móveis.

Além disso, as cabras ainda podem se reproduzir da maneira convencional. O importante é que, após uma gestação, que dura cerca de 150 dias, nasce os cabrito ou cabra filhote.

Rebanho de cabra brasileiro é o nono maior do mundo

Características da criação

Ainda é interessante que você conheça algumas características e comportamentos das cabras. Entre elas, é interessante citarmos:

  1. São animais sociáveis e apreciam a companhia de outros animais de fazenda;
  2.  São notórias e muito espertas. Conseguem abrir portões, pular cercas e cavar sob elas ;
  3.  Respeitam cercas elétricas;
  4.  Investigam o ambiente, fazendo uso de suas bocas;
  5. Podem ser ensinadas a guiar. As cabras percebem quando são chamadas e ficam em pé para serem tosquiadas e ordenhadas;
  6. São escaladoras á­vidas;
  7. Podem mascar cascas de árvores, se faltar comida.

Além disso, é possível que bodes jovens apresentem um comportamento bastante agressivo, podendo causar problemas se próximos de alguma cabra. Assim, algumas pessoas optam por deixá-los em um ambiente separado das cabras para que não hajam complicações.

Compartilhe sua opinião

Agro20 | Portal Vida No Campo