Conheça os principais tipos de pitaya e suas características

Inicio » Agricultura » Conheça os principais tipos de pitaya e suas características
08/12/2020 Por
Conheça os principais tipos de pitaya e suas características

A pitaya é uma fruta que está ganhando cada dia mais popularidade entre os consumidores. Por conta dos grandes benefícios, todos os tipos de pitaya têm seus grandes benefícios à saúde e um sabor altamente agradável e refrescante.

No entanto, alguns tipos de pitaya são mais difíceis de encontrar do que outros. Isso, logicamente, é resultado da raridade que algumas carregam consigo. Ainda assim, conhecer a fruta e entender os seus benefícios e a forma como colaboram com a economia é essencial.

tipos de pitaya

O que são tipos de pitaya?

Tipos de pitaya são variações da mesma fruta.

De origem mexicana e de demais países da América Central, a fruta passa por uma procura crescente, já que seus benefícios são de grande interesse para a saúde humana. No entanto, a fruta combina mais com épocas de calor, já que é suculenta e com uma grande quantidade de água.

Mesmo com alguns tipos de pitaya espalhados mundo afora e até mesmo dentro do Brasil, a fruta é mais comumente vista nas versões:

  • Casca rosa e polpa vermelha;
  • Casca rosa e polpa branca.

Entre os tipos de pitaya, a pitaya de casca rosa e polpa branca é extremamente conhecida e a mais consumida, já que é a variação mais fácil de ser encontrada em diversos supermercados do país. Grande parte da imensa procura pela fruta se deve ao fato de suas baixíssimas calorias e a forma como agrega importantes vitaminas para o corpo.

Maores benefícios da pitaya

Como é uma fruta magra e com um teor baixíssimo de gordura, tem a ótima vantagem de concentrar substâncias altamente valiosas e que são, reconhecidamente, muito benéficas à saúde. Um grande exemplo são os flavonoides.

Essa substância é considerada antioxidante e minimiza em grande escala os danos que radicais livres provocam às células do corpo. Além disso, também tem uma quantidade enorme de fibras, o que colabora para a redução do colesterol e funcionamento adequado do intestino.

Contudo, essas não são as únicas vitaminas presentes na pitaya. Na fruta, encontra-se uma quantidade superior de vitamina C e zinco. Esses agentes, são responsáveis por garantirem que o consumidor passe a sentir o seu sistema imunológico muito mais forte.

tipos de pitaya

Como comprar pitaya?

Como é uma fruta que está estabelecendo a sua popularidade, principalmente em regiões mais fritas do país, a pitaya precisa passar por um processo minucioso na hora de ser adquirida. O motivo é que a fruta não pode possuir nenhum machucado sequer.

Ademais, também precisa estar firme e com a coloração exata, dependendo dos tipos de pitaya que procura, já que elas possuem cores diferentes. Caso a pitaya apresente uma coloração esverdeada, esse é um sinal de que não está saudável para o consumo.

Dessa forma, consumi-la antes do tempo ou passada demais pode causar problemas digestivos, como asia, enjoos, intestino desregular, etc. O mesmo ocorre para quando esse alimento está soltando líquidos, estufado ou amassado. Isso significa que a fruta está estragando ou já está estragada e, assim, pode estar contaminada com bactérias.

Isso porque os furos na casca representam a entrada de pequenos vermes. Esses vermes nem sempre são visíveis a olho nu, já que possuem a mesma cor da fruta. Daí se deve a importância de a fruta estar, de fato, perfeita.

Pitaya na economia

Os tipos de pitaya estão apresentando um grande potencial de crescimento ainda neste ano. O motivo é que com a conscientização da importância de manter a imunidade e a saúde em dia, muitas pessoas estão procurando consumir alimentos com vitaminas que auxiliem no combate a doenças.

Além disso, a pitaya é sinônimo de versatilidade e colabora para que seja utilizada de infinitas formas, seja como vitamina, pura, em forma de doce, com saladas, como chá, etc. Logo, os produtores da pitaya têm a grande vantagem de produzir e vender um alimento que é consumido por inteiro.

tipos de pitaya

Quais são os tipos de pitaya?

Conhecida como fruta do dragão, por conta de sua casca diferente, muitas pessoas se perguntam quais são os tipos de pitaya e como elas podem impactar a saúde. Muito além disso, também acabam tendo um gosto diferente das demais.

Os tipos conhecidos até o momento são a pitaya:

  • Amarela;
  • Vermelha ou rosa;
  • Branca.

Entre os tipos de pitaya mais diferenciados, a pitaya amarela é conhecida por Hylocereus megalanthus e derivada diretamente de florestas úmidas. Como diferencial, essa fruta possui hábito trepador e é comumente vista subindo em rochas ou árvores.

Por conta disso, para alcançá-la, é preciso subir até a altura em que se encontra. A pitaya amarela tem um gosto que não diverge das demais variações, mas ainda assim possui um sabor um pouco mais adocicado e é ótima para consumir pura ou realizar o preparo de vitaminas.

Já a pitaya vermelha é muito conhecida por ser chamada também de pitaya púrpura. Isso porque, além de possuir a casca rosa, o seu interior é escuro e rosado. É muito encontrada no Brasil e uma das variações mais conhecidas da fruta. Assim como as outras frutas, a pitaya púrpura possui um gosto doce, mas é mais aguada do que as demais.

Contudo, a pitaya branca é muito mais conhecida e a variação mais procurada da fruta. Com ela, são feitas uma série de receitas, como sorvetes, bolos, doces, etc. Possui uma textura bem aguada e o seu gosto não é tão doce quanto as demais.

Por conta disso, é o tipo de pitaya mais procurado para ser consumida no verão, já que é refrescante e encontrada, até mesmo, para fazer cubos de gelo com a pitaya.

Como armazenar a pitaya?

A partir do momento que se escolhe qual o favorito entre os tipos de pitaya, é importante armazená-la em locais adequados, como longe do sol forte e calor. Muitas pessoas, por exemplo, preferem guardá-la na geladeira ou rodeá-la com um plástico filme para que não pegue o cheiro de outros alimentos.

De qualquer forma, todos os tipos de pitaya são altamente recomendados para agregar benefícios à saúde humana, além de ser um alimento de fácil consumo e extremamente versátil para várias receitas.

Compartilhe sua opinião

Agro20 | Portal Vida No Campo