Semeadora é um tipo de maquinário utilizado no plantio

Inicio » Agronegócio » Semeadora é um tipo de maquinário utilizado no plantio
26/10/2020 Por
Semeadora é um tipo de maquinário utilizado no plantio

Muito utilizado para o plantio direto, a semeadora varia de acordo com a forma de distribuição da semente. O processo de semeadura é um detalhe muito importante para obter sucesso no plantio e, consequentemente, na colheita. Para isso, deve-se usar uma semeadora adequada e bem regulada.

A semeadura deve facilitar o estabelecimento uniforme da população de plantas que se deseja plantar, onde a semeadora deve abrir um ambiente para as sementes, possibilitando seu desenvolvimento.

Semeadora

O que é uma semeadora?

Uma semeadora é uma máquina utilizada para o plantio, também chamada de plantadeira. Porém, em termos populares mais especificamente, semeadora é para sementes menores, como trigo e aveia. Já a plantadeira é para sementes maiores, como de soja e milho. Mas, já que ambas distribuem sementes, podem ser consideradas num geral como uma mesma máquina.

Ou seja, é um equipamento agrícola com a função de colocar no solo vários tipos de sementes. Isso leva em conta o espaçamento, densidade e profundidade adequadas para cada cultivar. Também é preciso assegurar que a semente não sofrerá danos nos mecanismos das semeadoras na hora da distribuição.

Dessa forma, no importante processo de semeadura, deve haver um revolvimento delicado do solo, para preservar a cobertura da superfície, que será importante para o cultivo.

Tipos de semeadora

No meio agrícola, as semeadoras podem ser classificadas em dois tipos que são os principais, de acordo com a distribuição das sementes:

  • semeadora adubadora de fluxo contínuo, ou também de sementes menores;
  • semeadora de precisão ou de sementes maiores.

A principal diferença entre as duas, é que a máquina de precisão dispõe as sementes entre espaços regulares e com maior espaçamento entre linhas. Para isso, a máquina utiliza dosadores de discos horizontais ou a vácuo.

Já as semeadoras de fluxo contínuo, dispõe as sementes em sulcos de forma contínua, mais utilizadas em culturas que não necessitam muito espaçamento entre linhas. Dessa forma, as semeadoras utilizam dosadores de rotor acanalado.

Uma semeadora adubadora de plantio convencional tem a função de abrir o sulco, dosar e depositar os insumos e em seguida fechar o sulco.

Já uma semeadora adubadora de plantio direto, deve cortar a palhada de cobertura, abrir sulco, dosar e depositar os insumos e então fechar o sulco.

Semeadora

A distribuição de sementes e fertilizantes pode ser através de semeadoras de precisão em linha; de fluxo contínuo em linha; semeadura e adubação em linha e semeadura e adubação a lanço.

Semeadora pneumática

A semeadora pneumática visa um alto rendimento para áreas extensas. Sua velocidade de trabalho pode ser até 40% maior que a versão mecânica, evitando regulagem nos dosadores.

Porém, as semeadoras mecânicas surgiram primeiro e são mais rústicas, mas tem boa aceitação dos produtores, inclusive por seu custo e pela manutenção relativamente mais em conta.

Já nas semeadoras pneumáticas, um ponto negativo é justamente a manutenção, que é mais cara que a mecânica.

Dessa forma, o produtor é quem deve avaliar qual a melhor máquina para sua propriedade, dependendo do tipo de área – grande ou pequena. Assim, é preciso que o agricultor conheça a semeadora que melhor vai se adequar às suas necessidades na lavoura.

Compartilhe sua opinião

Agro20 | Portal Vida No Campo