Pampa é um importante bioma brasileiro e deve ser preservado

Inicio » Meio Ambiente » Pampa é um importante bioma brasileiro e deve ser preservado
31/07/2019 Por
Pampa é um importante bioma brasileiro e deve ser preservado

O território do Pampa possui uma biodiversidade incrível e muito variada

Os biomas brasileiros são notáveis, incomparáveis e bastante diversificados – cada um com suas particularidades e características marcantes. Em nosso território, é possível encontrar seis tipos deles: o Pampa, o Manguezal, a Amazônia, o Cerrado, a Caatinga, a Mata Atlântica e o Pantanal.

Embora o Pampa não seja conhecido por seu solo fértil – já que boa parte do bioma foi devastado ao longo dos anos, tornando a região pouco promissora para cultivos – a atividade agrícola monocultora cresce na área. No entanto, a pecuária ainda é a maior responsável pela atividade econômica da região; e o solo plano do bioma favorece ainda mais esse tipo de atuação.

Pampa é um importante bioma brasileiro e deve ser preservado

O que é pampa?

O pampa, também conhecido por outras nomeações como Campos do Sul ou Campanha Gaúcha, é um bioma que ocupa mais da metade do território do Rio Grande do Sul. Além disso, ele também é bastante comum em outros países da América do Sul, como o Uruguai e a Argentina.

Pesquisadores apontam que ele se estende em uma área de aproximadamente 750 mil quilômetros quadrados na região sul do continente americano. Trata-se de um número muito relevante. Entretanto, no Brasil, os pampas representam apenas 2% de toda a extensão territorial.

Qual o significado da palavra Pampa?

É importante ter consciência de que a origem desta palavra é indígena. Ela provém do vocabulário quecha, que significa região plana; o que faz muito sentido, já que esse tipo de paisagem é comum nesse bioma. Contudo, vale lembrar que ele é bastante diversificado. Logo, esta não é a única paisagem encontrada na região.

Alem delas, no Pampa é possível encontrar de serras a planícies, de morros rupestres a coxilhas, que são uma espécie de pequenas elevações. Todos estes cenários são caracterizados por uma vegetação bem variada, onde predominam campos nativos, mas também existe forte presença de matas ciliares, matas de encosta, matas de pau-ferro, formações arbustivas, butiazais, banhados e afloramentos rochosos.

Características do Pampa

Agora vamos falar um pouco mais detalhadamente sobre as mais marcantes características do Pampa. Como falamos anteriormente, o bioma é famoso por suas extensas áreas de vegetação rasteira. Mas, além de saber sobre a flora do pampa, é interessante que você conheça suas características climáticas.

A região recebe um clima majoritariamente temperado. Porém, ele tende a ser subtropical ao norte e semiárido na parte oeste. Assim, enquanto as temperaturas no verão são bastante elevadas, variando entre 28 e 33 graus; no inverno os habitantes da região podem sofrer com baixas de até 12 graus, por exemplo.

Assim, é fácil de entender que o clima do pampa é bastante variado. Existem registros que, nos invernos, durante a noite, a temperatura chegou a ficar entre os 1 °C e 6 °C. Entretanto, na primavera e no outono a temperatura costuma ser um pouco mais amena; mas, assim como ocorre no inverno, durante a primavera a temperatura também pode variar bastante.

Como é a fauna do Pampa

Assim como sua flora e até mesmo a temperatura, é possível dizer que a fauna do Pampa também é muito diversificada. A região é famosa, inclusive, por possuir uma biodiversidade riquíssima, com uma grande quantidade de espécies muito belas.

Pampa é um importante bioma brasileiro e deve ser preservado

Entre elas, podemos citar aves, mamíferos, artrópodes, répteis e anfíbios. Além desses, até mesmo pequenos insetos podem ser encontrados em abundância na região, como a vespa da madeira ou o bicho da maçã. Estes seres servem de alimento para os pássaros da região.

E, falando em pássaros, é bacana destacar que o pampa é um local do planeta onde a população de aves está mais preservada no mundo. Alguns exemplos da vida animal dos pampas são:

  • tiê-sangue;
  • anum-preto;
  • jacu;
  • saíra;
  • macuco;
  • corruíra-do-campo;
  • papa-mosca-do-campo;
  • jararaca-do-banhado;
  • caboclinho-de-barriga-verde;
  • quero-quero, joão-de-barro;
  • sabiá-do-campo;
  • jacutinga;
  • pica-pau do campo;
  • beija-flor-de-barba-azul;
  • cobra-cipó, perdigão;
  • onça-pintada;
  • perdiz;
  • gavião-chimango;
  • pica-pau-chorão;
  • caminheiro-de-espora;
  • furão;
  • lontra;
  • gaturamo-verdadeiro;
  • tuco-tuco;
  • coruja-buraqueira;
  • araponga;
  • sanhaço;
  • ema;
  • garça;
  • marreco;
  • capivara;
  • tatu-mulita;
  • veado campeiro;
  • guaxinim;
  • lobo guará;
  • graxaim;
  • ratão-do-banhado;
  • zorrilho;
  • preá;
  • preguiça-de-coleira;
  • sapinho-de-barriga-vermelha.

Um fato muito curioso é que quase metade dos animais do pampa são endêmicos. Isso quer dizer que eles são encontrados unicamente nessa região, não aparecendo em nenhuma outra parte do mundo.

Perigo de extinção no Pampa

Apesar de contar com uma biodiversidade rica e única, infelizmente parte da fauna dos pampas está seriamente ameaçada de extinção. Isso porque um dos principais problemas da região é a questão do desmatamento excessivo. Assim, os animais perdem suas casas.

Com isso, eles são obrigados a migrar para outras localizações com características bastante diferentes das encontradas no bioma pampa. Isso faz com que eles encontrem sérias dificuldades de alimentação e até mesmo para se reproduzir, prejudicando bastante as espécies.

Além disso, um segundo motivo para o problema é a caça e tráfico ilegal de animais na região. O pior é que em muitos casos, é a própria população local que está praticando estas ações, acabando com a beleza e riqueza proveniente de suas terras. Entre os principais animais ameaçados de extinção, podemos citar:

  • Sapo de barriga vermelha;
  • Onça pintada;
  • Jacutinga;
  • Jaguatirica;
  • Sauim de coleira;
  • Gato-dos-pampas;
  • Tamanduá;
  • Mico-leão-dourado.

Relevo do Pampa

O relevo do pampa é formado por quatro principais conjuntos:

  • planalto de campanha
  • depressão central
  • planalto sul-rio-grandense
  • planície costeira

Em grande parte do território destacam-se os relevos de planície, constituídos por vastas áreas de pastagem onde são colocados os rebanhos.

Pampa é um importante bioma brasileiro e deve ser preservado

Dessa maneira, uma das principais atividades comerciais da região é a pecuária extensiva. O foco por lá é a criação, principalmente, de bois e ovelhas. Entretanto, quando falamos sobre a produção agrícola, é importante destacar que os principais cultivos são de soja, arroz, milho, trigo e uva.

Curiosidades sobre o Pampa

Agora que você já sabe o que é Pampa e todas as suas características, está na hora de apresentarmos algumas curiosidades sobre a região. Ela é considerada um patrimônio cultural brasileiro, sendo genética e totalmente natural.

Além disso, é no Pampa que está concentrada a maior parte do aquífero do Guarani, que é o segundo maior aquífero do mundo. Ele é tão grande que possui a capacidade para abastecer a população brasileira durante 2.500 anos. O território ainda foi palco de uma batalha histórica, a Guerra do Paraguai, que contou com a participação de Brasil, Argentina, Paraguai e Uruguai.

Compartilhe sua opinião

Agro20 | Portal Vida No Campo