Setor de logística agro merece tanta atenção quanto outros setores

Inicio » Agronegócio » Setor de logística agro merece tanta atenção quanto outros setores
17/10/2019 Por
Setor de logística agro merece tanta atenção quanto outros setores

Logística é de suma importância no agronegócio

O gerenciamento de logística no agronegócio é considerado um sistema de movimentação física de mercadorias da produção para os pontos de consumo.

Contudo, no sentido real, é muito mais do que apenas o fluxo físico de mercadorias. A logística envolve planejamento, processamento, coordenação e monitoramento de várias atividades envolvidas.

Logística

O que é logística?

Logística é definida como o processo de planejamento, implementação e controle do fluxo. Além disso, contempla o armazenamento eficiente e eficaz de produtos agrícolas, serviços e informações relacionadas.

Ele acompanha desde o ponto de origem até o ponto de consumo, com o objetivo de atender às exigências do cliente.

De fato, o gerenciamento de logística de produtos agroalimentares é sobre como as organizações cumprem demanda do mercado. Assim, obtendo o produto certo, na quantidade certa, no momento e local certos.

Além disso, garante que isto seja feito da maneira mais eficiente possível, para atender às necessidades e requisitos dos clientes.

O gerenciamento de logística coordena e otimiza todas essas atividades, integrando-as com marketing, vendas, manufatura, finanças e TI.

Fornecer serviço de logística confiável e sem erros, enquanto controla os custos, é o objetivo principal de gerentes de logística no agronegócio.

Embora nenhum modelo único atenda às necessidades de todos os empresas, segurança, qualidade e meio ambiente devem ser parte integrante da qualquer estratégia.

Ou seja, para desenvolver uma logística eficaz, o planejamento de oferta e demanda deve ser resolvido. Sem dúvida, boa gestão logística permite ao agronegócio minimizar custos, maximizar lucros e sustentar operações.

Principais benefícios da logística no agronegócio

O mau status na infraestrutura impede a economia de realizar todo o potencial de seus setores agrícolas. Afinal de contas, o agronegócio não está limitado somente às práticas de pecuária e plantio. De fato, para um sucesso panorâmico e abrangente, o produtor precisa dominar a cadeia produtiva.

Isto é, a área da logística pode ser considerada a peça chave, ou a chave mestra para que todo o ciclo seja desenvolvido.

Conheça a seguir alguns benefícios de adotar a logística no agronegócio.

Logística

1. Identificar oportunidades de negócios

Com informações confiáveis ​​sobre logística e fluxo de mercadorias, você pode identificar possíveis novas oportunidades de negócios.

2. Melhorar o desempenho

Dos custos de combustível até às restrições legislativas. De fato, todas essas informações e ferramentas de modelagem são fornecidas pela logística, assim, ajudando o produtor a ajustar o desempenho do seu negócio.

3. Entender as principais tendências

Um bom serviço de logística mantém o produtor atualizado sobre notícias do setor de agronegócios. Isto é, sobre movimentos de mercado que podem beneficiar ou afetar seus negócios.

4. Antecipar oportunidades

Com dados futuros e análises especializadas do agronegócio, o serviço de logística prevê oportunidades de negócios, mitigando os riscos potenciais.

5. Expandir o panorama de negócio

O serviço define estratégias com dados e análises vitais de transporte, infraestrutura para orçamento e planejamento futuro.

Logística de distribuição

Operações de transportes e entregas de produtos, no agronegócio, requerem atenções específicas. Isto é, sazonalidade nas colheitas, fragilidade, perecibilidade, entre outros.

Por essa razão, a condição ideal de armazenamento é promovida pela logística de distribuição. Sem dúvida, é ela que se atenta aos fatores como umidade no ar, temperatura de ambientes e embalagens usadas para o manejo, por exemplo.

Assim sendo, o papel da gestão logística nessa etapa é se certificar que o transporte está em conformidade com as necessidades dos produtos. Isto é, que corresponde às suas especificidades, reduzindo os atrasos nas entregas ou as perdas na qualidade.

Desse modo, conclui-se que a logística de distribuição é crucial para o desenvolvimento do agronegócio. Afinal, otimiza os gastos e adota práticas melhores e mais estratégicas.

A garantia de produtos entregues no prazo estipulado e com qualidade preservada é essencial. Assim, este serviço assegura o bom fornecimento tanto para a pecuária quanto para a produção agrícola.

Logística empresarial

A logística empresarial é a área administrativa que orienta e propõe meios organizacionais a fim de aplicar melhorias nos processos produtivos do agronegócio. Estes, por sua vez, envolvem a gestão de fornecedores, distribuições, transportes e estoques. Ou seja, tudo que é relacionado à produção da empresa.

Para dominar esse serviço, é ministrado o curso de logística. Sem dúvida, ela é um apoio para os produtores agropecuários. Afinal, este setor contempla diversas gestões, tais como:

  • Transferência de material dentro da empresa como, por exemplo, o transporte interno;
  • Armazenagem;
  • Manuseio;
  • Entrega;
  • Estoque primário;
  • Estoque final e outros modos de controle.

De fato, a meta do serviço é racionalizar, da melhor maneira, estes procedimentos comuns às empresas. Para tanto, a atualização das informações quanto à quantidade, tempo, estoque e aplicação de produtos deve ser constante.

Nesse sentido, pode-se dizer que uma gestão eficiente movimenta apenas as cargas essenciais, isto é, racionando quantidades corretas e evitando acumular estoque. Afinal, o armazenamento incalculado gera problemas para a produção. Assim, é promovida uma diminuição significativa nos custos e no processo de produção em geral.

Logística

Logística de suprimentos

A logística de suprimentos é integrante indispensável dentro do ciclo de produção da agroindústria. Afinal, a ação do serviço prestado se concentra em movimentar insumos e funções, ou seja, certificar-se de que eles cheguem no setor empresarial de destino.

Em outras palavras, esse serviço garante que tenha materiais suficientes para o trabalho.

Por exemplo, os materiais da agropecuária tendem a apresentar custos superiores de produção. Isto é, as despesas de transportes de algumas têm custo maior do que o respectivo preço de compra.

Os adubos são um exemplo. De fato, seu preço de aquisição é baixo. Por outro lado, são altos os custos do carregamento do produto, sendo assim mais elevados. Dessa maneira, tudo fica a depender da distância percorrida e do volume que precisa ser transportado.

Em outras palavras, uma logística de suprimentos eficaz, no agronegócio, se propõe a reduzir os custos, tanto os de comercialização quanto os de produção.

Para manter a atividade da agroindústria a todo vapor, portanto, é garantido que as cargas sejam sempre entregues dentro dos prazos. Desse modo, a tríade da logística trabalha integrada, complementando sempre uma a outra com eficácia.

Compartilhe sua opinião

Agro20 | Portal Vida No Campo