Farelo de milho é uma opção de alimentação para os animais

Inicio » Agronegócio » Farelo de milho é uma opção de alimentação para os animais
08/04/2021 Por
Farelo de milho é uma opção de alimentação para os animais

Este artigo vai abordar as características e utilidades do farelo de milho. Para falarmos desse importante produto, é fundamental entender a importância que o grão tem dentro da própria agricultura brasileira, resultando em diferentes subprodutos.

Antes de falarmos mais profundamente sobre o farelo de milho, vale citar que o milho é um alimento de grande expressão na produção do agronegócio do país. Depois da soja, foi o grão mais produzido na safra de 2019, a última divulgada pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística, o IBGE.

De acordo com o Instituto, foram mais de 101 milhões de toneladas produzidas no período. Essa quantidade de milho rendeu mais 45,6 milhões de reais no valor da produção total, alcançando uma média de 5,7 mil quilos de milho por hectare plantado.

Diante disso, é possível identificar a importância que o produto tem no cenário nacional, assim como abastecer dezenas de outros países por meio da exportação. Milhares de produtores investem na cultura do milho visando, inclusive, a indústria dos subprodutos, como o farelo de milho.

farelo de milho

O que é farelo de milho?

O farelo do milho é um subproduto da farinha, feita do processamento do milho. Ele é produzido durante a fabricação da farinha e possui alguns componentes diferentes do milho moído integral.

Por exemplo, o farelo de milho tem mais proteína bruta em sua composição, além de possuir mais fibra também. Por outro lado, o farelo de milho tem menos energia metabolizável, cálcio e fósforo, mesmo que a quantidade seja inexpressiva.

Alimentos para diversos tipos de animais

O milho em grão faz parte da alimentação de diversos animais, como bovinos e aves. No entanto, os subprodutos também integram a dieta de diferentes culturas. O farelo, aliás, faz parte da alimentação de animais como porcos, cavalos, gado e galinhas.

Na alimentação de aves e suínos, o milho é uma das principais fontes de energia. Não se trata do único ingrediente da dieta desses animais, já que outros alimentos apresentam nutrientes que o milho não tem de forma expressiva, como os aminoácidos.

O uso do farelo para alimentar o gado é considerado uma boa opção durante a fase de engorda, como crescimento e desmama. Sozinho o farelo não é capaz de suprir todas as necessidades nutricionais, então, é comum oferecer ao animal o complemento de farelo de soja, ureia, sal mineral e sal branco.

Farelo de milho para porco está na dieta constante dos suínos. No entanto, os produtores também acompanham a oscilação do preço do produto, buscando alternativas em casos de alta no valor comercial do grão. A mesma coisa acontece no farelo de milho para galinha. Para as aves, em casos assim, a dieta passa para o consumo de cereais como o trigo e o triticale.

Quando o farelo de milho para cavalo está com preços acima da média, os produtores buscam alimentos que causam menos impacto nas finanças. Uma alternativa é a produção de forragem, muitas vezes com cultivo de capim dentro da própria propriedade rural. No entanto, o milho e o farelo de milho nem sempre podem sair da dieta desses animais, principalmente em casos de animais que participam de exposições e competições.

Compartilhe sua opinião

Agro20 | Portal Vida No Campo