Sal Maldon, produzido artesanalmente, é um dos melhores do mundo

Inicio » Agronegócio » Sal Maldon, produzido artesanalmente, é um dos melhores do mundo
02/12/2020 Por
Sal Maldon, produzido artesanalmente, é um dos melhores do mundo

Um dos tipos mais caros e o melhor sal do mundo, o sal Maldon é feito de forma artesanal. Essa característica, quando somada à embalagem vintage que nunca foi mudada, cria uma atmosfera de pura curiosidade sobre o produto.

O sal Maldon é inglês e desde sua origem fez sucesso no mundo inteiro. No Brasil, sua popularidade está crescendo após famosas chefes o utilizar em receitas de grande complexidade ou como uma forma decorativa. Confira!

Sal Maldon

O que é sal Maldon?

Sal Maldon é um sal desenvolvido em 1882. Como é produzido de forma puramente artesanal, não possui nenhum aditivo químico que possa alterar o seu sabor e sua composição. Considerado o melhor sal do mundo, o sal Maldon é feito de forma diferente.

Para saber como é feito o sal Maldon, saiba é muito prático. Afinal, provém da água do rio que vira mar. Em seguida, essa água passa por um processo natural de fervura e filtração. Em seguida, é aquecida para que o sal se mostre, seque e cristalize.

Além disso, é um tipo de sal com muita história. O motivo é que, desde aquela época, os pescadores da região adoravam utilizar o sal Maldon como um tempero indispensável para cozinhar os peixas e temperá-los.

Como era o único sal local da época, o favoritismo dos pescadores e consumidores locais fizeram com que crescesse consideravelmente com o passar do tempo. No entanto, no ano de 1900 é que o Maldon iniciou, de fato, a sua fama.

Após ter vendido uma porção para a loja Harrods, o produtor recebeu uma simpática carta elogiando o produto e dizendo que ele agregava muito mais sabor com uma quantidade bem menor utilizada. Logo, era lucro!

Sal Maldon é o preferido de grandes cozinheiros

Profissionais especializados em culinária, geralmente possuem um paladar crítico e refinado para uma grande quantidade de temperos. O sal Maldon caiu na graça de muitos cozinheiros extremamente famosos, já que o utilizavam como uma finalização do prato.

Atualmente, com a grande onda de veganismo e vegetarianos, os alimentos naturais combinam perfeitamente com esse sal. O motivo é que ele dá um sabor muito maior ao vegetal. No entanto, não somente aos vegetais, mas qualquer produto tem seu sabor intensificado pelo uso do sal Maldon.

Isso, logicamente, está ligado à forma como ele é feito. Quanto maior a pureza e qualidade do sal utilizado, maior será o sabor que ele agregará à comida.

Sal Maldon

Onde comprar sal Maldon?

Felizmente, com a imensa utilidade que a tecnologia oferece à rotina de muitas pessoas, o sal Maldon pode ser facilmente encontrado através de diversos sites de compra. No entanto, a sua raridade é tamanha, que ainda assim de torna difícil encontrar fornecedores desse produto.

Isso porque, as porções de sal Maldon vendidas através da internet, possuem um valor muito agregado. De fato, o sal é maravilhoso, mas pede-se um preço muito alto por ele. Dessa forma, muitas pessoas buscam fornecedores diretos da marca, já que, assim, é possível comprá-lo por um valor mais justo e acessível, além de possuir uma maior margem de negociação.

Tipos de sal

Hoje em dia, existem diversos tipos de sal que se destacam por diferentes motivos. Desde o sal Maldon, até o sal de cozinha e diversos outros tipos, cada um deles possui uma finalidade específica e características que podem ser ou não benéficas ao corpo, dependendo da forma como são consumidos.

  • Sal marinho;
  • Sal grosso;
  • O sal de cozinha;
  • Sal do himalaia;
  • Flor de sal.

Mesmo que existam outros tipos de sal, os mais comuns são os citados acima. O sal marinho é muito semelhante ao sal refinado, com a diferença de que ele não é refinado e isso o faz muito mais saudável.

Em seguida, o sal grosso é muito conhecido pela incrível variedade de utilização. Seja para temperar carnes, fazer banho, jogar no vaso sanitário, como incenso, entre diversas outras formas, também não passa pelo processo de refinamento, o que faz com que ele mantenha seus nutrientes originais.

Já no sal de cozinha, o refinamento é tão grande que a adição de iodo após o processo, se tornou obrigatória. O refinamento faz com que o sal de cozinha perca quase todas as suas propriedades, mantendo somente o sódio. É um dos tipos de sal que mais precisa de cautela em sua utilização.

Em seguida, o sal do himalaia também é muito conhecido pela naturalidade com que é encontrado. O sal não passa por refinamento, tem um sabor suave e é conhecido por oferecer uma quantidade maior de minerais.

A flor de sal é colhida das águas oceânicas e possui o formato de flor. De tamanho pequeno, serve mais como enfeite do que como tempero. De fato, ele agrega um sabor diferenciado e muito agradável, por isso, é muito utilizada em pratos doces, para contrastar o sabor.

Sal Maldon

A importância da marca Maldon

Não somente o tipo de sal utilizado, mas a marca também é algo que precisa fortemente ser revista na hora de comprar um sal. O motivo é que, muitas vezes, quanto mais superior, melhor a qualidade. Um claro exemplo é o sal Maldon.

Como é considerado o melhor sal do mundo, promete agregar um sabor muito diferente ao prato de todos os consumidores, fazendo com que o gosto da comida ganhe muito mais realce, além de ser considerado um ingrediente secreto por muitos donos de restaurante e cozinheiros.

Entre todos os tipos de sal, o sal Maldon é um tipo de sal mais indicado para a culinária, já que seu sabor é muito agregado. Esse, em suma, é o seu maior diferencial. Além, logicamente, ser mais leve que o sal refinado e que o sal grosso.

Outra grande vantagem desse tipo de sal, é que ele é 100% natural, já que é feito de forma artesanal. Tais características colaboram para tantos anos de qualidade e uma marca considerada intocável por muitas empresas fabricantes de sal.

Preço do sal Maldon

Como é um sal difícil de ser encontrado, o seu preço também não é barato. O sal Maldon varia de R$ 30,00 até R$ 200,00, dependendo da quantidade e fornecedor.

Compartilhe sua opinião

Agro20 | Portal Vida No Campo