Leite de arroz é ideal para quem é intolerante a lactose

Inicio » Agronegócio » Leite de arroz é ideal para quem é intolerante a lactose
08/12/2020 Por
Leite de arroz é ideal para quem é intolerante a lactose

Opção muito válida para intolerantes a lactose, o leite de arroz traz uma forma diferente de consumir leite, seja como bebida, seja em receitas que pedem leite. Da mesma forma, veganos podem optar por esse leite, por ele ser de origem vegetal.

O leite de arroz é feito a partir do arroz, xarope de arroz integral adicionado ou não com açúcar e aromatizado com baunilha. Além disso, há também receitas caseiras para produzir esse tipo de leite, que pode contar com ingredientes ainda mais saudáveis.

Leite de arroz

O que é leite de arroz?

Leite de arroz é um tipo de leite vegetal feito a partir do arroz. Dessa forma, o produto é opção para os intolerantes a lactose, vegetarianos e veganos. Além de ser consumido de forma a substituir o leite de vaca, também pode ser utilizado em receitas que precisem do ingrediente.

Se você pergunta para que serve leite de arroz, saiba que ele é uma alternativa ao leite de vaca, apesar de possuir algumas diferenças nutricionais. Por conta disso, consultar um nutricionista é sempre indicado para quem pretende ou necessita substituir o consumo de leite de origem animal.

Para melhor compreender o que é leite de arroz, basta entender que ele é extraído do arroz, e não de fontes animais. Dessa maneira, ele acaba sendo uma opção muito procurada por adeptos do veganismo, que não consomem produtos de origem animal.

Entre os principais benefícios do leite de arroz podemos citar a ausência de lactose e o volume superior de carboidratos. No entanto, o produto de origem vegetal possui uma quantidade inferior de proteínas, que precisarão ser extraídas de outras fontes pelos seus consumidores.

Da mesma forma, esse produto não possui colesterol e acaba sendo mais saudável para o coração, além de possuir nível inferior de calorias. Este leite também é enriquecido industrialmente com ferro, cálcio, vitamina A, vitamina D, vitamina B12 e niacina.

Como fazer leite de arroz?

Para quem procura saber como fazer leite de arroz, o processo pode ser bem simples. Desse modo, é possível utilizar tanto o arroz integral quanto o branco para produzir o leite. É necessário uma xícara de arroz, quatro xícaras de água e outras quatro xícaras de água filtrada.

Depois, basta colocar o arroz e as quatro xícaras de água em uma panela e levar ao fogo. É necessário cozinhar por cerca de 15 a 25 minutos em fogo baixo. No entanto, a água filtrada ainda não deve ser incluída, aguardando para adicioná-la na hora de bater a mistura.

Depois disso, basta colocar o arroz cozido com a água do cozimento em um liquidificador e, então, incluir as quatro xícaras de água filtrada. Assim sendo, basta pulsar no liquidificador, levando em conta que quanto mais bater, mais grosso o leite ficará.

Depois basta peneirar o leite e armazenar na geladeira, de preferência em um recipiente fechado. Geralmente, o tempo de conservação fechado em resfriamento é de três dias. Além disso, existem outros tipos de receitas na internet e é possível entender melhor como é feito o leite de arroz.

Essa é uma forma simples, alternativa e fácil de como fazer leite de arroz caseiro, visando suprir o consumo do leite de vaca. Da mesma forma, é possível incluir outros ingredientes como um aromatizante, corante ou até incluir um sabor, se desejar.

Leite de arroz

Leite de arroz no mercado

Existem algumas formas alternativas desse produto, como o leite de arroz em pó. Assim sendo, é possível encontrar esse produto para venda nos supermercados, além de receitas que ensinam a produzir esse leite em casa, apesar de não ser tão simples quanto o líquido.

O leite de arroz integral é produzido com o arroz integral e pode ser feito conforme a receita caseira que ensinamos anteriormente. No entanto, esse tipo de leite exige que o arroz tenha um tempo de cozimento um pouco maior, passando dos 25 minutos em fogo baixo.

O leite de arroz para bebês também pode ser uma opção para os bebês que possuam alergia à proteína do leite de vaca, desde que com acompanhamento médico. Desse modo, o aconselhado é utilizar esse produto na alimentação de crianças acima de dois anos de idade.

Além disso, esse produto não deve ser utilizado para substituir o leite materno, já que esse é o melhor alimento existente para um bebê. O mais indicado é que leites vegetais sejam usados como complementos na alimentação dos bebês acima de 6 meses de idade.

Existem inúmeras receitas de leite de arroz, assim como receitas que podem se utilizar desse tipo de leite para substituir o leite de vaca. Dessa maneira, é possível encontrar uma receita para fazer esse produto em casa, conforme descrevemos anteriormente no artigo.

Outros tipos de leite vegetal também podem ser encontrados no mercado, como o leite de soja, o leite de amêndoas, o leite de aveia, entre outros. Da mesma forma, existem outros leites de origem animal, sendo o mais comum deles o leite de cabra.

Leite de arroz

Preço do leite de arroz

Os leites de arroz mais comuns são encontrados na maioria dos supermercados por um valor que gira em torno de 15 reais o litro. Além disso, também existe a opção de comprar o produto em pó, e esse tipo costuma ter um custo médio de 25 reais por 300 gramas.

Entretanto, produzir o próprio leite em casa pode sair bem mais barato, visto que o custo total será inferior a dois reais por litro. Porém, vale lembrar que o beneficiamento industrial conta com enriquecimento de nutrientes e vitaminas, além de possuir aromatização.

Existem também diversas bebidas vegetais com sabores no mercado, como as bebidas de chocolate, avelãs, amêndoas e baunilha, sendo todas produzidas a partir do leite de arroz. Desse modo, o custo médio do litro desses produtos gira em torno de 20 reais.

Da mesma forma, também é possível utilizar as receitas caseiras de leite de arroz com criatividade para incrementar o sabor e a textura do alimento, que é de origem vegetal. Isso torna possível consumir os mesmos produtos de forma mais barata, cortando gastos e ainda garantindo a procedência natural.

Compartilhe sua opinião

Agro20 | Portal Vida No Campo