Jiló é cada vez mais consumido e ainda traz alguns benefícios

Inicio » Agricultura » Jiló é cada vez mais consumido e ainda traz alguns benefícios
16/07/2019 Por
Jiló é cada vez mais consumido e ainda traz alguns benefícios

Jiló é um aliado da saúde cardíaca

Sem dúvidas, o jiló divide opiniões. Alguns adoram, enquanto outros franzem a testa e fazem careta apenas de imaginarem o seu sabor amargo. No entanto, queira ou não, essa controversa fruta traz inúmeros benefícios para a saúde. Além de fazer bem para o coração, o jiló é um aliado na perda de peso e no combate contra o mau hálito. Nada mal, não é mesmo?

Embora sua composição contenha uma grande parcela de água, o jiló também é fonte de nutrientes. Entre seus componentes nutricionais, encontramos potássio, ferro, cálcio, fósforo, fibras, complexo B, vitamina C e vitamina A.

Jiló

O que é jiló?

Jiló é o fruto originário da África Ocidental e amplamente cultivado no Brasil. Ele nasce no jiloeiro, ou simplesmente pé de jiló, e sua característica mais marcante é seu típico sabor amargo. Ainda pode ser encontrado como jiló branco, popularmente conhecido como planta pé de ovo.

Apesar de pertencer à família da berinjela e do pimentão, diferente dos seus primos, o jiló não é um legume, mas antes um fruto. Não obstante o seu gosto amargoso, o jiló possui um potencial reconhecido no combate ao mau hálito e ao temido colesterol.

Quer conhecer mais dos seus benefícios? Continue lendo!

Benefícios do jiló

Esses não são seus únicos favores à saúde do corpo. O fruto apresenta um currículo impecável de benefícios, que você pode conhecer melhor abaixo.

  • Jiló ajuda na perda de peso

Quem está de dieta e pretende perder alguns quilinhos tem muito a ganhar incluindo o jiló no cardápio das refeições. Afinal de contas, o seu valor calórico é incrivelmente baixo: uma unidade do fruto equivale somente a oito calorias, isto é, pouco mais de meia dúzia.

E não acaba por aí. Além de seu baixo valor de calorias, o jiló possui um teor alto de água. O líquido está presente em nada menos do que 90% da composição do fruto. Isso, somado à quantidade elevada de fibras no alimento, promove ao organismo a sensação de saciedade.

Em outras palavras, dar espaço ao jiló e inclui-lo em seu cardápio facilita o controle do apetite, diminuindo o número de calorias e aumentando o tempo de saciedade.

Entretanto, vale dizer que consumir o alimento mensalmente não é o bastante para lograr das suas vantagens na perda de peso. Para tanto, é preciso distribuí-lo com frequência pelas refeições, adotando uma média de uma a duas vezes na semana. Considere ter um pé ou uma pequena plantação de jiló em casa.

Jiló

  • Jiló faz bem para a vista

Curiosamente, esse benefício foi comprovado por acidente. A pesquisa realizada pretendia precisar os malefícios visuais causados pelo consumo em excesso da fruta. Entretanto, seu efeito foi reverso: o experimento provou, no fim das contas, que o alimento é bom para a vista!

A pesquisa avaliou pacientes do sexo masculino que apresentavam glaucoma. Durante a avaliação, foi descoberto que a ingestão do jiló não acarreta malefícios à visão. Ao contrário: seu consumo é favorável aos pacientes com glaucoma, haja vista que reduz o desconforto da pressão ocular.

  • Combate o mau hálito

Como já visto, a ingestão do alimento é um refrescante alento para a halitose. O benefício se deve ao seu estímulo à salivação que, por sua vez, promove a ação bactericida. Em suma, o efeito de consumir a fruta jiló pode ser considerado uma limpeza bucal, trazendo mais saúde à boca.

  • Ele é amigo do seu coração

O jiló é fonte de tiamina, isto é, vitamina B1, fato que o classifica como grande amigo do seu coração. Quer dizer, o nutriente carregado pelo fruto é essencial para um funcionamento cardíaco saudável e adequado.

Por outro lado, o alimento é composto por potássio, nutriente cuja atuação regula a pressão sanguínea. Ou seja, mais um ponto favorável para a saúde da sua função cardíaca!

  • Ele é um protetor das artérias

Não satisfeito, o jiló também sustenta consigo benefícios que oferecem a função de proteger das artérias. O responsável por isso está na sua composição, uma vez que o jiló contém flavonoides. Estes, por sua vez, possuem propriedades antioxidantes, formando uma rede de proteção aos vasos sanguíneos. Em seguida, essa proteção fica encarregada de impedir o acúmulo do colesterol nas veias.

Esse benefício do jiló é muito importante, uma vez que o acúmulo forma um banco de colesterol, podendo criar placas de gordura nas artérias. A consequência disso são artérias mais estreitas, o que significa uma circulação de sangue prejudicada.

Os depósitos da substância formados nas veias ocasionam o entupimento, um dos principais fatores de risco quando falamos de ataques cardíacos.

  • Jiló pode combater a anemia

Aqueles que sofrem de deficiência de ferro, ou seja, anemia ferropriva, têm muito a ganhar com o consumo desse alimento. Seus pontos favoráveis ao organismo no combate à anemia estão no ferro, um mineral encontrado no jiló.

Além disso, estudos comprovam que o fruto, quando combinado com alho e amendoim, também fornece algumas vantagens para animais que sofrem de anemia. O efeito benéfico se deve à sua proteção ao baço, o órgão incumbido de controlar, armazenar e produzir células sanguíneas.

Receita de jiló na manteiga

Para sair da rotina, o jiló pode ganhar novas formas de preparo. Ao invés de consumi-lo tradicionalmente, experimente trazê-lo ao prato com novos sabores, como é o caso do jiló frito ou do jiló na manteiga.

Jiló

Abaixo, separamos uma receita simples, rápida e prática para inovar no seu preparo e torná-lo mais apetitoso e apetecível para o paladar. Para isso, você vai precisar de:

Ingredientes:

  • 300 gramas de jiló;
  • 1 dente de alho (amassado);
  • ½ (meia) colher de sopa de manteiga;
  • Sal a gosto.

Modo de preparo:

  1. O primeiro passo é sempre lavar bem os jilós, para que fiquem limpos para o preparo;
  2. Uma vez lavados, corte os frutos em quatro partes;
  3. Despeje a manteiga na panela e refogue os frutos;
  4. Acrescente meio copo de água na panela e espere o tempo de cozimento;
  5. Sirva-os quente.

E está pronto o jiló. Essa receita simples promete renovar o gosto e tornar o alimento mais atraente para as suas refeições. Não deixe de experimentar.

Compartilhe sua opinião

Agro20 | Portal Vida No Campo