Jasmim manga deve ser cultivado em sol pleno e ambientes externos

Inicio » Agricultura » Jasmim manga deve ser cultivado em sol pleno e ambientes externos
23/02/2021 Por
Jasmim manga deve ser cultivado em sol pleno e ambientes externos

Um colar de jasmim manga, um céu ensolarado, mar de água transparente e muita simpatia. É, desta maneira, a recepção de muitos visitantes em locais paradisíacos. Com os nomes de “leis”, esses colares com jasmim manga ficaram famosos nas últimas décadas.

O jasmim manga chegou até ser considerado uma árvore tradicional de cemitério. Isso porque surgia de maneira espontânea perto de lápides e túmulos. Nos dias de hoje, essa planta é tão prestigiada que praticamente todas as fantasias havaianas contam com esse item. Isso porque o enfeite é realizado a fim de embelezar o ornamento.

  1. O que é jasmim manga?
  2. Flor jasmim
  3. Muda de jasmim manga
  4. Como plantar jasmim manga?
  5. Espécies de jasmim
  6. Jasmim manga branca
  7. Jasmim manga rosa
  8. Árvore jasmim manga
  9. Como plantar jasmim manga em vaso?
  10. Como plantar jasmim manga por estaquia?
  11. Quando podar jasmim manga?
  12. Jasmim manga é comestível?
  13. Lagarta do jasmim manga

jasmim manga

O que é jasmim manga?

Jasmim manga é uma planta que pode variar entre cinco, seis, sete e até oito metros de altura. É bastante adotada como uma planta ornamental.

Os seus caules são bem lisinhos e grossos com uma tonalidade puxada para cinza ou bronze. Todavia, o formato continua sendo muito harmonioso e quase escultural.

Por esses elementos, essa planta é muito adotada por especialistas na área de paisagismo. Além disso, os seus galhos possuem um visual suculento e liberam látex quando sofrem algum tipo de ferimento.

Já as folhas podem ter até 30 cm em uma cor verde-escura e surgem nas pontas dos ramos. Nos meses de inverno e primavera, as folhas tendem a cair.

Outro detalhe importante do jasmim manga se deve à sua origem na América Tropical. A planta acontece de modo nativo a partir das regiões mexicanas de Jalisco e Puebla até alcançar os territórios colombianos e venezuelanos. Entretanto, essa planta também pode ser encontrada em outros locais do planeta.

É importante frisar que a denominação científica desta planta se refere aos termos Plumeria rubra.

Em compensação, a Plumeria também conta com diversos outros nomes muito mais conhecidos entre a população, tais como plumelia, jasmim de São José, frangipane, jasmim do Pará e até árvore-pagode.

Pertencente à família Apocynaceae, a classificação se divide entre árvores ornamentais e até plantas perigosas pela toxicidade.

O clima preferencial para cultivo do jasmim manga é o equatorial, tropical e subtropical, com muita luz natural e ciclo de vida perene. Por isso, essa é uma planta típica do continente americano (América Central, América do Norte e a América do Sul).

Flor jasmim

Com relação às flores, elas dão origem a grandes inflorescências terminais e exibem tonalidade avermelhada ou ainda rosa. Entretanto, há exceções que podem apresentar variações brancas e amarelas.

A Plumeria rubra se sucede nos meses mais quentes de verão e até no outono. A flor jasmim também tem um cheiro próprio, parecido com as flores de jasmim, e acaba por render a nomenclatura.

Muda de jasmim manga

Como citado anteriormente, a muda de jasmim manga possui diversos nomes. Internacionalmente, ela pode até ser mais famosa pelo termo “frangipani”. Isso porque se trata de uma menção a um perfume da Itália muito conhecido no século XII.

No território nacional, o jasmim manga ganhou essa nomenclatura popular devido ao perfume de duas flores ser muito parecido com o do jasmim. E, ainda, porque a árvore possui folhas que remetem muito ao formato da mangueira.

Só que essas comparações devem se encerrar por aí. Afinal, não há jasmim que chegue a uma altura tão significativa e tampouco uma mangueira que fique totalmente sem a sua folhagem pouco antes de sua floração.

A seiva leitosa dessa muda pode ser utilizada até com uma finalidade curativa. Assim, em algumas regiões da Martinica, as frutas são vistas como uma verdadeira iguaria.

Apesar disto, o ideal é não comer qualquer pedaço dessa planta sem uma liberação médica. Esse cuidado se deve à secreção esbranquiçada que solta e que pode até resultar em uma alergia.

No entanto, essa árvore de tronco mais opulento é belíssima tanto com as flores quanto pelada. Os galhos rendem um desenho diferenciado, fazendo com que se destaque em qualquer jardim.

No entanto, as regiões mais geladas podem fazer com que a árvore perca todas as suas folhas. Só que a ação ornamental é relevante também desse modo.

Já nos ambientes mais próximos do mar, a planta também se ajusta perfeitamente bem ao clima quente durante a sua floração. Portanto, essa planta pode ser colocada em jardins de pequeno, médio e até grande porte.

jasmim manga

Como plantar jasmim manga?

Agora que você já sabe mais quase tudo sobre a planta, é uma boa hora para descobrir como plantar jasmim manga, não é?

A primeira boa notícia é que o cultivo pode ser realizado com sucesso em qualquer mês do ano. Porém, a floração da espécie só se sucede nos meses de primavera ou nos meses de outono.

Normalmente, a floração começa no encerramento do inverno e se estende até a primavera, com uma formação contínua de flores das mais diferentes tonalidades e características, saindo do amarelo até o vinho.

Um detalhe curioso é que a tonalidade tem influência direta no aroma. O tipo Acutifolia, completamente branco, tem um aroma muito mais forte que as demais.

Por isso, a orientação é plantar o jasmim manga sempre na parte externa. Em todos os tipos, o seu cheiro é muito parecido com o da gardênia, ou seja, um aroma muito poderoso e insistente.

Esse aroma tão forte pode causar algum problema para as pessoas que contam com uma sensibilidade extra a cheiros mais acentuados. Neste caso, o indivíduo pode até sentir dores na cabeça. Por isso, a indicação é colocar a sua muda do lado de fora da casa.

Já a rega é média. Isso quer dizer que deve ser efetuada aproximadamente três vezes a cada sete dias, somente quando a terra ficar bem seca. Além disso, a árvore de jasmim manga precisa de muito sol e cresce forte em terras drenadas e bem férteis.

Para plantar corretamente, é indicado ter cuidado redobrado com as folhas devido ao látex. Afinal, esse elemento pode provocar até dermatite ao entrar em contato com o corpo humano.

  • Passo a passo

  • Inicialmente, você deve abrir um buraco maior que o torrão;
  • Adicionar o adubo muito curtido mesclado com folhas e/ou adubo composto;
  • Em seguida, é preciso ainda um tutor para que a planta fica bem retinha;
  • Posteriormente, se deve amarrar com um cordão de algodão sem exagerar na força.

Não se esqueça de que é indispensável regar o jasmim manga no ato do plantio e nos dias seguintes.

Espécies de jasmim

Toda planta que pertence ao gênero Jasminum, chamamos de jasmim. O jasmim “original” é o do tipo com flores brancas, pétalas pequenas e aroma marcante. Existe apenas outro tipo de jasmim que tem outra cor, o amarelo. Este, contudo, não tem no aroma a sua principal característica.

Portanto, existem apenas duas espécies de jasmim? Existem duas espécies centrais que englobam variações, tipos híbridos dessa flor que costumam ser maiores que o normal e também muito coloridos.

Sem dúvida, o maior exemplo é o jasmim manga.

Conheça outras espécies dessa planta:

  • Jasmim-dos-açores: nativa das ilhas Canárias. Pertence à família Oleaceae. Uma planta perene do tipo trepadeira volúvel. Pode atingir 4 metros de altura;
  • Jasmim-estrela: tratam-se de ramos pendentes e de cor esverdeada. O arbusto chega a medir 3 metros de altura. Seus ramos são longos e semi-lenhosos. Tem folhagem densa e com pequenos trechos em amarelo;
  • Jasmim-dos-poetas: muito cultivada como ornamental. Nativa da China e da Birmânia. Essa espécie de jasmim trata-se de uma trepadeira capaz de atingir 6 metros de altura. Folhas do tipo são compostas com 5 a 9 folíolos. A parte superior das folhas tem coloração verde-escura e, a inferior, verde mais claro;
  • Jasmim-café: tipo de flores bem esbranquiçadas e perfumadas. Tem origem asiática, de arbusto lenhoso e ramificado. Apresenta folhas grandes, de folhagem compacta e de coloração verde-escura. Além disso, brilhante. Seus ramos crescem em paralelo ao solo, fazendo a planta ter aspecto horizontal;
  • Jasmim-leite: também se origina da Ásia, sendo China, Coréia do Sul, Coréia do Norte, Vietnã e Japão os principais países a produzirem e exportarem a espécie. É uma planta lenhosa com, no máximo, 3 metros de altura. Suas folhas são verde-escuras e brilhantes. A ramagem possui aspecto de “arame”, delicada e fina.

jasmim manga

Jasmim manga branca

Sem dúvida, a jasmim manga tem na cor branca sua versão mais tradicional. Há jasmim manga com pétalas de várias cores. Amarelas, rosa claro, rosa mais escura e vermelha. Contudo, a mais conhecida e apreciada é a de pétalas brancas. As pétalas dessa cor vêm na nossa cabeça quando pensamos em jasmim manga.

Certamente foram as versões com plantas dessa cor que ajudaram a formar o mito da espécie ser característica de cemitério. E, certamente, foram as mesmas que ajudaram a mudar a imagem da planta.

Se antes associadas a cemitério, com o tempo, passaram a ser cada vez mais introduzidas em celebrações. Principalmente em festas de fim de ano ou de locais praianos.

A cor branca está associada a ideias e sensações positivas como paz, frescor, harmonia, arejamento. Ideias e sensações que, sem dúvida, combinam com tais ocasiões. Aliás, esse é um dos motivos para que seja a versão mais popular em relação às demais.

O interessante a se notar a respeito da jasmim manga branca é que não há apenas um tipo de branco. Ou seja, não há apenas uma versão de branco. Há tipos de jasmim manga branca, mas que partilham parte das flores com outra cor, geralmente amarelo, ou ainda a jasmim manga branca por completo.

Jasmim manga rosa

Certamente, a versão de jasmim manga mais popular depois da branca atende pelo nome de jasmim manga rosa.

A flor em qualquer tonalidade passa delicadeza, mas na cor rosa esse aspecto fica mais evidente. O rosa deixa o jasmim manga ainda mais gracioso e feminino. Por isso, é muito usado em festas de casamento, principalmente de 15 anos.

O rosa está associado ao romance, ternura, sensualidade e beleza feminina. É uma das cores que compõem as chamadas candy colors, cores doces, de sonho, que remetem à infância.

Essas cores estão em alta no momento, tidas como símbolos de uma geração mais apegada aos seus tempos de juventude e que amadurece, mas preservando alguns traços característicos da época mais jovem.

Portanto, não causa surpresa que a jasmim manga rosa esteja em alta e ficando tão popular quanto a versão branca. Contudo, certamente a majestade permanece sobre a versão até aqui mais popular.

Para os mais esotéricos, certamente será de interesse saber que a energia da cor está ligada à pureza de pensamento. Ela tem associação positiva à felicidade e romance sem qualquer tipo de aspecto negativo, o romance mais puro, idealizado, sublime.

Portanto, considera-se a cor rosa como uma tonalidade positiva a se instalar em um ambiente, um tom que passa uma energia positiva ao local.

Árvore jasmim manga

A árvore jasmim manga tem porte grande. Pode atingir entre 4 a 8 metros de altura. Por ter flores tão exuberantes e perfumadas, costuma-se usá-la como planta ornamental. Por isso, sem dúvida, muita apreciada por paisagistas.

Seus caules têm cor cinzenta ou bronzeada. Além disso, são grossos e lisos.

Outra característica notável advém de seus galhos. Eles têm um aspecto suculento e, quando feridos, secretam láctex. A seiva leitosa deve ser evitada. Ao menos evitada para consumo, pois tem componentes tóxicos.

Suas folhas são verde-escuras e medem cerca de 30 cm. Elas nascem nas extremidades dos ramos. Caem na primavera e no inverno.

Suas flores têm coloração rosa, vermelha e variantes brancas e amarelas. A floração inicia-se no inverno, mais precisamente no fim do inverno, e permanece na primavera.

A América tropical é o seu local de origem, sendo comum no México, Colômbia e Venezuela.

No entanto, seu cultivo não se restringe a esses países ou região. Cultiva-se a árvore jasmim manga em praticamente todas as regiões do mundo.

A jasmim manga recebe nome científico de Plumeria rubra e também atende pelo nome “Frangipani”.

A árvore desse tipo deve ser cultivada em solo fértil, leve e bem drenado. Sol pleno é igualmente importante. Aliás, essa é uma espécie que não tem tolerância ao frio. O cultivo da árvore ocorre de forma isolada ou em grupos, porém em espaços amplos.

Recomenda-se cultivá-la longe de dormitórios, em razão de seu perfume forte.

jasmim manga

Como plantar jasmim manga em vaso?

Para quem se encanta com a beleza e perfume dessa planta e gostaria de cultivá-las em casa, certamente será de interesse saber como plantar jasmim manga em vaso. Principalmente se não contar com uma boa área de cultivo, em termos de espaço, em sua residência.

Também é interessante plantar jasmim manga em vaso, mesmo que fique boa parte do tempo no lado externo, em tempo frio. Isto porque, no vaso, poderá colocar a planta para dentro de casa e ainda contar com sua fragrância marcante.

Para os interessados em plantar jasmim manga no vaso, os passos a seguir são fundamentais. Tome nota:

  1. Em primeiro lugar, escolha vasos com furos de drenagem no fundo. Medida providencial, pois a planta não tem um bom desenvolvimento se ficar com as raízes molhadas;
  2. Depois, escolha vaso com pelo menos 5 litros de capacidade, tamanho que garante espaço suficiente para o crescimento;
  3. Escolha vasos de plástico ao invés dos de argila. Os vasos de argila acabam permitindo que as raízes se infiltrem nas paredes. Além disso, deixam escapar a umidade rapidamente. O vaso de plástico se mostra como melhor opção por não ser um material poroso;
  4. Logo em seguida, vem a compra de sementes. Sementes de jasmim manga não são tão fáceis de encontrar, por isso, uma opção válida é conseguir uma muda da árvore da espécie;
  5. Embrulhe as sementes em um papel toalha, úmido, por 24 horas. As sementes devem ficar levemente estufadas ao absorverem a umidade do papel. Deixe-as em um ambiente quente durante a germinação;
  6. Por fim, encha um vaso com terra e cultive as sementes com 5 mm de profundidade.

Como plantar jasmim manga por estaquia?

A estaquia se trata de um método muito usado para propagar diversas espécies vegetais. O método consiste basicamente em estimular o enraizamento de porções, ramos, folhas e caules.

Ou seja, é sobre pegar um pedaço de uma planta já desenvolvida e cultivá-la na terra para desenvolver uma nova planta. Como dito há pouco, é um recurso empregado na falta de sementes.

Veja um breve passo a passo de como plantar jasmim manga por estaquia direto no solo:

  1. Primeiro, claro, você precisa conseguir a muda. Para isso, escolha uma árvore saudável e arranque um galho da extremidade da planta. Esse galho deve ter uns 40 cm;
  2. Após a retirada do galho, deixe-o descansando por 24 hs. Atente-se para o fato de que o momento ideal para tirar uma muda ocorre entre as trocas de folhas da árvore;
  3. Ao cortar o galho, tome cuidado com a seiva que provavelmente escorrerá. Ela causa irritações na pele. Proteja, principalmente, os olhos;
  4. Enterre, em um terreno de sua preferência, cerca de 2/3 do galho. Sempre que a terra estiver seca, molhe;
  5. Mantendo essa rotina ao longo de um mês, notará o nascimento de brotos. Aliás, resultado bem mais rápido do que pelo método de sementes. Pelo método de sementes, o florescimento só começa a ocorrer passados 4 anos;
  6. Pode-se fazer o mesmo procedimento em vaso. No entanto, terá que ter o controle do crescimento da planta para evitar que fique desproporcional ao tamanho do vaso. O controle ocorre por meio da poda.

Quando podar a jasmim manga?

A poda incentiva o crescimento da planta. Por isso, o melhor momento para podar a jasmim manga é no início da primavera, ou seja, no início da estação de crescimento, que vai da primavera ao final do verão.

Há a opção de podar a planta assim que ela parar de florescer. Entretanto, o melhor momento continua sendo no começo da primavera.

Para podar, remova os galhos mortos ou doentes. Porém, um detalhe: não precisa esperar a época de poda para fazer esse trabalho. Sempre que observar galhos mortos ou doentes, retire-os usando a mesma técnica de poda com um corte bem rente.

Para fazer o trabalho de poda, sem dúvida, o mais recomendado é usar ferramentas afiadas e higienizadas. As ferramentas indicadas são:

  • Faca;
  • Tesoura;
  • Serrote (pequeno).

Quanto mais velha a planta, mais galhos terá, portanto, contar com uma ferramenta bem afiada é fundamental.

Ao fazer a poda, cuide em usar luvas de jardinagem – não só para proteger as mãos, mas também para ter mais firmeza.

Limpe a lâmina das ferramentas com álcool para evitar a propagação de bactérias nocivas. Você deve fazer essa limpeza antes e depois do corte.

O jasmim manga tem muita resistência à poda, podendo chegar a ser reduzido a 30 cm sem sofrer danos comprometedores. Retire todos os galhos que considerar indesejados, tanto os galhos mortos ou doentes como os que crescerem demais.

Cuide apenas de não fazer corte rente ao chão, pois isso certamente prejudicará a planta.

Uma dica: corte 2,5 cm do ponto onde o galho se encontra com o tronco. Nunca corte o ponto de encontro do galho e tronco, o “colar”. Também evite cortar um galho na metade, pois isso não incentiva o crescimento.

Jasmim manga é comestível?

Vimos que jasmim manga tem uso ornamental e de forma recorrente. Vimos também que sua fragrância é intensa e, por isso, usa-se muito a planta na forma de incensos, perfumes e óleos essenciais. Mas, será que se trata de uma planta comestível?

De maneira clara e objetiva, sim, a planta jasmim manga é comestível. Porém o seu consumo está atrelado a hábitos culturais. De tal modo, em alguns países seu consumo é considerado comum e em outros jamais se pensou na hipótese de consumi-la.

Em algumas culturas, consome-se jasmim manga cozida e com açúcar. Em alguns lugares, como na Polinésia, é usada para adoçar pratos típicos na região.

jasmim manga

Lagarta do jasmim manga

A lagarta do jasmim manga recebe o nome científico Pseudosphinix tetrio. Caso veja alguma em seu jasmim manga, não entre em pânico. Esse inseto não prejudica a planta. Ele apenas se alimenta de folhas caducas, ou seja, se alimenta das folhas que iriam cair de qualquer maneira.

Mas, não é apenas alimentação o interesse dessa lagarta no jasmim manga. Ela também fornece proteção ao inseto diante dos outros predadores. Isso ocorre por meio de sua seiva tóxica.

Ela também exerce a função de acumular reservas nutricionais para a sua metamorfose, processo que vai desde a fase de pupa no solo até se transformar em uma bela e exuberante mariposa. Em contrapartida, seu contato com a jasmim manga provoca trocas mais rápidas de folhas, mas não se trata de algo a se preocupar em demasia.

3 Replies to “Jasmim manga deve ser cultivado em sol pleno e ambientes externos”

  • Cláudia de Fátima Colin Minuzzi disse:

    Obrigada pelas dicas!
    Uma pergunta: ela desenvolve raízes muito grandes?
    Pergunto, pois meu terreno é pequeno e tem uma fossa próxima.

    • Agro 2.0 disse:

      Olá Cláudia,
      o porte da árvore não é muito grande mas, dependendo da proximidade com a fossa, isso pode prejudicar um pouco.
      Esperamos ter ajudado!

  • Viv disse:

    Obrigada pelas dicas!

Compartilhe sua opinião

Agro20 | Portal Vida No Campo