Comida brasileira é extremamente rica e tem sabores incríveis

Inicio » Agronegócio » Comida brasileira é extremamente rica e tem sabores incríveis
14/10/2020 Por
Comida brasileira é extremamente rica e tem sabores incríveis

Comida brasileira é rica e diversificada, o que contribui para o crescimento do agronegócio. A comida brasileira é muito variada, pois sofreu diversas influências ao decorrer dos anos e se ramificou em um país rico e geograficamente grande.

A seguir, você conhece mais sobre a comida brasileira, sua história e seus pratos típicos e mais populares. Confira!

Comida brasileira

O que é comida brasileira?

Comida brasileira é resultado de uma combinação de ingredientes africanos, indígenas e europeus. De fato, a maioria dos componentes presentes nas práticas de preparo e receitas é originalmente indígena. As modificações sofridas no decorrer dos anos se devem à influência dos escravos nativos da África, bem como dos colonizadores portugueses.

Isto é, esses grupos realizavam adaptações e versões próprias dos pratos tipicamente indígenas. Nessas apropriações, ingredientes em falta eram substituídos por itens locais correspondentes aos originais. Por exemplo, a feijoada brasileira, enquanto prato típico do país, sofreu modificações por parte de portugueses e escravos africanos.

Em suma, os escravos que desembarcaram no Brasil desde o século dezesseis adicionaram à comida brasileira ingredientes tais como o cuscuz e o popular azeite de dendê. O mesmo pode ser dito pela grande quantidade de imigrantes que chegaram ao país entre os séculos dezenove e vinte, vindo em peso da Europa. Esses foram responsáveis por atualizar o cardápio brasileiro com novidades, sem dúvida, fortalecendo o consumo de uma série de elementos ainda hoje usados.

Alimentação brasileira

O consumo diário de alimentos é composto por três refeições diárias. Elas incluem, por exemplo, a ingestão de doces, bolos, frutas, pão e café (ou leite) no café da manhã.

O almoço, refeição básica entre os brasileiros, costuma incluir sobretudo a conhecida mistura de arroz com feijão. Por vezes, são adicionados ou combinados a esses ingredientes a batata, a salada e o macarrão.

Na terceira refeição do dia, o jantar, pode incluir a sopa tanto quanto outros pratos regionais e comidas brasileiras.

As bebidas destiladas, muito consumidas no país, são uma herança dos portugueses. A cachaça, um ícone nacional, também é fabricada em solo brasileiro.

É muito popular no Brasil a bebida conhecida como “sangria”. Essa se trata de vinho misturado a dois ingredientes: açúcar e água.

Já a cerveja, em contrapartida, embora hoje seja uma das bebidas alcoólicas mais comuns, só passou a ganhar popularidade no fim do século dezoito.

Comida brasileira

História da comida brasileira

Durante o Brasil Colônia, os portugueses passaram a assimilar elementos nativos da América, Ásia e África para se adaptar em terras estrangeiras. De fato, as produções internas e nacionais de alimentos no Brasil eram limitadas. Afinal de contas, a economia do país era destinada à exportação.

Assim, à época da colônia, a culinária do país podia ser dividida em quatro diferentes correntes. Primeiramente, a dos litorais açucareiros. Em seguida, a do norte. Havia também, em terceiro lugar, a culinária dos bandeirantes. Não menos importantes, havia a pecuária.

Por exemplo, na culinária do norte, os habitantes eram dependentes do conhecimento indígena tanto para sobreviver quanto para coletar remédios do sertão. Assim sendo, a alimentação desse povo incluía ingredientes e pratos como tartarugas e seus ovos, jacarés e pirarucus. Além disso, era comum se alimentarem de frutas e peixes-boi na manteiga.

Embora as outras bases culinárias não sejam dissertadas aqui, elas também foram importantes para constituir a comida brasileira hoje. Sem dúvida, cada uma delas, bem como suas influências, deram origem aos pratos hoje chamados “tipicamente brasileiros”.

Foi a história dos ingredientes, afinal, que constituiu a rica culinária, tão ramificada, que experimentamos hoje no país. Dito isso, a seguir conheceremos alguns dos pratos brasileiros mais populares e consumidos no país.

Pratos tradicionais da comida brasileira

No Brasil, não existe uma única comida brasileira. Ou seja, os pratos regionais são muito variados e dependem de cada Estado. Essa diversidade culinária se deve justamente à colonização explicada acima, tanto quanto a extensão do país. Isso, uma vez somado, dá espaço a uma variedade de sabores e ingredientes.

Portanto, a diversidade observada nas comidas do Brasil está ligada diretamente à origem populacional do povo habitante de cada um dos estados do país. Por exemplo, o Recôncavo Baiano e Salvador têm uma culinária influenciada amplamente pelos sabores e temperos africanos, além dos indígenas e portugueses.

A comida brasileira, bem como os hábitos alimentares, tendem a variar de acordo com a região e sua história. Por isso, não é incomum que algumas regiões brasileiras desconheçam ou nunca tenha experimentado pratos, doces e quitutes típicos de outras regiões como, por exemplo, o acarajé do litoral nordestino, muito influenciado pela culinária africana. Ou, ainda, o molho de pimenta e vatapá, receitas comuns à região e exóticas em outros locais brasileiros.

No Norte, em contrapartida, a influência maior fica por conta da culinária indígena, sobretudo no que diz respeito aos peixes e mandiocas. Já na região Sudeste do Brasil, as maiores características gastronômicas ficam por conta de receitas como angu e feijão tropeiro, pratos comuns na época dos bandeirantes.

A pizza, tradicional em São Paulo e Minas Gerais, é uma influência da imigração. Já no que se refere à região Sul do Brasil, a maior influência se deve à culinária típica da Itália, bem como a tradicional gastronomia alemã.

A seguir, conheça alguns dos principais pratos regionais.

Comida brasileira

Feijoada

Feijoada é um prato brasileiro que, em suma, consiste em várias partes de carne de boi e de porco, bem como feijão preto. É servido tipicamente com couve, arroz branco e farofa.

Arroz carreteiro

O arroz carreteiro, mais conhecido como carreteiro, é uma receita tipicamente sulista. É preparada com arroz, carne de sol ou carne seca, adicionada a temperos diversos, como o cheiro verde.

Baião de dois

O baião de dois, em contrapartida, é um prato tipicamente nordestino, embora apareça em algumas regiões do Norte brasileiro. Seu preparo leva feijão, arroz e queijo coalho.

Feijão tropeiro

O feijão tropeiro é uma receita muito presente na culinária de São Paulo, Minas Gerais e Goiás. É composto por ovo, linguiça, torresmo, farinha de mandioca, cebola, alho e demais temperos.

Pão de queijo

O pão de queijo dispensa apresentações, pois embora seja uma comida brasileira relacionada à Minas Gerais, é uma iguaria sul-americana popular no Brasil inteiro. Essa receita é uma versão da chamada “chipa”, prato criado durante as missões jesuíticas. O prato tem tanta influência europeia quanto indígena, sendo popular em países tais como Argentina e Portugal.

Compartilhe sua opinião

Agro20 | Portal Vida No Campo