Estrelícia é uma espécie de planta que atinge até 1,20 metro

Inicio » Agricultura » Estrelícia é uma espécie de planta que atinge até 1,20 metro
04/10/2020 Por
Estrelícia é uma espécie de planta que atinge até 1,20 metro

Estrelícia é flor colorida chamada de “ave do paraíso” devido à semelhança com um pássaro. A flor estrelícia é também conhecida como “ave do paraíso”, bem como por seu nome científico, Strelitzia reginae. Em suma, a planta foi descoberta no final da década de 1770 pelo botânico escocês Francis Masson. Francis trabalhava para os Jardins Reais de Kew. O botânico viajou para a África do Sul e reuniu plantas nativas para voltar a expor nos Jardins Reais.

Assim, Francis enviou centenas de espécimes de volta aos Jardins, um dos quais era a estrelícia. Em 1773, o diretor não oficial dos Jardins, o botânico inglês Sir Joseph Banks, apresentou a incrível planta à Grã-Bretanha. De fato, o inglês deu o nome de “Strelitzia” para a planta em homenagem à Charlotte de Mecklenburg-Strelitz, rainha consorte de George III. Ficou curioso sobre essa flor exótica, de cores e forma exuberante? Confira mais sobre a planta a seguir, conheça sua história e descubra como cultivá-la da melhor forma!

Estrelícia

O que é estrelícia?

Estrelícia é uma espécie de planta rizomatosa, perene e herbácea, nativa da África do Sul. A planta é também conhecida pelo nome Strelitzia reginae ou, mais popularmente, ave do paraíso.

Essa espécie de estrelícia mede cerca de um metro e vinte centímetros de altura. Em suma, possui folhas grandes, duras e ovoladas, contando com compridos pecíolos. Além disso, dada à sua própria família, Strelitziaceae pelos taxonomistas, a planta ainda está intimamente relacionada às bananas (Musaceae).

De fato, muitas vezes, erroneamente, chamam essa planta de “bananeira” porque as mesmas são confundidas com suas primas de segundo grau. No entanto, essas plantas reais (para as quais se dá o nome de “reginae”) são nomeadas pelas lindas flores alaranjadas semelhantes a aves exuberantes e chamativas. Por esse motivo, leva o nome de “ave do paraíso”.

Sob as condições certas, incluindo exposição total à luz, umidade e temperatura adequadas, a estrelícia pode florescer em ambientes fechados, embora isso seja raro. Entenda mais sobre essa exótica, curiosa e deslumbrante planta do paraíso a seguir!

Ave do paraíso

A exótica e bela flor ave do paraíso é assim chamada por sua aparência incomum de um pássaro de asas abertas.

Sem dúvida, muitos designers, paisagistas e aficionados por flores acreditam que as flores lembram a cabeça e a plumagem de uma garça multicolorida. Por isso, a ave do paraíso é uma das flores favoritas entre horticultores, podendo ser encontrada crescendo em jardins em qualquer lugar com as condições adequadas de cultivo.

Na natureza, no entanto, o alcance da planta é limitado ao terreno subtropical da África do Sul, entre a província de KwaZulu-Natal, no sudeste, e a província de Cabo Oriental, no centro-sul.

Estrelícia

Strelitzia reginae

Curiosamente, Strelitzia reginae, o nome científico desta planta, comemora Charlotte de Mecklenburg-Strelitz.

Charlotte foi a rainha consorte e esposa do rei George III. Afinal, o nome não é à toa. Além da exuberância da planta ser relacionada à realeza, a rainha Charlotte era patrona das artes e uma botânica amadora. Junto a botânicos oficiais, a rainha que deu nome à flor ajudou a expandir os Reais Jardins Botânicos de Kew.

Embora a Strelitzia reginae seja popularmente conhecida pela sua coloração azul e laranja, as flores da planta também podem assumir tons de azul, branco e totalmente branco.

Como plantar a flor estrelícia

Como visto acima, a flor estrelícia é nativa da África do Sul. Sendo assim, elas não gostam do frio, uma vez que se tratam de plantas tropicais. No entanto, algumas espécies são resistentes a temperaturas mais baixas.

Afinal de contas, existem cinco ou seis espécies no grupo de estrelícia, sendo a Strelitzia reginae a mais comum.

Em geral, as plantas da espécie Strelitzia precisam ter de três a cinco anos para florescer. Nesse quesito, a espécie Strelitzia nicolai é a maior do gênero, atingindo dez metros de altura.

Enquanto isso, a Strelitzia caudata, árvore da espécie cujo tamanho é convencionalmente menor do que a Strelitzia nicolai, atinge estimadamente seis metros de altura.

As outras três espécies, por sua vez, atingem, convencionalmente, de dois a três metros e meio de altura.

Para ser cultivada, a ave do paraíso exige uma boa quantidade de luz solar. Além disso, é recomendado seguir um horário regular de rega durante a primeira estação de crescimento para estabelecer um sistema radicular profundo e extenso para as estrelícias.

Assim, a irrigação pode ser reduzida após o estabelecimento. Contudo, antes que um novo crescimento comece a florescer, fortaleça as plantas com um fertilizante de uso geral.

Confira um raio x geral dos cuidados a serem tomados!

Luz solar

Luz alta a média. A luz solar direta é ideal.

Estrelícia

Água

Água semanalmente. Deixe a mistura de envasamento secar antes de regar. Solo, com cerca de um a dois centímetros de profundidade, deve estar seco ao toque. Regue com mais frequência durante os meses mais quentes e fertilize durante o crescimento.

Geralmente, a planta cai ou as folhas enrolam, indicando que precisa de mais água. Não exagere na água ou mantenha o solo úmido por muito tempo, pois isso promoverá a podridão das raízes.

Umidade

A umidade normal do ambiente servirá, mas prefere condições úmidas bem adequadas às necessidades.

Temperatura

A temperatura ideal é de quinze a trinta graus. De fato, é recomendado não expor a planta a temperaturas abaixo de quinze graus.

Significado da planta estrelícia

A planta estrelícia é cultivada comumente como planta ornamental. Afinal, essas flores foram descobertas em 1773 nos jardins da Europa, quando começou a se tornar mais conhecida no mundo.

Como a planta estrelícia cresce em lugares quentes e ensolarados, além da África do Sul, está sobretudo na Austrália e na América do Sul, pois esses locais contam com um clima ideal para cultivá-las.

No Havaí, a estrelícia cresce espontânea e selvagemente é uma significativa parte da cultura local. Por exemplo, na língua havaiana, o nome da planta significa “globo pequeno”, representando magnitude. Além disso, a ave do paraíso é oficialmente flor do nono aniversário de matrimônio. Não obstante, aves do paraíso também representam uma boa perspectiva da vida.

Compartilhe sua opinião

Agro20 | Portal Vida No Campo