Lombo é corte retirado das costas do gado suíno ou bovino

Inicio » Pecuária » Lombo é corte retirado das costas do gado suíno ou bovino
06/09/2019 Por
Lombo é corte retirado das costas do gado suíno ou bovino

Lombo é corte popular nas festas de fim de ano que pode ser bovino ou suíno

A carne de porco é frequentemente associada a altos índices de gordura. Isso, consequentemente coloca ela como uma vilã de nossa alimentação. Entretanto, não devemos aceitar este senso comum, uma vez que alguns cortes suínos podem ser considerados magros, como é o caso do lombo.

Mas o lombo não provém apenas dos porcos, sendo também retirado do grupo dos bovinos. Nesse caso ele continua sendo considerado como uma carne magra. No entanto, é preciso levar em consideração que a carne bovina possui  uma quantidade menor de gorduras que a suína.

Lombo é um corte de carne considerado magro e saudável

O que é lombo?

Lombo é um famoso corte de carne retirado das costas do gado bovino e suíno. Trata-se de uma carne rica em proteínas e vitaminas, com um baixo índice de colesterol. Geralmente o lombo suíno é assado em churrascos típicos do Rio Grande do Sul.

Lombo suíno ou bovino?

Se pensarmos na relação de gordura que ambos os cortes possuem, podemos dizer que o lombo suíno pode ser considerado mais saudável. Isso porque, por incrível que pareça, ele apresenta um nível menor de adiposidade e colesterol ruim.

Além disso, essa carne é repleta de nutrientes benéficos para o organismo e, dessa forma, podem ser inclusas na dieta alimentar sem maiores perigos.

O lombo de porco pode, inclusive, servir como um substituto para a carne vermelha. Mas, segundo especialistas, o correto é dividir a ingestão de carnes no decorrer da semana; garantindo uma alimentação balanceada e sem exageros que possam causar problemas no futuro.

Principais benefícios do lombo de porco

Os benefícios do lombo suíno são muitos e incluem desde fatores que podem ajudar a melhorar as condições de saúde até outros que auxiliam na proteção contra doenças perigosas. Entre os principais deles, podemos citar os seguintes.

  • Favorece o metabolismo energético e melhora o funcionamento do sistema nervoso;
  • Melhora a digestão e a eliminação de toxinas;
  • Tem uma gordura considerada saudável;
  • Ajuda no tratamento e na prevenção de doenças;
  • Auxilia na prevenção de anemia.

Também é bacana destacar que durante o processo de engorda do porco, as vitaminas têm extrema importância na alimentação dos animais, no seu ciclo reprodutivo e na prevenção de doenças. O milho e a soja são os alimentos de maior função nutricional para eles, contribuindo para que a produção de carne de porco siga em alta qualidade.

Criação suína no Brasil

No Brasil, a região Sul é a que mais realiza a criação de porcos, deixando o país como um dos maiores produtores de carne de porco da América do Sul. Embora não seja a carne mais consumida no Brasil, é dela que são produzidas as linguiças: um produto muito popular entre os brasileiros.

Lombo é um corte de carne considerado magro e saudável

A agricultura familiar é responsável por cerca de 70% do rebanho suíno do Brasil. A carne suína é exportada para cerca de 70 países e, curiosamente, o Brasil produz mais carne de porco para o mercado externo do que para consumo próprio.

Antigamente, os porcos eram criados livres no território rural e sem restrições para cuidados especiais visando o aumento de produtividade. Hoje, são mantidos em zonas confinadas e alimentados de acordo com as necessidades nutricionais necessárias para sua sobrevivência.

Benefícios do lombo bovino

O lombo bovino não fica para trás e também apresenta uma série de benefícios para a saúde do ser humano. Ele apresenta uma quantidade considerável de L-carnitina, que é um aminoácido fundamental para o metabolismo das gorduras.

Resumidamente, a sua função é transportar as gorduras para nossas mitocôndrias, para que elas possam ser queimadas. Nosso corpo sintetiza a L-carnitina no fígado, e quanto mais deste aminoácido for ingerido, maiores serão os benefícios para nossa saúde.

E os benefícios da L-carnitina não param por aí. É comprovado que ela pode melhorar a saúde de nosso coração. Isso acontece pois ela apresenta forte efeito oxidativo, o que também favorece o nosso sistema circulatório e pode melhorar a aparência de nossa pele e cabelos.

Além disso, o lombinho bovino é rico em proteínas, o que nos ajuda a aumentar e melhorar a nossa massa muscular. Devemos entender que a proteína é um bloco de sustentação para nosso organismo. Assim, além de poder reparar nossa musculatura, ela ainda pode reestruturar os ossos e a cartilagem.

Por fim e não menos importante, é interessante destacar que este corte bovino auxilia na prevenção da anemia. Isso porque ele é rico em ferro. Ter uma boa quantidade deste nutriente no organismo auxilia na prevenção da anemia ferropriva, que é uma epidemia crescente em todo o mundo.

Como preparar o lombo

Para preparar um lombo delicioso, seja ele bovino ou suíno, são necessários os seguintes ingredientes:

  • 1,5 kg de lombo, seja ele suíno ou bovino;
  • 2 dentes de alho picado;
  • 1 cebola picada;
  • 1 tomate picado;
  • 100 ml de suco de limão;
  • 100 ml de suco de laranja;
  • 200 ml de vinho branco seco;
  • Sal a gosto;
  • 3 pimentas dedo de moça picadas, sem semente;
  • Alecrim a gosto;
  • Louro a gosto;
  • 60 ml de óleo.

Lombo é um corte de carne considerado magro e saudável

Assim que tiver os ingredientes em mãos, você pode iniciar a preparação de seu prato. O primeiro passo é marinar a peça. Dessa forma, em um recipiente coloque o alho picado, a cebola, o tomate, os sucos e o vinho. Caso julgue necessário, você pode temperar com sal, pimenta e ervas. Depois é só deixar o lombo marinando durante um período de 24 horas.

O próximo passo é levar o prato ao forno. Para isso, você deve pré aquecer o óleo em uma panela, onde a peça será colocada. Feito isso, você pode colocar a carne no forno, de modo que ela doure uniformemente. Quando ela estiver bem dourada você pode adicionar a marinada da véspera.

Com isso, o recomendado é deixar cozinhar por aproximadamente 1 hora em fogo baixo. Se achar necessário, regue o lombo com um pouco de água. Quando ele estiver bem macio, você deve retirá-lo do forno e deixar o caldo apurar. Assim, ele está pronto para o consumo. Mas vale lembrar que, apesar desse corte ser considerado magro, você não deve abusar; afinal, tudo que ingerimos em excesso pode fazer mal para o nosso organismo.

Compartilhe sua opinião

Agro20 | Portal Vida No Campo