Marmelo, originário da Ásia e Europa, não é produzido em todo o Brasil

Inicio » Agricultura » Marmelo, originário da Ásia e Europa, não é produzido em todo o Brasil
17/10/2019 Por
Marmelo, originário da Ásia e Europa, não é produzido em todo o Brasil

Marmelo foi trazido ao Brasil por colonizadores portugueses

Ele parece uma maçã estranhamente grande e irregular, mas, na verdade, o marmelo é uma fruta única. Ou seja, tentar usá-lo como você usaria qualquer outra fruta não se mostrará eficaz.

Embora seja esteticamente similar a peras e maçãs, o marmelo possui muitas particularidades. Por exemplo, eles são muito duros, azedos e ácidos. Por isso, geralmente são desagradáveis ​​em sabor e textura quando consumidos in natura. Entenda mais sobre esse fruto cultivado no Brasil!

marmelo

O que é marmelo?

Marmelo é um membro da família das rosas e está relacionado à pera e a maçã. De fato, acredita-se que o fruto seja originário da Pérsia e do Turquestão.

Além disso, o marmelo é uma fruta amarela muito perfumada, usada para fazer geleias e marmelada. Em geral, marmelos variam em forma, sendo que muitos têm a forma de uma maçã, enquanto outros se assemelham a uma pera.

Apesar de não serem agradáveis crus e frescos, possuem usos culinários. Afinal, o cozimento amacia e realça o aroma floral que eles mantêm no fundo, juntamente a uma doçura que equilibra seu sabor azedo.

Outra coisa que o marmelo tem a oferecer são muitas pectinas naturais, isto é, os compostos de algumas frutas que engrossam geleias. Por isso, eles são adicionados a outros doces para ajudar a engrossá-las naturalmente.

Fruta marmelo

As origens do marmelo estão no Cáucaso – a região entre o mar Cáspio e o mar Negro – e também no norte da Pérsia.

De fato, a fruta marmelo foi considerada o catalisador da Guerra de Troia, como relatado pela lenda grega. A partir daí, a utilidade do marmelo na culinária se espalhou pelos salões de banquetes medievais e até os dias atuais.

Em suma, o marmelo é acreditado para anteceder a maçã, sendo um híbrido em combinação com a pera. Alguns acreditam que todas as menções antigas, como o fruto proibido no Jardim do Éden, estavam de fato se referindo ao marmelo.

O primeiro sinal de que o marmelo esconde algo especial é o seu aroma. Quando exposto ao sol, ele libera lentamente uma fragrância delicada de baunilha, frutas cítricas e maçã. É um perfume inebriante que está completamente em desacordo com seu sabor ao natural.

marmelo

Como escolher marmelo

Um marmelo macio é um marmelo podre, então prefira comprar as frutas duras. Sem dúvida, parece incoerente para aqueles acostumados a escolher o pêssego perfeitamente amadurecido.

Contudo, escolher os frutos que parecem longe da maturidade é uma maneira peculiar, porém, correta e pontual de escolher o marmelo. Ou seja, embora possam ser duros, não devem ser verdes ou maduros.

Em suma, prefira marmelos amarelos que pareçam pesados por seu tamanho e firmeza, sem manchas ou machucados.

Marmelada

A marmelada é uma espécie de purê produzida a partir do marmelo. O fruto é cozido em igual quantidade com o açúcar, a fim de conservá-lo.

De fato, a marmelada é uma iguaria regional da doçaria de Portugal. O doce mais famoso é o de Odivelas, cuja fabricação é realizada por monjas em um mosteiro antigo. Em geral, a marmelada pode variar entre vermelha e branca. Afinal, sua coloração depende somente do tempo de cozimento.

Cultivo de marmeleiro

O marmeleiro é uma árvore de porte pequeno, sendo membro único do gênero Cydonia. Pertencente à família Rosaceae, seus frutos são conhecidos como marmelos.

Se você estiver procurando por um arbusto com flores ornamentais que produz frutos perfumados e se mantém ao longo do ano, considere cultivar marmelo.

O cultivo de marmelos não é tão difícil, desde que você possa fornecer condições adequadas. Isto é, escolha um local ensolarado com solo fértil e orgânico.

Os marmelos se adaptam a solos úmidos ou secos, mas apresentam melhor desempenho quando o solo é bem drenado. Além disso, você também precisará plantar duas árvores para uma boa polinização.

De fato, as árvores de marmelo têm alguma tolerância à seca. Contudo, você deve regá-las durante períodos prolongados de seca como parte dos cuidados cotidianos.

Não tenha medo de fornecer água diariamente, pois é difícil regar demais um marmelo. Portanto, no caso de dúvida, escolha regá-lo.

A germinação de sementes de marmelo não é particularmente difícil, também. No entanto, é necessário algum planejamento, pois as sementes precisam de um período de resfriamento ou estratificação antes do plantio.

Outro ponto positivo é que um marmelo tolera a maioria dos solos, ácidos ou alcalinos. Atinge seu potencial em um solo profundo e rico que permanece úmido, desde que não fique encharcado.

Os solos leves devem ter bastante composto adicionado antes do plantio. Além disso, devem contar com uma cobertura orgânica espessa aplicada todos os anos. Em um verão muito seco, você deve molhá-lo muito bem.

O plantio do fruto é realizada por meio de estaca enraizada de cultivares escolhidos para exploração.

marmelo

Usos do marmelo

Devido ao sabor, os frutos não costumam ser consumidos crus, frescos e in natura. Isto é, sua produção é voltada à indústria, onde é transformado em marmelada. Além disso, quando industrializados, podem virar xarope, licor, sopa e geleia.

A pectina presente em sua composição ainda serve muito bem quando empregada na perfumaria e farmácia. Atualmente, o cultivo do fruto parece estar estagnado em comparação ao passado.

Afinal, o marmeleiro é um antecessor do café, constituindo um produto de grande importância econômica e de exportação em São Paulo.

Cultivares de marmelo no Brasil

Oriundo das regiões mediterrâneas, o marmelo foi trazido ao Brasil por intermédio de colonizadores portugueses. Por essa razão, a variedade de marmelo mais popular no Brasil leva o nome de Portugal.

Em suma, a árvore frutifica uma vez a cada ano. Climas e altitudes de serras são o cenário ideal para o plantio e cultivo de marmelos. Além disso, as matas preservadas cumprem bem o papel de proteger as plantas e garantir a umidade.

A recomendação é que as árvores não tenham brotação em excesso e tampouco ultrapassem os dois metros e meio de comprimento.

Atualmente, a produção é mantida principalmente por algumas fazendas da zona rural. Afinal, apesar de ser um cultivar de climas frios, a árvore demonstrou boa adaptação às temperaturas elevadas do cerrado.

Por isso, 7% da safra brasileira de marmelo está concentrada no estado de Goiás. Além disso, Rio Grande do Sul e Minas Gerais são outros estados produtores.

Compartilhe sua opinião

Agro20 | Portal Vida No Campo