A evolução é uma das partes mais importantes da Biologia

Inicio » Meio Ambiente » A evolução é uma das partes mais importantes da Biologia
15/07/2019 Por
A evolução é uma das partes mais importantes da Biologia

Como a biologia e a evolução explicam o desenvolvimento das espécies

Compreender como a vida evoluiu é uma das perguntas mais antigas da humanidade. Esse é um dos princípios que movem a evolução.

Em biologia, utiliza-se o nome evolução para alterações nas características de ordem hereditária. Elas ocorrem durante a transmissão de um grupo genético para a sua geração seguinte.

Evolução

O que é evolução?

Evolução é qualquer mudança na constituição genética ou morfológica de uma população de organismos adquirida num longo período. Portanto, é por meio deste processo que os organismos vivos adquirem características distintas, dentro da mesma espécie.

Derivado do latim evolutio, o termo designa o desdobramento de algo.

Teoria da Evolução

A Teoria da Evolução detalha como ocorreu o desenvolvimento dos seres vivos em nosso planeta.

Desenvolvida pelo cientista Charles Darwin, esta tese foi publicada em 1859 no livro “Sobre a origem das espécies através da seleção natural”. Nesta obra, Darwin apresenta a ideia da seleção natural e sua influência para a sobrevivência e adaptação das espécies.

De acordo com Darwin, a evolução orgânica decorre de um longo processo de adaptação dos seres ao ambiente em que vivem. Assim sendo, isto seria possível através da transferência genética das mudanças ocorridas na geração anterior para a seguinte.

O livro apresenta inúmeros dados demonstrando que a diversidade biológica encontrada na natureza é decorrente das transformações genéticas. Elas ocorrem por meio do mecanismo natural de seleção dos organismos mais adaptáveis.

Conforme esta teoria, este processo de modificações, transmitido pela hereditariedade, permite identificar os “ramos” de uma árvore da vida. Ela comprovaria a ancestralidade comum entre todas as espécies.

Entretanto, esta visão foi muito combatida na época, e ainda é atualmente, por contradizer a visão religiosa, que crê em uma ordem divina para a criação da vida, defendida em livros religiosos como o Genesis, presente na Bíblia.

Fora dos círculos religiosos, as ideias dos chamados evolucionistas são aceitas como melhor maneira de se explicar a evolução humana e das demais espécies.

Principais pontos da Teoria da Evolução das Espécies

Apesar da importância do trabalho de Charles Darwin para o desenvolvimento desta teoria, é necessário afirmar que outros cientistas contribuíram para a formulação destas ideias.

Dentre eles, o naturalista francês Jean-Baptiste de Lamarck, propôs antes de Darwin, que a evolução humana e dos demais seres vivos passa pelo desenvolvimento ou atrofiamento de partes do seu corpo, dependendo do uso ou desuso destes membros.

Darwin, com suas pesquisas e viagens, foi responsável por aprofundar as ideias dos primeiros “evolucionistas”.

Ele chegou à conclusão que todos os seres vivos descendem de uma mesma origem em comum (ancestralidade) e que, através do processo de seleção natural, as espécies foram se modificando e se diferenciando.

Evolução

Principalmente através de suas observações nas várias viagens que fez, Darwin pôde perceber como o meio-ambiente promove condições para o surgimento de novas espécies, mais adaptadas às suas condições.

As variações existentes, dentro de uma mesma espécie, decorrem de mudanças genéticas. Elas são provocadas pelas adaptações ocorridas para a sobrevivência em determinado habitat.

Assim, as características daqueles indivíduos que conseguem sobreviver às condições do ambiente são transmitidas para as gerações seguintes. E aqueles membros da espécie que não conseguem se adaptar tendem à extinção por não conseguirem transmitir as suas características.

Desta maneira, somente aqueles indivíduos que possuem características mais apropriadas para se adaptar às condições do ambiente, terão maiores chances de transmitir suas características e assim se “perpetuarem” através de descendentes.

Teoria Neodarwinista

Trata-se da união das ideias de Lamarck e Darwin com as descobertas da genética. Também chamado de Teoria Moderna Evolutiva ou Teoria Sintética da Evolução, este conjunto de teses reúne as descobertas mais recentes em variados campos com a biologia, genética, botânica, zoologia, entre outros.

Na época em que os primeiros evolucionistas desenvolveram suas ideias, ainda não havia se descoberto a genética.

Foi por meio dos estudos do monge austríaco Gregor Johann Mendel que se descobriu os genes. Eles são responsáveis pela transmissão de características físicas, e até de doenças, de uma geração para outra, através da descendência.

De acordo com Mendel, em seu famoso experimento com ervilhas, os membros de uma mesma família compartilham de características em comum em razão de sua carga genética.

A Teoria Neodarwinista une as ideias de Darwin e Mendel, com os últimos avanços no campo do sequenciamento genético.

Dentre as contribuições para a compreensão da evolução genética temos maneiras mais eficientes de determinar os processos de hereditariedade e também de mutações genéticas.

Evolução: visão criacionista x teoria darwinista

Apesar das evidências científicas, outra visão sobre o processo de evolução biológica continua defendendo o papel divino na criação das espécies. É a teoria criacionista.

Desenvolvida muito anteriormente às ideias de Darwin, a Teoria da Criação, ou simplesmente “criacionismo”, existe em diferentes povos e culturas.

São diferentes explicações, mítico-religiosas. Segundo elas, a origem da vida e sua evolução seria resultado da vontade de um Criador.

Conforme estes teóricos e religiosos, o surgimento da vida seria obra divina, tendo o homem como principal elemento. Já na teoria darwiniana, a espécie humana é apenas uma dentre tantas outras espécies.

Evolução

Os teóricos evolucionistas afirmam que a humanidade deriva dos macacos e estes seriam “evolução” de espécies anteriores. Entretanto, esta visão é totalmente rechaçada pelos criacionistas que não aceitam esta ideia de parentesco animal.

Para a teoria da seleção natural, o homem somente foi capaz de chegar ao atual estado devido aos processos de adaptação que fizeram com que desenvolvêssemos nosso cérebro e, assim, pudéssemos nos sobrepor aos outros animais.

A visão criacionista

Os criacionistas têm uma visão muito diferente sobre a evolução humana. Por exemplo, entre várias correntes religiosas ocidentais, o ser humano já teria “nascido pronto” por meio da decisão de Deus.

Para muitos criacionistas, a Teoria da Evolução é vista como perigosa por supostamente afastar as pessoas de Deus. Entretanto, já existem grupos em muitas religiões que buscam conciliar as crenças espirituais com os conhecimentos científicos.

A ciência, ao mesmo tempo, segue seu trabalho de tentar investigar, através de pesquisas científicas, tudo aquilo que preocupa a humanidade. Uma boa ciência nunca afirma que possui respostas definitivas. Ela sabe que sempre é possível avançar no entendimento das coisas através de novas teses e estudos.

Enfim, Darwin trouxe grandes contribuições para a compreensão sobre o significado de evolução das espécies.

Entretanto, ainda existe muito a se estudar e explicar e é por isso que o estudo da evolução é tão importante.

Compartilhe sua opinião

Agro20 | Portal Vida No Campo