Cerveja é uma das bebidas mais consumidas no mundo

Inicio » Agronegócio » Cerveja é uma das bebidas mais consumidas no mundo
07/10/2020 Por
Cerveja é uma das bebidas mais consumidas no mundo

De leve teor alcoólico, a cerveja surge da fermentação do amido para conquistar um público sempre fiel. Difícil encontrar quem resista a uma cerveja de qualidade, no ponto certo e com aquele petisco servido em mesas de bares e restaurantes. Entretanto, poucos sabem como é produzida essa delícia e quais os ingredientes que a compõem.

Claro que, em relação ao sabor, a cerveja apresenta uma diversidade de tipos e variações, visto que existe mercado para os mais diferentes públicos. Seja cítrica, com perfil torrado ou adocicada, a bebida alimenta uma extensa linha produtiva, seja no mercado interno ou até mesmo no externo.

Cerveja

O que é cerveja?

Cerveja é uma bebida levemente alcoólica e gasosa, de tons que vão do dourado até os mais escuros. Ainda assim, costuma apresentar sabores amargos, visto que ela é produzida a partir da fermentação de grãos. Contudo, embora o vinho seja obtido a partir da fermentação da fruta, na maior parte das cervejarias essa bebida usa a cevada.

Em todo caso, seu processo de fabricação tem início com o malte dessa cevada. Ou seja, o mestre cervejeiro faz um processo de moagem do malte, triturando grãos até o ponto em que sobre apenas um pó bem ralo. A partir de então, como no caso dos grãos de café, basta inserir esse ingrediente em água quente.

Aliás, nesse ponto, os amidos do malte são transformados em açúcar (glicose), deixando o resultado em um líquido doce. Enfim, para você entender melhor o que é cerveja, seu processo de maturação é um trabalho que pode durar dias e até mesmo várias semanas ou anos.

O que importa é qual o tipo e o estilo de cerveja que você quer produzir. Até porque você precisa analisar seu tempo de maturação e chegar na harmonia desejada para finalizar essa obra-prima milenar chamada de cerveja.

Quais os ingredientes da cerveja?

Embora ela seja uma das grandes paixões nacionais, poucos sabem quais são os ingredientes da cerveja. Para saber mais sobre esse assunto tentador, saiba que um dos ingredientes fundamentais da bebida é a água. Até porque ela é a maior parte da composição de uma cerveja, impactando aspectos como amargor, cor e sabor.

Já no caso do malte, esses são grãos muito usados na composição. Porém, os mais comuns são maltes de cevadas, embora cereais como trigo e centeio ainda sejam empregados na produção. Aliás, são os açúcares desses cereais que são usados para a levedura durante o processo de fermentação.

Ainda temos o lúpulo, que é outro tipo de tempero da bebida. Aliás, ele é responsável por dar a intensidade do amargor e do aroma. No entanto, além do amargo da bebida relacionado ao lúpulo, saiba que ele também traz vários benefícios para saúde. Até porque ele fornece conservantes e antioxidantes ao organismo, contribuindo para a validade e estabilidade da cerveja.

No caso das leveduras, ela é o ingrediente responsável por harmonizar todos os outros ingredientes. Isso porque esse tipo de fungo ajuda no processo de fermentação, pois a levedura é um fungo importante para criar gás carbônico e álcool. Sem contar que algumas também influenciam no sabor da bebida.

Enfim, além da presença desses ingredientes, saiba que uma ótima cerveja pode ter na sua receita raízes, frutas, plantas, condimentos, flores, açúcares, sementes e até madeiras. Tudo depende da habilidade e criatividade do mestre cervejeiro para aprimorar a bebida.

Cerveja

Tipos de cerveja

Além de países tropicais, como o Brasil, existem vários tipos de cerveja que são amplamente consumidos mundo afora. Para você conhecer quais os mais consumidos, veja abaixo uma lista com os tipos mais tradicionais.

Primeiro, a lager é a mais consumida no mundo, sendo a responsável por mais de noventa e cinco por cento das vendas apenas do Brasil. De grande tradição, esse tipo tem origem na Europa do século XIV e apresenta baixa fermentação, com graduação alcoólica entre quatro e cinco por cento.

Enfim, entre seus tipos mais conhecidos temos ainda a pilsen ou pilsener, um tipo criado na República Tcheca lá pelo século XIX.

Além do mais, a variedade marzen costuma ser produzida na região alemã da Bavaria, podendo ser escura ou clara. Aliás, leva esse nome por ser envazada durante o mês de março e direcionada para as festas tradicionais de Oktoberfest.

Já o tipo de cerveja bock é avermelhada, embora ainda possa ser produzida em tons mais escuros, possuindo sabores maltados graças à mistura de maltes. Além do mais, esse tipo tem alta graduação alcoólica.

No caso da ale, elas possuem um tipo de fermentação em temperaturas mais altas. Além do mais, têm sabores mais maltados e complexos, pois são tipos mais encorpados.

Enfim, temos o tipo stout, uma variedade opaca e escura, dotada de fortes sabores que unem ótimos grãos de café, malte torrado e até chocolate. Aliás, a Guinness é um exemplo clássico do tipo. Esse tipo tem origens na época em que a produção de cervejas da Inglaterra visava o mercado localizado nos países bálticos, como a Rússia. Sendo assim, para suportar o transporte, desde então elas possuem alto teor alcoólico, chegando a doze por cento.

Cerveja

Cerveja artesanal

Para alguns leitores, lembramos que a cerveja artesanal tem processo de produção em menor escala. Afinal, essa tarefa minuciosa visa bebidas com maiores personalização e qualidade. Isso quer dizer que cada etapa precisa ser respeitada, o que exige do mestre cervejeiro um acompanhamento extensivo de todo o procedimento para garantir a qualidade do produto.

Aliás, para ter o resultado esperado, ele tem que se certificar de que cada sabor e aroma esteja seguindo suas expectativas e as de um público mais seleto. Por outro lado, as industrializadas visam apenas a produção em larga escala.

Entre os tipos de artesanais que andam conquistando todo o mercado nacional, temos a sour. Neste caso, ela pode ter baixa ou alta fermentação, a exemplo de marcas com sabores e aromas bem característicos. Já no caso da lager, ela costuma ter baixa fermentação, mas é mais leve. Enfim, temos a linha ale, composta por uma cerveja de alta fermentação e muito mais complexa.

Compartilhe sua opinião

Agro20 | Portal Vida No Campo