Animais detritívoros ajudam no equilíbrio do ecossistema

Inicio » Meio Ambiente » Animais detritívoros ajudam no equilíbrio do ecossistema
11/03/2019 Por
Animais detritívoros ajudam no equilíbrio do ecossistema

Os animais detritívoros têm um papel muito importante na cadeia alimentar

O papel dos animais detritívoros no meio ambiente é conhecido por ajudar a balancear o ecossistema, de maneira geral. A dieta “diferenciada”desses animais também é uma das características que fazem com que sejam conhecidos, já que se alimentam de restos orgânicos.  e o reaproveitamento de nutrientes.

Isso acontece porque, após a ingestão destes restos (que podem ser tanto de plantas quanto de animais mortos), os animais detritívoros devolvem esse material e os seus nutrientes à natureza; permitindo que sejam reaproveitado por outros organismos vivos.

Animais detritívoros

O que são animais detritívoros?

Os animais detritívoros fazem parte do grupo dos heterotróficos, ou seja, não produzem seu próprio alimento e para obter energia utilizam a de outros animais. São conhecidos como necrófagos pois se alimentam de matéria orgânica, ou seja, restos mortais de seres.

Outra nomenclatura utilizada para esta classe de animais é saprófagos pelo fato de se alimentarem organismos mortos. Sua função na cadeia alimentar é transformar matéria orgânica em inorgânica e reaproveitar os nutrientes como alimento tanto aos animais como ao solo.

Exemplos de animais detritívoros

Na cadeia alimentar estes animais são classificados como sujos ou impróprios para o consumo humano devido aos hábitos alimentares. Dentro do grupo destes animais podemos encontrar: Aves, mamíferos, peixes e insetos.

O mais comum deles por ser muito representado nas telas de cinema como o maior necrófago da cadeia de alimentar é o corvo. Sempre encontrado em cemitérios ou perto de cadáveres no meio da florestas. Estes animais são importantes consumidores de detritos pois impedem que os mesmos se degradam na natureza.

Outro animal é urubu, muito encontrado no cerrado brasileiro. São responsáveis pelo consumo de 95% dos organismos, consomem até ossos. Se alimenta principalmente de mamíferos, como vacas e porcos sacrificados.

Importância dos animais detritívoros

Esta classe de animais promovem um trabalho importante para que haja equilíbrio ecológico. Atuam no papel de consumir a matéria orgânica que estaria apodrecendo ao longo dos anos.

Sua importância na colaboração com a decomposição é fundamental, pois acelera aproximadamente em quatro vezes mais o processo. Como atividade fundamental, estes animais são responsáveis pela reciclagem de energia, em outras palavras, ao consumir os restos mortais, todos os nutrientes contidos no cadáver passam para o animal.

Outro ponto relevante deste processo é o fato de que os dejetos destes animais servem como adubo rico em nutrientes ao solo e recuperam a fertilidade do mesmo. Atividade que auxilia não apenas o meio ambiente como o agricultor.

Como forma de cultivar um solo mais saudável, sem o auxílio de adubo químico, utilizar animais detritívoros é uma ótima maneira. As minhocas realizam fertilização natural e proporcionam troca de energia com o meio.

Apesar de não serem bem aceitos na sociedade como a barata, o urubu e as hienas, o trabalho que estes animais provêm na sociedade é essencial. São sempre associados com doenças e locais com muita sujeira.

Animais detritívoros - Minhoca

Por este motivo, não se é dado a devida importância do trabalho que eles oferecem além de infestar seus ambientes com pesticidas para controlar sua propagação. Contudo, pesquisas indicam que regiões que possuem poucos animais detritívoros são propensas à terem solo menos férteis. Além disso, os cadáveres dessas regiões demoram consideravelmente mais para se decompor.

Dito isso, fica clara a importância dos animais detritívoros na cadeia alimentar. Por isso, é pertinente que os mesmos sejam valorizados por manterem o equilíbrio ecológico.

Agro20 | Portal Vida No Campo