Magnésio é um macronutriente fundamental na síntese da clorofila

Inicio » Meio Ambiente » Magnésio é um macronutriente fundamental na síntese da clorofila
15/07/2019 Por
Magnésio é um macronutriente fundamental na síntese da clorofila

Além de essencial para nosso corpo, o magnésio é vital para plantas e todas as atividades agrícolas

Apesar de muito sol para a fotossíntese, as plantas também necessitam de vários nutrientes para crescerem fortes e saudáveis. Sem cuidados adequados com o solo, a escassez do magnésio deixa as funções fisiológicas de culturas inteiras serem afetadas, reduzindo as produções mais naturais.

Essa classe de mineral está dividida em dois grupos distintos: os macronutrientes, onde está presente o magnésio, e os micronutrientes. A seguir, neste artigo, você vai saber mais sobre o mineral, suas propriedades e particularidades.

Magnésio

O que é magnésio?

Magnésio é um elemento classificado como macronutriente, de ação parecida à do cálcio. Embora o nitrogênio também seja vital nessa estrutura e síntese de clorofila, ele também age em diversos processos que estão relacionados às enzimas.

O grande ponto do mineral é a importância do magnésio e a sua relevância na produção de fotossíntese das plantas. Ou seja, ele auxilia na transformação da luz solar em energia. Devido a essa deficiência, ou mesmo sua ausência, o resultado pode ser a quedas de folhas ou a presença de tons amarelados e com estruturas escuras.

O magnésio e os demais macronutrientes essenciais

Além da presença de micronutrientes, essa classificação de mineral dos terrenos pode ser difícil. Isso porque grande parte dos solos costuma apresentar várias ausências nesse sentido. Por isso que o uso de fertilizantes ajuda na correção de minerais.

Ainda vale lembrar que toda a aplicação dos fertilizantes precisa ter a análise de agrônomos e profissionais da área. Tudo porque os solos saturados com minerais podem vir a prejudicar o crescimento sadio de culturas inteiras.

Confira abaixo alguns outros macronutrientes essenciais:

  • Hidrogênio: presente na água, ele ajuda na composição biomolecular;
  • Carbono: forma as moléculas orgânicas e ainda contribui para energia;
  • Oxigênio: essencial para a respiração das células, ele ajuda a transformar açúcares da fotossíntese na forma de energia;
  • Fósforo: vital para a formação de estruturas celulares, atua nas fases de floração, formação de sementes e crescimento, além de auxiliar também no processo de fotossíntese, convertendo energia solar em química;
  • Nitrogênio: atua no desenvolvimento de proteínas, ajudando na formação celular;
  • Cálcio: essencial para a síntese de enzimas e o transporte de nutrientes;
  • Potássio: auxilia na manutenção dos níveis de água dos vegetais, controlando a hidratação durante longas épocas de seca;
  • Enxofre: vital para a composição das células de cloroplastos.

Magnésio

Importância do magnésio para a agricultura

A relevância do mineral e seus compostos são inúmeros para o agronegócio, desde a agricultura até as indústrias construção e químicas. Sem contar que seus óxidos ainda podem ser empregados para a produção de aço e ferro.

Embora seja um dos elementos mais abundantes no planeta, ao contrário de vermes que atacam as culturas, ele não está livre no meio ambiente. Entretanto, ele faz parte da composição de uma série de minerais, como a calcita e biotita.

Mais na área da agricultura, o magnésio é vital no quesito de macronutriente secundário, pois ele pode ser combinado a vários elementos encontrados no solo.

Através de trocas químicas, uma simples solução apresenta alta absorção, podendo ser até mesmo reduzida por meio de elementos com baixo pH. Com isso, a função do magnésio também ganha em efeito fisiológico, uma vez que ele também está presente na formação das moléculas de clorofila, que são vitais a diversos tipos de reações.

Atuando como fertilizante, seus calcários compõem fontes essenciais ricas para diversas culturas. Sem contar que, pela sua relevância na produção de clorofila, sua ausência pode ocasionar amarelamento nas folhas.

Importância do magnésio para o corpo humano

Além das funções para o agronegócio, ele também ajuda nosso organismo a funcionar de forma adequada. Claro que isso se deve a uma quantidade ideal, embora certas substâncias não sejam produzidas pelo nosso organismo. No caso do mineral, ele requer uma absorção direta por dietas especiais e boa alimentação.

Sua presença está ligada a vários tipos de alimentos como manjericão, semente de linhaça, algas e até no coentro. Dessa forma, ele contribui para vários processos no corpo, reforçando nossa saúde e até a imunidade.

Mesmo assim, pela sua ausência sem motivo específico, a reposição desse nutriente precisa ser feita por suplementos especiais, como o cloreto de magnésio.

Alimentos ricos em magnésio

Embora esse mineral possa ser encontrado em vários alimentos como legumes, espinafre, feijão e nozes, são os cereais e as sementes integrais que representam as melhores fontes para se absorver o magnésio.

Uma dica saudável é apostar em sementes secas e nozes, nutritivas e ricas em magnésio, se comparadas a torradas. Por outro lado, ele é o centro das moléculas de clorofila, representados em alimentos com a cor verde, como uma verdura rica em nutrientes.

Vale lembra que vários grãos já refinados costumam apresentar baixos índices do nutriente. Isso porque boa parte do mineral é perdida durante o processo de eliminação das camadas externas dos grãos, assim como dos gérmens. Dessa forma, prefira apenas alimentos integrais, como iogurtes, leites e vários cereais matinais.

Outra dica saudável é o consumo de chocolate amargo e abacate, ricos em magnésio. Os sucos à base de vegetais também enriquecem qualquer dieta que demande altos níveis do mineral.

Mesmo que a agricultura industrial tenha contribuído para o empobrecimento solo devido ao excesso de processos químicos, alguns herbicidas ainda podem agir como quelantes, bloqueando a utilização e absorção de elementos essenciais para as lavouras.

Magnésio

Para os casos de baixos níveis desse mineral nas suas culturas, o modo ideal para aumentar essa ingestão do mineral é apostar em produtos orgânicos e de cultivo biológico. Confira abaixo quais os principais alimentos com magnésio:

  • Espinafre;
  • Grãos integrais;
  • Castanhas;
  • Feijão.

Para que serve o magnésio?

O magnésio está presente em inúmeras reações do nosso organismo. Sua falta pode causar deficiências de imunidade. Ou seja, tal desequilíbrio pode aumentar os riscos de doenças e condições de alcoolismo, por exemplo.

Vale ressaltar que até mesmo atividades físicas muito intensas e o uso de alguns medicamentos, sem a reposição adequada desse mineral, ainda causam as perdas do elemento. Assim, atletas de alto rendimento e com deficiência de magnésio podem ter convulsões.

No caso de pessoas com diabetes, o risco está no urinar intensamente. Nessa linha, pessoas com problemas gastrointestinais podem ter essas deficiências com o tempo, assim como idosos e quem se alimenta muito fracamente.

Os primeiros sintomas da deficiência em magnésio são marcados pela presença de vômito, náuseas, fraqueza e fadiga. Nos piores casos pode haver formigamento, dormência, câimbras e até convulsões.

Compartilhe sua opinião

Agro20 | Portal Vida No Campo