Plantas trazem vida aos ambientes e são cultivadas no mundo todo

Inicio » Agronegócio » Plantas trazem vida aos ambientes e são cultivadas no mundo todo
01/06/2020 Por
Plantas trazem vida aos ambientes e são cultivadas no mundo todo

A contribuição das plantas em diversos âmbitos para todos os seres vivos

As plantas possuem a mágica de permitir que os ambientes fiquem mais bonitos. As pessoas também ficam mais felizes, pois uma planta é capaz de trazer energias boas e aconchego. Cuidados, dedicação e carinho são fundamentais no cultivo.

Pesquisas comprovam que indivíduos que permanecem perto de alguns jardins floridos estão passíveis de descontração e mais sorrisos. Acontece o mesmo com aqueles que cultivam plantas, sejam ornamentais ou medicinais. A troca nessa interação se torna altamente benéfica, muitas vezes sendo uma terapia que combate distúrbios emocionais.

plantas

O que são plantas?

Plantas são um tipo de ser orgânico que vive e cresce. Entretanto, ao contrário de animais e seres humanos, não mudam de um local para outro voluntariamente.

Os arbustos, as hortaliças, as árvores e os outros vegetais também fazem parte desse conjunto estudado pela botânica.

Os tipos de plantas

Por meio das plantas, ocorre uma liberação do oxigênio. Isso permite que milhares de seres sobrevivam. Elas são importantíssimas na cadeia alimentar. Sem elas, todos os herbívoros se eximiriam, o que vetaria também a existência dos carnívoros.

Além de várias outras funções, tal como matéria-prima, medicina e decoração, por exemplo, os muitos tipos de plantas estão inseridos no reino Plantae, sendo classificados de variadas formas, o que resulta em cerca de 300.000 mil espécies.

No reino Plantae se encontram arbustos, ervas, árvores e muitos outros. Nele, é possível estudar características gerais dos tipos de plantas, assim como suas divisões.

Criptógamas

A a essa divisão pertencem as plantinhas que não são capazes de produzir flores, frutos ou sementes. Elas se reproduzem através de esporos, tendo a estrutura reprodutiva pouco evidente.

Criptógamas têm duas subdivisões: pteridófitas e briófitas.

Fanerógamas

Essas são as capazes de produzir frutos, flores e sementes. O pólen e os óvulos são os gametas masculino e feminino, ou seja, a estrutura para reprodução é claramente visível.

A planta fanerógama possui duas subdivisões: angiospermas e gimnospermas.

Plantas terrestres

Plantas terrestres são todas as que têm as raízes firmadas no solo, tendo uma enorme diversidade delas. São encontradas em grupos de vegetação classificados como pteridófitas, briófitas, angiospermas e gimnospermas.

Temos como os exemplos mais comuns os musgos, arbustos e samambaias.

plantas

Plantas aquáticas

Também chamada como macrófita aquática ou hidrófita, a planta aquática é ótima para decorar espelhos d’água, lagos e bacias. É aquela que facilmente se adapta nos ambientes aquáticos.

Ela também é considerada terrestre, pois, no passado, passou por processos evolutivos, se adaptando às condições da vida dentro da água.

Plantas aquáticas podem ser encontradas debaixo d’água, bem como também flutuando nos brejos. Sua raiz, em geral, é mais fina e alta, com talo e folha que flutuam.

Como exemplo mais comum, temos: lótus, vitória-régia, salvínia e alfaces-d’água.

Plantas aéreas

As plantas aéreas são também conhecidas como as epífitas, o que quer dizer “sobre plantas”.

Essas são plantas do tipo terrestre que, segundo a sua estrutura, crescem com as raízes aéreas ou também vivem em cima de outros objetos e plantas. Podem muito bem viver sob os troncos de árvores.

Como exemplos comuns, temos: filodendro, orquídeas e costela de adão.

Plantas de jardim

Manter um jardim bem bonito requer mais que uma dose de água e amor pelas plantas. É de extrema importância conhecer o que se tem plantado para tratar da forma individual, como é necessário.

Além disso, existem diversas espécies de plantinhas para variados tipos de jardim (jardim vertical, jardim de pedra, jardim italiano, jardim inglês e jardim japonês, por exemplo).

Entre as plantas de jardim mais famosas estão a hortênsia, a rosa e também a violeta.

Plantas venenosas ou tóxicas

As venenosas são as que causam certos sintomas relacionados à intoxicação por conta de contato ou ingestão.

Por exemplo: artemísia, aroeira, arruda, comigo-ninguém-pode e giesta.

O poder das plantas medicinais

As plantas medicinais são aquelas amplamente utilizadas para se curar os variados tipos de doenças dentro do organismo humano e animal.

Entre as espécies mais comuns, podemos destacar:

  • Doril: doril é a nomenclatura de uma determinada flor, esta que é extremamente eficaz na luta contra as dores de cabeça intensas. Basta consumir uma xícara de chá das folhas da doril para ver os resultados. Mas para que o chá realmente faça efeito, é necessário cuidar da planta, deixando-a em ambientes que tenham muita claridade. Além disso, é preciso regá-la bastante durante todos os dias da semana;
  • Romã: a romã, cujo chá é bastante consumido em algumas regiões do país, tem os frutos capazes de amenizar as dores de garganta. Entretanto, é preciso fazer sua rega de 2 em 2 dias, bem como fertilizá-la cerca de uma vez a cada mês;
  • Carqueja: a carqueja pode auxiliar na perda de peso, uma vez que tem efeitos diuréticos. Ela limpa as impurezas de dentro do organismo, assim como ajuda os órgãos a se manterem funcionando melhor.

plantas

As plantas carnívoras

As plantas carnívoras são o tipo que pode digerir pequenos animais e insetos.

Entre as espécies mais comuns de plantas, podemos destacar os gêneros Dionaea, Drosera, Sarracenia e Nepenthes.

Como são as plantas ornamentais?

As plantas ornamentais são aquelas ideais para combinar em ambientes fechados, assim como para realizar o paisagismo das áreas externas.

Elas são reunidas conforme tal classificação, por possuírem características ímpares, em especial pela sua cor, floração, beleza e mais alguns outros atributos.

Alguns dos tipos mais apreciados são:

  • Pau d’água: essa planta é muito usada para decorar escritórios, pois suporta a intensidade do frio ar-condicionado;
  • Rosa de pedra: seu formato lembra uma linda rosa, mas ela é muito boa no armazenamento d’água. Não pode ser exposta aos raios solares por muito tempo, necessitando de rega somente uma vez a cada semana;
  • Minicactos: muito usados para compor uma decoração dentro de casa. Os cactos também não podem ficar expostos aos raios solares excessivamente. A rega deve ser somente quando sua terra estiver bem seca;
  • Espada de São Jorge: esta é uma planta ornamental muito usada não somente nos ambientes externos, mas também nos internos;
  • Begônia: é apropriada para os ambientes que ficam longe do vento e do sol. Possui folhas vistosas e coloridas.

Viu como as plantas têm uma infinidade de funções? Todos os seres vivos dependem delas para sobreviver de uma maneira ou de outra, levando em conta os atributos que elas possuem.

Compartilhe sua opinião

Agro20 | Portal Vida No Campo