Conheça 16 espécies de coruja que chamam muito a atenção

Inicio » Meio Ambiente » Conheça 16 espécies de coruja que chamam muito a atenção
01/10/2020 Por
Conheça 16 espécies de coruja que chamam muito a atenção

Ao que se sabe, existem mais de 150 espécies de corujas em todo o mundo, como a coruja orelhuda, coruja da neve, bufo real e a coruja da igreja, por exemplo. Algumas, provavelmente, são extremamente raras e difíceis de serem encontradas. Logicamente, isso também dependerá de como elas serão classificadas.

Na Ásia, por exemplo, é onde se localiza a maior variedade de espécies de corujas. Alguns dados, inclusive, apontam que, na verdade, existam mais de 220 espécies dessa ave. No artigo, abordaremos quais as principais espécies e suas características, bem como os locais que habitam.

espécies de coruja

O que são espécies de corujas?

Espécies de coruja são características, famílias e ordens que designam biologicamente o seu sistema taxonômico. Logo, as corujas são aves com uma vasta quantidade de espécies, além de serem todas muito chamativas e peculiares, possuindo personalidades diferentes entre si.

Tipos de coruja

Sem dúvida, são muitos os tipos de coruja que podem ser citados, como veremos no decorrer do texto. Afinal, as corujas são aves que possuem uma vasta extensão familiar, além de serem ótimas em manter a espécie, pois se reconhecem entre si. Infelizmente, algumas espécies já se encontram correndo riscos de extinção.

Coruja buraqueira

A coruja buraqueira é uma das espécies de coruja mais abundantes em território brasileiro, podendo ser encontrada em áreas abertas ou semiabertas. Diferente de algumas corujas que somente são ativas a noite, como a aluco e a coruja do nabal, essa espécie é ativa tanto de dia quanto de noite.

São ótimas caçadoras e entre sua alimentação, pode-se destacar:

  • Aranhas;
  • Escorpiões;
  • Mariposas;
  • Besouros,

Além disso, possui 26 cm de comprimento e pesa de 147 a 240g. É muito comunicativa e vocaliza com frequência. Faz parte da ordem de Strigiformes e da família Strigidae e possui esse nome pois tem o hábito de cavar no chão para fazer seus ninhos.

Coruja listrada

De canto grave, a coruja listrada é muito encontrada nas florestas do sul e sudeste do Brasil. É estritamente noturna. Como características físicas, é possível citar:

  • Dorso marrom claro;
  • Disco arredondado no rosto;
  • Íris escura.

Outrossim, é uma coruja facilmente encontrada por conta de seu canto grave e característico. Porém, somente por aqueles que possuem uma ótima audição, já que o seu canto é baixo e facilmente passa despercebido.

Coruja preta

A coruja preta é uma das mais belas corujas já encontradas. Mesmo que seja uma coruja em grande abundância na América do Sul, no Brasil não é vista com tanta frequência. Essa coruja possui porte médio e aparência predominantemente preta.

Inesperadamente, possui em torno de 36 centímetros de comprimento e pesa 397g. Em sua alimentação, é comum ter:

  • Besouros;
  • Baratas;
  • Mariposas;
  • Gafanhotos.

espécies de coruja

Corujinha do mato

Primeiramente, muito comum no Brasil, a corujinha do mato é encontrada em abundância em florestas e áreas urbanas. É muito ativa à noite, começando a dar sinais de caça já no fim da tarde. Além disso, é extremamente comunicativa.

Inesperadamente, possui em torno de 25 cm e pesa até 160g. Entre suas características, é possível citar:

  • Penas no alto da cabeça;
  • Face cinza contornada de preto;
  • Peito cinza;
  • Dorso cinza com manchas marrons.

Além disso, sua alimentação gira em torno de insetos, como os gafanhotos e mariposas.

Corujinha do sul

A corujinha do sul é de distribuição restrita do sul do Brasil. É muito encontrada em florestas semiabertas, matas de araucárias e capoeiras. Adora comer insetos, principalmente durante o período reprodutivo.

Aliás, mede em torno de 28cm e pesa 194g. Apresenta algumas características como:

  • Dorso marrom;
  • Face marrom;
  • Íris amarela ou castanho-escuro.

Corujinha orelhuda

Com sentidos muito apurados, podendo enxergar a quilômetros de distância, a corujinha orelhuda habita florestas altas onde há as palmeiras, lugares que adoram ficar por perto. Pode ser confundida com a corujinha do mato, já que as espécies são extremamente semelhantes.

Igualmente como outras corujas, dá preferência por caçar insetos e, geralmente, constrói seu ninho em cavidades e buracos de árvores.

Suindara

Conforme outras espécies, a suindara é um tipo de coruja que vive em abundância nas Américas. Em grande parte das vezes, é vista dormindo em torres de igrejas, sótãos residenciais ou edifícios. Adora caçar roedores. Possui em torno de 45 centímetros de comprimento e pesa, mais ou menos, 470g.

Outrossim, a sua vocalização é extremamente alto e forte, muito semelhante a um pano sendo rasgado. Possui nome de coruja de igreja e também coruja branca.

Murucututu

O murucututu é uma coruja poderosa e encontrada por quase todos os estados brasileiros. Como é uma coruja extremamente discreta, acaba sendo mais ouvida do que vista.

Mas apesar de ser encontrada em todos os locais do país, está seriamente ameaçada de extinção e pode ser conhecida também como corujão. Mede mais ou menos 50 cm de comprimento e pesa aproximadamente 1kg.

Possui:

  • Dorso marrom;
  • Faixa branca na sobrancelha;
  • Íris amarela,

Murucututu de barriga amarela

Embora muito confundido com o murucututu, o murucututu de barriga amarela é encontrado em abundância em territórios desde a Bahia até o Rio Grande do Sul. É um animal com hábitos estritamente noturnos, tornando-se ativa assim que o sol começa a se pôr.

Possui 44 centímetros de comprimento e pesa, aproximadamente, 562g. Além disso, essa coruja se alimenta de mamíferos e aves, bem como pequenos vertebrados e insetos de porte grande.

espécies de coruja

Jacurutu

A jacurutu é uma coruja extremamente predadora e possui a característica de ter falsas orelhas no topo de cabeça. Pesa em torno de 1.5kg, sendo a coruja mais pesada do Brasil. Gosta de comer pequenos mamíferos e filhotes de cotia.

Caburé miudinho

Certamente o caburé miudinho é uma das menores corujas do mundo, possuindo 15 centímetros de comprimento e 50g de peso. Entre seus alimentos, é possível destacar:

  • Insetos;
  • Pequenos vertebrados;
  • Lagartos;
  • Filhotes ainda no ninho.

Embora haja pesquisas feitas em torno dessa espécie, sua reprodução é desconhecida.

Caburé de Pernambuco

Primeiramente, o caburé de Pernambuco é uma coruja extremamente diferenciada e enigmática. É restrita aos últimos remanescentes florestais de Pernambuco. Mede cerca de 14 centímetros de comprimento, além de pesar cerca de 50g.

Além disso, quanto à sua alimentação, os dados são desconhecidos. Porém, supõe-se que ela se alimenta de uma grande quantidade de insetos e pequenos invertebrados.

Caburé

Conforme outras, o caburé é uma coruja pequena e que possui ampla distribuição na região neotropical. Está presente no Brasil, Argentina e Estados Unidos. Mesmo que tenha pouco tamanho, é um caçador muito ágil e ativo à noite.

Possui 20 centímetros de comprimento e pesa cerca de 74 gramas. Além disso, entre suas características, destacam-se:

  • Cauda marrom;
  • Faixas claras;
  • Íris amarelo brilhante.

Aliás, essa espécie gosta de comer pequenas aves e insetos.

Caburé acanelado

Essa coruja conhecida como caburé acanelado mede 21cm de comprimento e pesa 155g. Possui uma aparência muito específica, contendo a íris amarela, manchas brancas nas asas e o restante do corpo amarelo-acanelado.

Sobretudo, gosta de caçar mamíferos de pequeno porte, além de pequenas aves e insetos.

Mocho dos banhados

Certamente, o mocho dos banhados é uma das principais aves de rapina do território brasileiro. É uma coruja que possui distribuição por todo o mundo.

É considerada uma coruja de médio porte e apresenta as seguintes características:

  • 396g (macho);
  • 475g (fêmea);
  • 34 a 42cm (macho e fêmea).

Semelhantemente a outras, é uma coruja especialista na caça de pequenos mamíferos, principalmente roedores. Costuma sobrevoar os campos e pastagens na tentativa de caçar.

Coruja de crista

Conforme estimativas, medindo cerca de 43 centímetros, a coruja de crista possui hábitos completamente noturnos e pode ser encontrada no Brasil, em toda a região Amazônica. Essa é uma das espécies mais comumente vistas. É muito singular e destaca-se pela plumagem de tom marrom escuro no torso.

Além disso, adora se alimentar de insetos e pequenos vertebrados. Suas atividades reprodutivas, iniciam geralmente no final da estação seca e início da chuvosa. É uma excelente caçadora ave de rapina entre as espécies de coruja.

Compartilhe sua opinião

Agro20 | Portal Vida No Campo