Cerveja artesanal ganha cada vez mais popularidade

Inicio » Agronegócio » Cerveja artesanal ganha cada vez mais popularidade
07/10/2020 Por
Cerveja artesanal ganha cada vez mais popularidade

Visando alta qualidade, cerveja artesanal já ocupa mais prateleiras no mercado consumidor. Seja nas geladeiras, bares e até pela internet, os apreciadores da cerveja artesanal comprovam que esta é uma das mais novas paixões do Brasil. Ainda que as maiores cervejarias industriais tenham o controle e a presença forte no cotidiano, elas garantem mais qualidade para mostrar sua competitividade.

Para ajudar nessa briga, basta lembrar que por longos anos esse público consumidor teve poucas alternativas em relação a marcas e sabores. De qualquer forma, hoje vamos abordar essa tendência da cerveja artesanal que, ao que parece, chegou para ficar.

Cerveja artesanal

O que é cerveja artesanal?

Cerveja artesanal é um tipo de cerveja cujo processo de produção tem um lado bem diferenciado, visto que ela precisa ser acompanhada constantemente por um mestre cervejeiro. Aliás, esse termo de “cerveja artesanal” foi criado para distinguir o produto das variedades industrializadas que visam a quantidade.

Ou seja, isso significa que a bebida artesanal tem como meta tanto respeitar o tempo de processo quanto à produção de uma bebida com qualidade. Sem contar que a cerveja industrializada tem processos acelerados para atender uma ampla demanda consumidora.

No entanto, para toda essa qualidade ser realidade, cada ingrediente usado na produção da cerveja artesanal tem relação direta com seu sabor diferenciado. Na prática, cabe ao mestre cervejeiro buscar apenas ingredientes de alta qualidade para garantir uma cerveja com o aroma e o sabor desejados.

De qualquer forma, para aprender melhor o que é cerveja artesanal, é importante notar que ela anda conquistando todos os segmentos de público. Afinal, para fazer concorrência frente ao consumo usual das tradicionais bebidas industrializadas, alta qualidade e personalização precisam marcar presença no mercado.

Como fazer cerveja artesanal?

Claro que cada mestre cervejeiro tem sua receita de como fazer cerveja artesanal. No entanto, para você ficar por dentro do assunto, vamos passar abaixo um guia simples de como é um processo de produção dessa cerveja.

Primeiro, saiba que toda cerveja precisa de ingredientes como:

  • Água;
  • Lúpulo;
  • Fermentadores;
  • Malte.

Aliás, o grão de cevada precisa passar por uma conversão para virar esse malte. Isso quer dizer que este é o primeiro processo para você produzir uma cerveja artesanal de qualidade: a fase da malteação. Afinal, é nessa hora que todo cervejeiro define que tipo de cerveja ele irá produzir.

Contudo, esse processo ocorre com a colheita da cevada e seu transporte à cervejaria. A seguir, ela precisa começar a geminar até a fase de aquecimento em estufas. Logo em seguida, ela é passada pela torrefação, sendo forte ou branda conforme a necessidade.

A partir de então, podem ser criados tipos diferentes de malte, com colorações que podem interferir na qualidade da bebida. Já o lúpulo é um ingrediente que dá o amargor e o sabor à cerveja. Aliás, essa planta pode ser encontrada em diversos tipos, onde cada uma possui características e sabores próprios.

Sendo assim, a quantidade que você empregar na produção influenciará no produto final, inclusive na questão da conservação do líquido. Por outro lado, a levedura é responsável pela produção do álcool e do dióxido de carbono.

Acima de tudo, essas leveduras podem ser de tipos diferentes no processo de fermentação, oferecendo sabores muito ou pouco marcantes. Enfim, na produção da cerveja artesanal, você precisa analisar que tipo de receita procura, pois cada marca e estilo podem variar de acordo com seu amargor, teor alcoólico e até sua cor.

Cerveja artesanal

Tipos de cerveja artesanal

Como era de se esperar, as variedades e tipos de cerveja artesanal já conquistaram os brasileiros e o mundo. Aliás, essa expansão da variedade artesanal já conquistou consumidores dos Estados Unidos e da Europa há muito tempo.

Isso porque, de acordo com a Associação Brasileira de Cerveja Artesanal, a ABRACERVA, o número dessas cervejarias no Brasil subiu mais de mil por cento em apenas dez anos. Embora ainda existam as marcas sem registro, apenas no ano de 2018, cerca de mais cento e noventa cervejarias foram abertas.

No entanto, mesmo com um crescimento de cerca de mais de trinta por cento no setor, no Brasil o problema é a cultura. Afinal, ainda existem milhares de consumidores acostumados com a bebida industrializada. Como resultado, eles acabam por estranhar os sabores da cerveja artesanal.

Enfim, embora esse amargor ainda seja desconhecido da maioria, você pode começar a descobrir (e até experimentar) alguns dos mais conhecidos tipos artesanais. Até porque são muitos os estilos e a quantidade de marcas que você pode descobrir pertinho de casa.

Para isso, confira abaixo os estilos mais comuns:

  • Stout;
  • Bock;
  • American lager;
  • India pale ale (IPA);
  • Pilsner (ou pilsen);
  • Helles;
  • Weiss (ou weizen);
  • Tripel;
  • Witbier;
  • Pale ale.

Cerveja artesanal

Produção de cerveja artesanal

De dez anos para cá, produzir cerveja de forma artesanal passou de uma simples atividade para passar o tempo a um nicho de mercado muito lucrativo. Dentro desse panorama atual, tem muitas pessoas criando e produzindo sua bebida para consumo próprio e para aumentar a renda mensal.

Além de muita diversão e orgulho, a meta também é lançar sua marca e decolar a vida empresarial como dono de sua própria cervejaria. Com toda a certeza, são empreendedores de visão que viram, na tradição brasileira de beber uma cerveja de qualidade, um ótimo negócio.

Mesmo que muitos nem sequer pensem em lucro rápido e produção em larga escala, as ainda chamadas cervejas premium ou gourmet conquistam o gosto do brasileiro a cada dai que passa. Assim como na produção e investimento da cachaça, o cotidiano desse negócio muda a realidade de famílias em diversas regiões do nosso país.

Vale ressaltar que algumas empresas caseiras chegam a empregar apenas seis pessoas, mas têm uma produção média em torno dos vinte mil litros. Ainda mais se os tipos de cerveja forem variados e vendidos em barris.

Enfim, você pode se transformar em um mestre cervejeiro e criar a sua própria linha com diferentes tipos de cerveja artesanal. Basta acreditar na tendência de mercado atual e achar um diferencial para sua receita, além de pesquisar o que os maiores concorrentes estão fazendo.

Compartilhe sua opinião

Agro20 | Portal Vida No Campo