Capivara é um mamífero herbívoro considerado o maior roedor do mundo

Inicio » Meio Ambiente » Capivara é um mamífero herbívoro considerado o maior roedor do mundo
29/06/2020 Por
Capivara é um mamífero herbívoro considerado o maior roedor do mundo

Capivara é um animal que adora rios e lagos

Tranquila e dócil, a capivara é considerada o maior roedor do mundo. Encontrada com grande frequência no Brasil, Argentina, Bolívia, Equador, Suriname e diversos outros locais, gosta de florestas e de ficar à margem de rios.

A capivara é um animal cuja caça é proibida. Mesmo assim, ainda existem pessoas que burlam as leis e perseguem o animal, já que seu pelo é altamente requisitado para fabricar pincéis, além de sua carne também ser muito procurada ou ser utilizada como capivara de estimação.

Capivara

O que é capivara?

Capivara é um animal mamífero com o nome científico de Hydrochoerus hydrochaeris. Nativo da América do Sul, é um animal que depende de muita abundância de água para sobreviver. Além disso, possui a mania de rolar na água, assim como o porco rola na lama.

Assim, a capivara pode ser encontrada em diversos lugares, indo do Panamá até Uruguai, com exceção da Cordilheira dos Andes.

O tamanho da capivara atinge entre 1m e 1,35m. Em relação ao seu peso, pode atingir até 60 kg. Em alguns casos, o animal pode atingir 80 ou 90 kg.

Uma das principais características da capivara é justamente o seu focinho que se assemelha a um cavalo, além do pescoço curto que faz com que ela não consiga girá-lo para trás. Por conta disso, quando quer olhar algo atrás de si, precisa sempre girar o corpo.

Habitat da capivara e características

O habitat da capivara consiste em locais onde a água esteja tranquila e parada, como as lagoas, rios e pântanos, porém, o último somente em casos de extrema necessidade. Além de amar a água e depender dela para sobrevivência, a capivara também a utiliza como esconderijo contra predadores.

Entretanto, a água também é usada para a sua reprodução. Além disso, há sempre a necessidade de encontrar um local com água permanente próximo a locais com grande abundância de alimentos, como ervas, plantas aquáticas e alguns tipos de capim que fazem parte da alimentação da capivara.

Capivara

Reprodução

Uma das maiores curiosidades sobre a capivara é que esse animal possui uma extrema fertilidade. Tanto macho quanto fêmea possuem alto nível reprodutivo, porém, é muito difícil diferenciar um do outro. Afinal, as suas genitálias são cobertas por um saco anal que somente abre no momento da cópula.

Além disso, a gestação da fêmea pode chegar a 150 dias. A cada ano, a capivara pode realizar até dois partos e, em cada um deles, nascem cerca de quatro filhotes. O filhote de capivara, muito conhecido por conta da fofura, possui uma tonalidade diferente no pelo.

Isso porque o pelo se apresenta em um tamanho muito curto e com cores que beiram o castanho-escuro, muito próximo do preto. Porém, a partir do momento em que a capivara atinge cerca de 13 ou 14 kg, os tons começam a mudar e o castanho-claro começa a tomar conta de forma uniforme.

Hábitos predominantes

Os hábitos da capivara são geralmente diurnos. Esse animal se locomove pouco e é muito preguiçoso, preferindo horários de sol quente. Porém, quando se sente ameaçado, é importante salientar que a capivara morde e se mostra completamente agressiva.

Independente de a ameaça ser um humano ou um animal, a capivara ataca quem estiver na frente. Com exceção desses momentos, é muito tranquila.

O fato é que, mesmo sendo um animal diurno, o fato de se sentir ameaçada pode fazer com que ela mude drasticamente os seus hábitos como uma forma de despistar o predador. Logo, se é um animal diurno, rapidamente transforma seus hábitos em noturnos.

Além disso, podem se manter na água por um período mais longo de tempo, já que a utilizam também para se proteger. Uma das grandes vantagens da capivara é que seus pelos fazem com que ela se camufle com muita facilidade, principalmente dentro da água onde há muito reflexo.

Outro hábito muito comum da capivara é que entram na água para se alimentar e somente param no fim da tarde. Após terminar de se alimentar, ela volta para o seu local de costume e dorme até o dia seguinte, que é onde volta a se alimentar já nas primeiras horas antes de amanhecer.

Embora adore plantas, ervas e capim, a capivara tem um ritual matinal de ingerir as próprias fezes, todos os dias, sem falta. Essa prática se chama cecotrofia e ainda nenhum pesquisador conseguiu descobrir qual a finalidade disso.

Capivara

Personalidade

As capivaras, assim como outros animais, possuem uma personalidade própria. Por exemplo:

  • Grande independência;
  • Respeito entre o bando;
  • Exímias nadadoras.

Dona de uma personalidade completamente independente, a capivara desde pouco tempo de vida já mostra a vontade de realizar as funções sozinha. Afinal, vivem somente um ano junto ao bando onde nasceram e, depois, saem em busca de sua liberdade e próprio bando.

As fêmeas, por sinal, conquistam a independência ainda mais cedo do que a capivara macho. A partir do sétimo mês de vida, a fêmea já está ativa sexualmente e pronta para a cópula e reprodução, diferente do macho que precisa esperar 1 ano e meio.

Além disso, outra característica muito marcante é o respeito que há entre os bandos de capivaras. Como é um animal que existe em grande número, os bandos podem se encontrar e iniciar um momento de grande tensão. Porém, dificilmente isso termina em briga.

O fato é que elas resolvem tudo com a distância, já que cada bando recua e fica em torno de 800 metros de distância do outro bando. Além disso, as capivaras, como é de se esperar, nadam muito bem.

Por isso, é normal que toda capivara consiga passar longos períodos em baixo da água, sem respirar por até 5 ou 6 minutos. Outro fator que auxilia muito para o bom desempenho como nadadora é a sua pata que é específica para caminhar em terrenos com lamas ou encharcados, além de, claro, nadar.

Uma coisa muito interessante nesse animal é que, mesmo que consiga ficar em baixo da água sem respirar, a capivara tem a grande vantagem de ter seu nariz posicionado na cabeça. Assim, quando deseja respirar, consegue colocar a pontinha do nariz para fora e ainda assim se manter escondida.

Compartilhe sua opinião

Agro20 | Portal Vida No Campo