Coração de bananeira é de onde nascem os cachos de banana

Inicio » Agricultura » Coração de bananeira é de onde nascem os cachos de banana
18/10/2020 Por
Coração de bananeira é de onde nascem os cachos de banana

O coração de bananeira, embora seja pouco conhecido, é um alimento capaz de ajudar no combate ao câncer e diversas enfermidades. Assim também como é bastante comum colher pencas de bananas, sempre foi corriqueiro descartar sua parte inferior, isto é, o coração de bananeira (conhecida em algumas regiões como “umbigo de bananeira”).

Em seguida, a maioria das pessoas retira somente os frutos para consumo. Sem dúvida, isso ficou no passado. Só para exemplificar, o coração de bananeira, na atualidade, é tido como uma Planta Alimentícia Não Convencional (PANC). Da mesma forma, é utilizado para variados tipos de receitas de quiches a refogados.

O que é coração de bananeira?

Coração de bananeira é, conforme mencionado, a parte onde os cachos nascem, sendo retirado enquanto os frutos ainda não amadureceram. Outrossim, seu nome se deve à coloração e formato semelhantes ao dos corações humanos.

Por conseguinte, a parte consumível é a interna, possuindo formato de pião e coloração branca. Aliás, o coração de bananeira deve ser imediatamente consumido. Em virtude de seu escurecimento ocorrer devido aos altos teores de oxidação e umidade, esse fator é plenamente justificado.

Para que você entenda melhor, caso nunca tenha experimentado, convém mencionar que o gosto é um tanto amargo, enquanto a textura é semelhante à dos palmitos. Em contrapartida, no continente asiático, o alimento é consumido como vegetal.

Porque a iguaria é pouco conhecida no Brasil, o coração de bananeira não é consumido em muitas regiões. No entanto, há localidades, como as do interior do estado de Minas Gerais que, além de consumirem, o conhecem pelo nome de “mangará”.

Semelhantemente, em outros locais, ele é pouco usado devido, sobretudo, à falta de conhecimentos acerca de seus benefícios. Anteriormente, os indígenas dos territórios que compuseram o Brasil a consideravam uma espécie de “super alimento”.

A propósito, a ciência moderna confirma essa condição, uma vez que já foi comprovado que o coração de bananeira tem contribuído, inclusive, para combater a desnutrição e a fome em várias regiões.

Propriedades e benefícios do coração de bananeira

Em síntese, esse alimento é rico em nutrientes e carboidratos que auxiliam na sensação de saciedade. Inegavelmente, muitos pesquisadores sustentam que a planta contém flavonoides ácidos e antioxidantes, eliminando danos oxidativos (causadores do câncer) e neutralizando os radicais livres.

Tanto quanto essas propriedades medicinais, há, também, benefícios impressionantes, obtidos por meio dos minerais, das proteínas e das fibras presentes no coração de bananeira.

De maneira idêntica, esses elementos, além da referida sensação de saciedade, ajudam a reduzir a ansiedade e melhorar o humor, em decorrência da presença de magnésio em sua composição. Precipuamente, o coração de bananeira é indicado para o tratamento de patologias como:

  • Doenças respiratórias;
  • Hipertensão arterial;
  • Prisão de ventre;
  • Anemias;
  • Úlceras.

Principalmente, muitos estudos vêm sendo realizados para averiguar eventuais benefícios adicionais oferecidos pelo coração de bananeira ao organismo, em adição aos que já foram verificados.

Como consumir o coração de bananeira?

Uma vez que o referido alimento apresenta um sabor amargo, o seu preparo demanda a observação de ações trabalhosas. A fim de acessar todos os benefícios citados pelas pesquisas realizadas, porém, saber como preparar coração de bananeira é algo que realmente vale a pena.

Em outras palavras, uma das recomendações de consumo consiste em fazer o coração de bananeira refogado e usá-lo como recheio de pastéis e tortas. De conformidade com isso, é possível, também, consumir as flores encontradas em seu interior, assim que a planta é descascada.

De fato, vale lembrar, ainda, que tais flores têm um sabor mais amargo. Além disso, por ser uma importante fonte de minerais, proteínas e carboidratos, o alimento é uma excelente alternativa para pratos vegetarianos e veganos, inclusive, como o seu principal ingrediente.

Posto que existem indicações de consumir a planta, para o tratamento de enfermidades respiratórias, sob a forma de xarope, essa opção deve ser levada em consideração, por exemplo, para o tratamento da asma.

Ainda que as propriedades do coração de bananeira ainda não tenham sido totalmente comprovadas e, assim, continuam a ser estudadas, experimentar algumas receitas com coração de bananeira não oferece nenhum tipo de risco à saúde.

Não apenas como medicamento natural ou alimento alternativo, é possível superar o sabor originalmente amargo da planta e, desse modo, testar uma iguaria de baixo custo e fácil de encontrar.

Receita com coração de bananeira

Por fim, é chegado o momento de conhecer uma ótima receita com coração de bananeira. Às vezes, pode ser necessário, para muitos cozinheiros amadores, aprender antes como tirar o seu amargor.

Por causa de o gosto amargo ser uma das principais características da planta, você deve, após retirar a casca, jogar o coração de bananeira imediatamente em uma solução de água e limão, para evitar o seu escurecimento.

Com o propósito de evitar essas características pouco apetitosas, é necessário ferver tudo em uma panela com água e vinagre por 3 minutos, repetindo esse processo por mais 3 vezes.

Ingredientes

Para essa receita, você necessitará de:

  • Duas colheres de sopa de suco de limão;
  • Quatro colheres de bicarbonato de sódio;
  • Água;
  • Um coração de bananeira – lembrando que as demais quantidades se referem a uma unidade da planta.

Acima de tudo, é essencial, para o refogado:

  • Azeite a gosto;
  • Pimenta a gosto (de preferência, a do reino);
  • Um miolo do coração de bananeira previamente cozido;
  • Sal a gosto;
  • Uma colher de salsinha preta;
  • Um tomate médio picado (bem maduro);
  • Três colheres de cebola picada;
  • Um dente de alho fatiado.

Similarmente às dimensões de cada ingrediente, o rendimento final poderá ser maior ou menor. Por mais que eles sejam discrepantes, entretanto, o tempo de preparo não deve ultrapassar cerca de quarenta e cinco minutos. Visto que a receita não contém glúten, ela é indicada para quase todos os tipos de dietas que demandam restrições alimentares.

Preparação de receita com coração de bananeira

Primeiramente, você deve retirar as folhas até chegar ao chamado miolo. Com toda a certeza será fácil distingui-lo, pois é bem branquinho. Como resultado, poderá guardar as flores, se assim o desejar.

Com efeito, o mais indicado é cozinhá-las separadamente do miolo, à medida que o sabor e a consistência de cada um são diferentes. Ao passo que, se você desejar obter uma mistura homogênea, pode realizar todos os processos utilizando ambos juntos.

Bem como a água é essencial nessa preparação, coloque, em uma vasilha cerca de um litro, junto ao suco de limão e o bicarbonato. Misture e, depois, reserve. Assim que cortar o miolo em rodelas, coloque-o nessa mistura de água.

Ao mesmo tempo, coloque uma panela, em fogo médio, um fio de azeite, refogando a cebola e o alho. Primordialmente, acrescente o tomate e deixe cozinhar até o ponto de derretimento.

Entretanto, ao adicionar o miolo do coração de bananeira, capriche nos temperos: mais um fio de azeite, pimenta-do-reino e sal. A finalização deve ser feita mediante um uso generoso de salsinha picada.

Compartilhe sua opinião

Agro20 | Portal Vida No Campo