Farofa é acompanhamento delicioso e tem várias formas de preparo

Inicio » Agronegócio » Farofa é acompanhamento delicioso e tem várias formas de preparo
20/10/2020 Por
Farofa é acompanhamento delicioso e tem várias formas de preparo

Farofa é invenção do povo tupi-guarani. Com grande carga histórica, a receita surgiu como uma fonte de alimento rica em vitamina e demais proteínas. Isso porque é um alimento que mistura vários ingredientes em um só e, dessa forma, vira uma espécie de bomba de energia no corpo humano.

Além disso, com o passar do tempo, passou por diversas modificações e novas receitas, sendo muito comum para comer com feijão, churrasco e outros acompanhamentos que tornam o sabor da farofa algo ainda melhor.

Farofa

O que é farofa?

Farofa é um alimento criado pelos índios tupis-guaranis, tendo surgido muito antes da colonização brasileira. Mistura feita com diversos ingredientes, acredita-se que surgiu como um alimento que era consumido como fonte certeira de vitamina.

Mesmo hoje em dia, muitas pessoas ainda têm dúvida sobre o que é farofa de fato, pois ela se apresenta de diferentes formas. Porém, a verdade é que qualquer mistura feita com a farinha e com ingredientes nutritivos é tida como farofa.

Assim, tendo como base o principal ingrediente que é a farinha de mandioca, na época, foi misturada na carapaça vazia de uma tartaruga que foi posta para assar. Com isso, percebeu-se que a gordura, junto à farinha, criava uma espécie de mistura que fornecia energia e sustância ao corpo.

No entanto, com o início da colonização no Brasil, os portugueses pegaram a receita e acrescentaram diversos outros ingredientes, como ovos, carnes, legumes, entre outros. Com tamanha diversidade de ingredientes, nasceu a farofa como conhecemos hoje em dia.

Além disso, é importante frisar que a farofa tem um grande e importante impacto positivo no agronegócio, já que permite que diversos ingredientes utilizados possam ser consumidos ao mesmo tempo.

Assim, alimentos como a soja, por exemplo, são consumidos em grande escala por pessoas não adeptas da carne. Dessa forma, a soja é vendida com maior frequência e isso auxilia de grande forma na economia do país.

Como fazer farofa?

Na verdade, não há nenhum mistério em aprender como fazer farofa. Afinal, os ingredientes da farofa ficam totalmente a critério de quem está cozinhando. Em geral, os mais comuns são:

  • Bacon;
  • Frango;
  • Ovo;
  • Cenoura;
  • Carne de churrasco;
  • Milho e ervilha.

Além disso, existem muitos outros ingredientes que podem ser utilizados na receita. Para quem não possui muito tempo, inclusive, é possível juntar os ingredientes e colocar a farinha já torrada e temperada no preparo. Ou, então, colocar a farinha de mandioca pura para realizar o preparo completo.

É válido afirmar que, com a farinha crua, o preparo fica muito melhor e mais versátil. Isso porque, assim, é possível  que seja acrescentada uma série de temperos como pimenta, orégano, temperos verdes, entre outros.

Farofa

Além disso, também é possível preparar os mais diversos tipos de farofa, como:

  • Fria;
  • Quente;
  • Doce;
  • Farofa crocante;
  • Farofa de soja;
  • Apimentada;
  • Farofa para churrasco;
  • Farofa de cuscuz.

Como dito anteriormente, o tipo de farofa, tempero e demais características ficam a critério de quem está preparando a mesma, já que ela é um alimento que permite incluir uma grande quantidade de ingredientes e testar novas e diferentes ideias.

Receita de farofa

A receita de farofa não é algo tão difícil quanto se pensa, mas nem tão fácil. Afinal, é preciso temperá-la de uma forma que não fique enjoativa ou forte demais. Logicamente, tudo depende do gosto de cada um, mas o fato é que o tempero deve estar agradável e aceitável ao paladar.

Logo, é possível encontrar uma infinidade de receitas de farofa, como a farofa com bacon, que é uma das mais tradicionais e consumidas. Como o bacon é um alimento forte, algumas pessoas preferem colocá-lo em menor quantidade, outras, em maior quantidade.

A receita é feita da seguinte forma:

  • 100 g de bacon picado;
  • Cebola picada a gosto;
  • Ameixa preta picada ou uva passa a gosto;
  • 3 xícaras de farinha de mandioca crua;
  • Salsa picada a gosto;
  • Sal e pimenta a gosto.

Em uma panela, frite o bacon até que ele fique dourado e solte bastante gordura. Não descarte a gordura e utilize-a para refogar a cebola. Aos poucos, vá adicionando a farinha e doure-a até achar que está adequado para seu gosto.

Enquanto mexe sem parar, acrescente a ameixa seca picada ou uva passa preta, tempere e sirva ainda quente. Caso ache necessário, basta retirar o bacon e fazer a farofa fria. Ademais, é possível substituir o bacon por outro ingrediente ou mantê-lo na receita.

Farofa de cenoura

A farofa de cenoura é uma das preferidas de quem não possui o hábito de comer carne. Seja por não simpatizar ou por simplesmente seguir o estilo vegetariano. Para fazer essa receita, será necessário separar os seguintes ingredientes:

  • 2 colheres de manteiga ou margarina;
  • 1 cebola picada;
  • 3 xícaras de farinha crua de mandioca;
  • 1 cenoura ralada;
  • Sal a gosto.

Em uma panela, derreta a manteiga, frite a cebola e adicione a cenoura, deixando refogar por alguns momentos. Após, coloque a farinha e tempere.

Farofa

Farofa de ovo

A farofa de ovo requer atenção no seu preparo para não deixar os ovos cozidos demais, já que isso pode atrapalhar. Outra dica é que, caso queira o preparo mais molhado, será necessário acrescentar a manteiga ou margarina.

A última dica é: tente seguir a receita exatamente como está. Isso porque as medidas estão exatas para não desequilibrar nenhum dos ingredientes:

  • 2 colheres de margarina;
  • 1/2 colher de sopa de óleo;
  • 3 ovos comuns;
  • 1 xícara de farinha de mandioca crua;
  • Sal a gosto;
  • Pimenta a gosto (opcional);

Em uma frigideira que comporte os ingredientes, derreta a margarina junto ao azeite. Logo, coloque os ovos e mexa-os, fazendo com que os pedaços não fiquem tão grandes, mas nem tão pequenos.

Em seguida, acrescente a farinha de mandioca e finalize temperando conforme julgar de acordo com seu paladar. É importante deixar a farinha dourar levemente, mas sem deixar queimar.

Substituindo o ovo, é possível colocar a banana e, assim, fazer a farofa de banana.

É muito comum ver, em datas comemorativas, principalmente no Natal, a farofa de Natal.

Esse tipo de farofa geralmente leva ingredientes doces e salgados ao mesmo tempo, a fim de contrastar o sabor e trazer novas sensações ao paladar. Não deixe de experimentar!

Compartilhe sua opinião

Agro20 | Portal Vida No Campo